quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

SOMA Galeria abre exposição com a arte digital de Jack Holmer


A SOMA Galeria inaugura sua primeira exposição deste ano na terça-feira (5), quando abre seu espaço para a arte digital de Jack Holmer, artista de Curitiba que desenvolve um trabalho artístico aliado à tecnologia. Sua exposição, "Manifesto Sobre a Gravidade 2019" será aberta ao público a partir das 19h no novo endereço da SOMA Galeria, que fixou residência na Coletiza, primeira community store de Curitiba, localizada na Rua Saldanha Marinho, 1.230.
A partir de suas obras, Jack Holmer propõe a reconstrução do corpo físico em um ser robótico simulado com base na fisiologia e cognição humana. Formado em Desenho pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (2004), Holmer é Mestre em Comunicação e Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná (2008). Trabalha com Poéticas Tecnológicas desde 2001.
Quem visita uma exposição do artista pode encontrar robôs interativos, seres virtuais autônomos, GameArt, documentários fílmicos e códigos computacionais, produzidos a partir de sua pesquisa, focada em vida artificial e robótica através da semiótica, suas interfaces de interação e a gameficação da contemporaneidade.
Entre os recursos utilizados, Jack Holmer faz uso da impressão 3D, tecnologia que possibilita que obras criadas em um software transitem da tela de um computador para o universo físico.  O objeto criado em ambiente virtual faz sua passagem para o mundo fenomenológico (ou do concreto), onde as leis da física modificam suas propriedades originárias, concebidas no virtual.
O artista trabalha com afetividade entre objetos tecnológicos e o humano por meio da interação de seus corpos, criando memórias em ambos, assim como narrativas relacionais. Seu projeto está sendo desenvolvido há 4 anos e em 2016 participou da Residência Artística na Teton ArtLab (EUA) e esteve na shortlist do COLLIDE International Award - Arts CERN (Suíça). Em 2017,  ganhou uma exposição individual no The Center (EUA) e uma coletiva no ZAZ Festival (Israel). Em 2018, foi apresentada na Bienal de Arte Digital, no Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Os trabalhos de Jack Holmer ficam em cartaz até 11 de março, de segunda a sexta das 10h às 19h; sábados das 10h às 17h. Mais informações: somagaleria@gmail.com ou 99981-1613. A entrada é gratuita.

Almoços dos fins de semana são embalados ao som de piano no Shopping Curitiba


O Menu Musical, projeto do Shopping Curitiba que recebe grandes nomes da música instrumental, além de novos talentos que encantam o público, completa dez anos em 2019.
Embalando o Largo Curitiba (piso L2) há uma década, o Menu Musical estreia um novo formato em fevereiro. As apresentações passam a acontecer aos fins de semana, sempre das 13h às 15h, gratuitamente.
Quem comanda a atração musical durante todo o mês é Ana Maria Ribeiro. Formada em piano clássico pelo Conservatório Musical Santa Clara, tornou-se especialista em música italiana devido ao trabalho realizado por muitos anos em cantinas e trattorias de São Paulo junto do seu pai, o tenor Augusto Ribeiro.

Mais informações: 3026-1000 ou www.shoppingcuritiba.com.br.

Oficina interativa da Bienal acontece no MON neste sábado


Uma oficina direcionada ao público adulto acontece neste sábado (2), no Museu Oscar Niemeyer (MON). A atividade faz parte da edição comemorativa de 25 anos da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba, reconhecida como um dos principais eventos de arte do circuito mundial.
O encontro começa com uma visita mediada à exposição “Mergulhador”, de Leonardo Kossoy, dando ênfase à série Only You. A proposta inicial é motivar os participantes a refletirem sobre os desafios e possibilidades de um relacionamento social ou afetivo. Depois deste momento, o grupo é dividido em duplas que desenvolvem uma atividade prática.
Para o público infantojuvenil, a partir de 11 anos, a Bienal oferece a oficina interativa “Amarelinha Reflexiva: um tour interativo pela Bienal”, que terá sua próxima edição em 13 de fevereiro.
As atividades começam com uma visita guiada, para um grupo de no máximo 15 pessoas, à obra “Rayuelarte”, um jogo de amarelinha que abordará o trabalho da artista Patrícia Pellegrini sobre a vida e obra de Marta Minujín. Após a visita, acontece a proposta prática da oficina.
Na sequência, o grupo segue até a obra “Que Soy”, de Dolores de Argentina, para uma reflexão sobre os espaços públicos ocupados pelas obras de arte e questões socioambientais levantadas pela artista. Após, há visita à exposição “Dragão Floresta Abundante” (sala 9), do artista Christus Nóbrega.
Ao final, o grupo analisa a obra “Fábrica de Pipas”, também de Nóbrega, localizada no subsolo do museu. A oficina é finalizada com uma dinâmica. Nesta, são divididos dois grupos para a criação de duas amarelinhas com desenhos cronológicos sobre a visita que participaram e, em seguida, há um pequeno debate entre os participantes.
O projeto Bienal Interativa é uma parceria da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba 2018 | 25 anos com o Projeto Educativo da Bienal. Oficinas interativas e práticas para crianças e adultos acontecem em janeiro e fevereiro, no MON.
As inscrições para participar das oficinas são feitas previamente por e-mail. Interessados devem mandar nome completo, idade, telefone de contato e nome da oficina pretendida para educativo@bienaldecuritiba.org.

Mais informações: 3350-44000 ou www.museuoscarniemeyer.org.br


quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Zig Koch comanda Workshop de Fotografia de Arquitetura em Curitiba


Nos últimos anos, o segmento da arquitetura se transformou em um espaço importante de atuação para fotógrafos. Apostando em novas técnicas e em uma visão muito bem direcionada, os profissionais passaram a ser muito disputados pelas mais variadas empresas que atuam no sempre agitado mercado da arquitetura e decoração.
Pensando em nisso, o curso de Fotografia do Centro Europeu vai promover um workshop especial de Fotografia de Arquitetura, com foco no aprendizado de técnicas práticas, a partir do dia 1º de fevereiro. Voltada para pessoas que já possuem conhecimento básico de fotografia, a atividade será comandada pelo renomado fotógrafo Zig Koch, que atua há mais de 30 anos no segmento.
A atividade vai permitir que os fotógrafos conheçam conceitos, ferramentas e técnicas importantes para apresentar materiais fotográficos em que as pessoas tenham uma melhor compreensão de lugares que não puderam visitar e até mesmo entender a essência que englobe uma construção. A ideia é que os participantes saiam do workshop preparados para retratar o ponto forte de cada projeto arquitetônico utilizando conhecimentos sobre perspectiva, lentes e correções na pós-produção, além de valorizar os espaços com a incidência correta da luz.
O Workshop de Fotografia de Arquitetura será realizado nos dias 1º, 2, 8 e 9 de fevereiro, com aulas das 19h15 às 22h30 (sextas) e das 8h30 às 16h15 (sábados). As atividades acontecem na sede do Centro Europeu do bairro Batel (Rua Benjamin Lins, 999). As inscrições custam R$ 600,00. Mais informações no site www.centroeuropeu.com.br ou pelo telefone 3233-6669.

“Blefes Excêntricos’ é a atração da Caixa Cultural deste fim de semana


A Caixa Cultural Curitiba apresenta, de 1º a 3 de fevereiro, o espetáculo “Blefes Excêntricos”, da companhia carioca Circo Dux. A peça, dirigida por Julio Adrião, apresenta a insólita rotina de dois indivíduos em disputa por um poder que, por si só, nada pode. Uma ação dramática contínua revisita o universo da magia e dos excêntricos musicais, onde números clássicos são tratados como acidente de percurso. Habilidade, mistério, absurdo, humor e poesia, num jogo de cena onde a palavra não faz falta. No elenco, Lucas Moreira e Fabricio Dorneles.
“Blefes Excêntricos” apresenta um mergulho no universo dos artistas das feiras de outrora, dos espetáculos de magia e dos palhaços excêntricos. O espetáculo revisita estes universos apresentando números que acontecem como acidentes de um cotidiano, num divertido exercício de criação e solução de problemas. O roteiro foi inteiramente desenvolvido na sala de ensaio. A pesquisa prática/técnica dos atores e a observação curiosa e paciente da direção foram a base para a criação do espetáculo.

SOBRE O CIRCO DUX - Formada pelos artistas circenses Fabrício Dorneles e Lucas Moreira, desde 2005 a companhia vem criando novos números, sempre construindo histórias e personagens baseados no universo do circo, dos parques de atrações, feiras populares e cabarés de variedades.
O grupo em seus 12 anos de existência, apresentou espetáculos, números cômicos e participou de diversos cabarés de variedades em picadeiros, praças e palcos do Brasil e exterior. Seus principais trabalhos são: “Mix Dux” (2016), “Blefes Excêntricos” (2013), “Zarak Show – As Aventuras de Darius e Igor” (2010), “Dux + 3” (2007) e “Circo Dux” (2005).

Indicadas para maiores de 14 anos, as encenações de “Blefes Excêntricos” acontecem sexta e sábado, às 20h, e domingo, às 19h. Os ingressos custam R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia, conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito Caixa). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura. Mais informações: 2118-5111.

Show de mágica e ilusionismo abre programação de fevereiro no Shopping Estação


O mágico Botura, um dos mais jovens artistas a se dedicar ao estilo clássico da arte do ilusionismo, comanda o palco do Faz de Conta, no Shopping Estação, neste sábado (2). Ele vai apresentar o espetáculo “Fantasy”.
Na apresentação, gratuita e aberta ao público, que tem início às 16h, a plateia terá muitas surpresas como a aparição de pombos e também velas, bengalas e um grande guarda-sol em meio a uma cascata de lenços coloridos.

TRAQUINAGENS - Já no Teatro de Bonecos Dr. Botica, promovido pelo Instituto Boticário, o público assiste a “Traquinagens”, da Cia7Art. No enredo da peça aparecem emoções e situações típicas do universo das crianças, tais como suas curiosidades, medos, conquistas, jogos e brincadeiras.
As apresentações acontecem nos dias 31, 1º, 2 e 3, às 13h, 15h e 17h. Os ingressos custam R$ 20,00 e R$ 10,00 (estudantes, idosos e crianças de 3 até 12 anos).

BITA E OS ANIMAIS - O musical “Bita e os Animais”, sucesso entre as crianças, volta ao Teatro EBANX Regina Vogue neste fim de semana (2 e 3). O espetáculo é um convite à imaginação, com músicas autorais, feitas para toda a família.
As apresentações têm início às 16h. Os ingressos estão à venda pelo Disk Ingressos, a R$ 60,00 e R$ 30,00 (meia).

Mais informações: 3094-5300 ou www.shoppingestacao.com.br

Obra de aventura romântica entre mundos paralelos é lançada na Livraria Cultura


Na noite desta sexta-feira (1º), às 19h, a jovem escritora pontagrossense Alexia Liz Narok Estevan, autora da obra “Pynian: O Começo do Fim” estará na Livraria Cultura do Shopping Curitiba em uma sessão de autógrafos. Alexia tem 16 anos e a obra, de 430 páginas, é uma publicação da editora portuguesa Chiado e estará disponível nas principais livrarias do Brasil e de Portugal.
O livro é uma aventura romântica entre mundos paralelos. Na sinopse, Allyss é uma menina solitária, que recebe uma surpresa terrível e inusitada na cerimônia para celebrar seus 15 anos. O mundo da forma em que ela conhecia estava prestes a mudar. O passado, o presente e o futuro se entrelaçam e misturam, em uma confusão caótica de lembranças, pensamentos e ideias.
A Livraria Cultura está localizada no piso L3. Mais informações pelo telefone 3941-0292 ou pelo site www.livrariacultura.com.br.

Prefeitura de Curitiba divulga programação do Carnaval 2019


Com diversas atrações programadas até o início de março, a Prefeitura e a Fundação Cultural de Curitiba divulgaram nesta quarta-feira (30) a programação oficial do Carnaval 2019. Os eventos pré-carnavalescos começam neste domingo (3), na Praça João Cândido (Ruínas de São Francisco) com o Garibaldinho – uma festa para as crianças animada pelo bloco Garibaldis e Sacis. A programação continua com as saídas do bloco no Sítio Cercado e na Avenida Marechal Deodoro, a eleição do rei e da rainha do Carnaval, os desfiles das escolas de samba, o Baile Infantil e a marcha Zombie Walk.
A programação foi planejada para garantir que os curitibanos festejem o Carnaval com animação e segurança. Este ano temos como novidade dois dias de desfiles das escolas de samba, ampliando ainda mais as opções de diversão”, diz a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro. Todos os eventos são gratuitos.

PRÉ-CARNAVAL - O Garibaldinho abre oficialmente a programação neste domingo (3), das 15h às 19h, com toda animação do bloco de foliões que há 20 anos faz do carnaval curitibano uma grande festa. O bloco de pré-carnaval Garibaldis e Sacis também sai às ruas em outros dois domingos. No dia 17 de fevereiro, o encontro acontece na Rua São José dos Pinhais, no bairro Sitio Cercado e, no dia 24, na Rua Marechal Deodoro. Sempre das 15h às 19h.
A escolha do Cortejo Real e os ensaios das escolas de samba também estão na programação. Abre o desfile na Avenida Marechal Deodoro, no dia 2 de março, o baile infantil, das 15h às 17h. Na sequência acontece o desfile das escolas do Grupo Especial, previsto para encerrar mais cedo que nos anos anteriores, às 2h30 da manhã. No domingo (3/3), a avenida recebe as Escolas do Grupo de Acesso e os blocos carnavalescos.
A folia termina com a Marcha Zombie Walkie, que fará o percurso da Boca Maldita até a Praça Santos Andrade, no dia 3. O encerramento com a apuração das e proclamação da escola campeã acontece no Memorial de Curitiba, na segunda-feira, 4 de março.
  
PROGRAMAÇÃO DO CARNAVAL:

Pré-Carnaval Garibaldinhos 2019
Local: Praça João Cândido – Ruínas de São Francisco
Data: 03/02/2019
Horário: 15h às 19h
Gratuito

Concurso de Escolha do Cortejo Real – Carnaval 2019
Local: Memorial de Curitiba
Data: (a confirmar)
Horário: 20h30
Gratuito

Pré-Carnaval Garibaldis e Sacis 2019
Local: Rua São José dos Pinhais, entre as Ruas Nova Aurora e Dr. Lauro Gentio Portugal Tavares – Sitio Cercado – Regional Bairro Novo
Data: 17/02/2019
Horário: 15h às 19h
Gratuito

Montagem Estruturas Desfile das Escolas de Samba Carnaval 2019
Local: Avenida Marechal Deodoro
Período: 23/02/2019 a 01/03/2019

Pré-Carnaval Garibaldis e Sacis 2019
Local: Avenida Marechal Deodoro
Data: 24/02/2019
Horário: 15h às 19h
Gratuito

Baile Rancho das Flores – Carnaval 2019
Local: Buffet Batel
Data: 26/02/2019
Horário: 13h300 às 16h30
Parceria: Fundação Cultural de Curitiba e Fundação de Ação Social

Baile Infantil (matinê) – Carnaval 2019
Local: Avenida Marechal Deodoro
Data: 02/03/2019
Horário: 15h às 17h
Gratuito

Desfile das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos – Carnaval 2019
Local: Avenida Marechal Deodoro
Datas: 02 e 03/03/2019
Horário: 02/03, das 17h às 02h30, e 03/03, das 18h às 02h30
Gratuito

Marcha Zombie Walk 2019
Local: Boca Maldita e Praça Santos Andrade
Data: 03/03/2019
Horário: 12h às 18h
Gratuito

Apuração das Notas do Desfile das Escolas de Samba
Local: Memorial de Curitiba
Data: 04/03/2019
Horário: 15h às 19h
Gratuito


ENSAIOS DAS ESCOLAS DE SAMBA:

Escola de Samba Acadêmicos da Realeza
Local: Rua Roberto Barroso, 1190- Mercês (Vasquinho)
Dias de ensaios: Quintas-feiras, das 19h30 às 22h, e domingo, das 16h às 20h
Com cobrança de ingresso

Escola de Samba Mocidade Azul
Local: Rua Waldemar Cavanha, 660- Fazendinha
Dias de ensaios: Sextas-feiras e sábados, das 20h às 22h, e domingos das 16h às 20h
Entrada franca

Escola de Samba Imperatriz da Liberdade
Local: Rua Rubens Doria de Oliveira, 131- Sítio Cercado
Dia de ensaio: Quartas-feiras, das 20h às 22h
Entrada franca

Escola de Samba Enamorados do Samba
Local: Rua Dona Saza Lattes, 118- Uberaba
Dia de ensaio: Sábados, das 17h às 22h
Entrada franca

Escola de Samba Embaixadores da Alegria
Local: Rua Doutor Celso Luiz Peixoto Ribas, 3450 – Santa Quitéria
Dias de ensaios: Sextas-feiras e sábados, das 19h30 às 22h
Entrada franca

Escola de Samba Leões da Mocidade
Local: Rua Joaquim de Freitas, 386 – Boqueirão – Associação Beneficente Santo Inácio de Loyola
Dias de ensaios: Segundas e quartas-feiras, das 20h às 22h
Entrada franca

Escola de Samba Império Real de Colombo
Local: Rua Rubens Doria de Oliveira, 131- Sitio Cercado
Dia de ensaio: Quintas-feiras, das 20h às 22h
Entrada franca

Escola de Samba Os Internautas
Local: Rua 22 de abril, 305 – Cidade Pinhais
Dia de ensaio: Segunda a sexta-feira, das 19h30 às 21h30
Entrada franca

Bloco Carnavalesco Boêmios e Madames
Local: Rua Miguel Chapula, 326 – Pinheirinho – Associação dos Gráficos
Dia de ensaio: Sábados, das 12h às 17h
Entrada franca

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Unindo o mundo físico com o digital, “Duelo de Gigantes” é a nova atração de férias em Curitiba


O Shopping Curitiba está sempre ligado nas tendências, levando ao público atrações tecnológicas e interativas. Nas férias de verão de 2019 a proposta não é diferente: o público tem a oportunidade de conferir o “Duelo de Gigantes”, brincadeira que traz o conceito fígital – uma união entre o mundo físico e o digital em uma parede de escalada de seis metros de altura.
Com produção da Chroma Garden, estúdio de inovação e criação audiovisual, a brincadeira está instalada na Praça de Eventos do shopping (piso L2). Além de escalar em um painel de LED interativo, os participantes, em duplas, podem escolher o seu robô para duelar e o cenário do jogo em uma tela touch, com seis opções diferentes de poderes da natureza (energia, fogo, gelo, pedra, metal e floresta). Quem conseguir a maior pontuação durante a escalada ganha a brincadeira. Essa pontuação é fruto da interação dos participantes com o painel, exemplificando: as agarras utilizadas para a subida podem conter bônus ou ônus, além da agarra final, no topo da parede de escalada. Durante a escalada os participantes recebem o feedback de quantos metros de altura estão do chão, em tempo real.
O duelo tem, em média, duração de cinco minutos e podem participar crianças com idade acima de cinco anos e adultos que pesam até 100 kg. O regulamento está em www.shoppingcuritiba.com.br/eventos/duelo-de-gigantes

ESPAÇO INSTAGRAMÁVEL - Também na Praça de Eventos, ao lado da parede de escalada, foi montado um espaço instagramável, para as famílias tirarem fotos com suas câmeras e celulares. Contêiners e robôs gigantes fazem parte da decoração.

Mais informações: 3026-1000 ou www.shoppingcuritiba.com.br

V Gramado in Concert começa nesta sexta-feira, 1º de fevereiro


O V Gramado in Concert – Festival Internacional de Música acontece de 1º a 9 de Fevereiro oferecendo uma intensa programação com o melhor da música erudita em concertos de orquestras, grupos de câmara e solistas com artistas nacionais e internacionais. O evento vai reunir cerca de 300 alunos do Brasil e de países como Uruguai, Argentina, Costa Rica e Chile em meio a atrações como concursos de composição erudita e de jovens solistas, grupos de câmara do Brasil e Peru, além da participação da Orquestra Sinfônica de Gramado e da Orquestra de Cordas da Universidade Federal de Minas Gerais. Estão confirmadas, também, a vinda de professores de países como a Hungria, França, Alemanha, Argentina, Chile e Coreia do Sul.
As quatro primeiras edições do Gramado in Concert foram realizadas pela Secretaria de Turismo de Gramado e agora, pela primeira vez, via Secretaria de Cultura de Gramado. O secretário Allan John Lino, criador da Orquestra Sinfônica de Gramado e diretor geral do festival nas quatro primeiras edições, destaca a concepção pedagógica do evento.  Trata-se de uma atividade cultural do município que oportuniza a qualificação musical”, enfatiza.  Vale lembrar que, também pelo quinto ano consecutivo, a direção artística está a cargo do Maestro Linus Lerner e a coordenação artística do Maestro Leandro Libardi Serafim.
No lançamento do evento, ocorrido na terça-feira (22/1) no Serrazul Hotel, o prefeito de Gramado, Fedoca Bertolucci, destacou a importância de Cultura e Turismo andarem juntas. Lembrou, ainda, que o evento tem proporcionado o crescimento de músicos que hoje atuam junto a grandes orquestras mundiais, citando o caso do gramadense Leandro Libardi Serafim, que hoje faz doutorado no Canadá.
O evento vai proporcionar oficinas dos mais variados instrumentos e práticas orquestrais. Ao todo, são 300 vagas para alunos de música brasileiros e internacionais que participarão de 19 modalidades de oficinas e cinco práticas de grupo. A equipe conta com 29 professores e três pianistas acompanhadores de renome nacional e internacional, como solistas, músicos de grandes orquestras e professores universitários. O Gramado in Concert promove ainda, pela quarta vez consecutiva, o Concurso de Composição Erudita no intuito de incentivar a composição de novas obras sinfônicas e já selecionou a obra vencedora que será devidamente apresentada ao longo da programação. Destaque também para o II Concurso Jovens Solistas, que selecionou 15 talentos inscritos e irá premiar os três melhores.  E nesta quinta edição, pela segunda vez, o evento lançou edital e selecionou três Grupos de Câmara Residentes.  No total serão oferecidas 12 bolsas integrais que serão divididas entre dois ou três grupos de câmara brasileiros ou internacionais inscritos e selecionados. Durante o evento estes grupos farão recitais, participarão de coachs de música de câmara, de oficinas de instrumento e das práticas de orquestra, recebendo sem custos a inscrição no evento, a hospedagem e toda a alimentação durante os nove dias de evento.
A Secretaria da Cultura espera a participação de cerca de 100 mil pessoas, entre gramadenses e visitantes, nas mais de 40 atividades ao longo dos nove dias do evento. A programação é totalmente gratuita e está disponível no site gramadoinconcert.com.br

Teatro Bom Jesus tem cineclube gratuito em todas as segundas-feiras de fevereiro


O Teatro Bom Jesus retomou os encontros do Cineclube Espoletta. Todas as segundas-feiras, sempre a partir das 18h, são apresentados clássicos do cinema mundial que, muitas vezes, não são conhecidos pela maioria do público. Todas as sessões são seguidas de debates com os espectadores.
Em fevereiro, serão exibidos filmes de um dos mais importantes cineastas norte-americanos, Robert Altman, todos produzidos na década de 70. A entrada é gratuita. O Teatro Bom Jesus fica na Rua 24 de Maio, 135, Centro

Confira a programação:

4 de fevereiro
IMAGENS (1972, foto) - Cathryn (Susannah York) é uma dona de casa esquizofrênica que passa a ser perseguida por aterrorizantes assombrações. Entre as aparições, ela consegue reconhecer um homem, com quem teve uma relação sexual conturbada no passado. Com o tempo, Cathryn toma a decisão de matar seus “demônios”, sem estar convencida se eles são apenas fragmentos de suas memórias e alucinações ou se realmente existem. Susannah York ganhou o Oscar de melhor atriz por este filme.

11 de fevereiro
O PERIGOSO ADEUS (1973) - O detetive Philip Marlowe (Elliott Gould) dá carona ao amigo Terry Lennox (Jim Bouton) até Tijuana. Pouco tempo depois, Marlowe descobre pela polícia que Lennox cometeu suicídio. Enquanto investiga o que de fato aconteceu, ele é contratado por uma bela mulher que deseja encontrar o marido alcoólatra que está desaparecido.

18 de fevereiro
RENEGADOS ATÉ A ÚLTIMA RAJADA (1974) - Dois fugitivos de uma penitenciária se juntam a mais um bandido e começam a roubar bancos nas cidadezinhas que encontram na estrada. O mais novo logo se apaixona por uma garota, enquanto o mais velho procura um antigo amor. Já o terceiro, cada vez mais, se torna um alcoólatra e mulherengo incorrigível. Suas personalidades diferentes acabam dificultando seus assaltos e, eventualmente, um sai errado.

25 de fevereiro
TRÊS MULHERES (1977) - Pinky Rose (Sissy Spacek) é uma jovem que acaba de conseguir um emprego em um spa de idosos. Mildred “Millie” Lammoreaux (Shelley Duvall), que já trabalha no local, é encarregada de orientar Pinky sobre o serviço. Ela se encanta com Millie e logo se torna sua amiga. Pinky passa a dividir um apartamento com Millie e fica cada vez mais dependente dela, mas a ligação obsessiva ameaça se romper quando ela vê que Millie levou para o apartamento Edgar Hart (Robert Fortier), um cowboy que é marido de Willie Hart (Janice Rule), uma artista local, que está grávida. Isto provoca uma forte discussão entre Pinky e Millie, que gera um grave fato que, por sua vez, provoca uma grande mudança de comportamento de ambas.

Esperado pelas crianças, “Bita e os Animais” retorna a Curitiba


O mês de fevereiro começa divertido para os pequenos. O Bita, personagem mais que querido pelo público infantil, volta a subir no palco do Teatro EBANX Regina Vogue (Shopping Estação). As apresentações de “Bita e os Animais” acontecem nos dias 2 e 3 de fevereiro (sábado e domingo), às 16h.
No roteiro do espetáculo, o Bita sai em suas viagens musicais cantando e brincando com muitos tipos de animais, apresentando os habitats, os costumes e principais características dos bichos, tudo repleto de alegria. A principal missão do Bita é fazer com que seus amigos vivenciem experiências de maneira leve e atrativa. Uma viagem à imaginação.
Ingressos já estão à venda no site do Disk Ingressos, com o valor de R$ 60,00 e R$ 30,00 (meia). Mais informações: 3094-5300 ou www.shoppingestacao.com.br

Museu Oscar Niemeyer sedia oficina interativa da Bienal nesta quarta-feira


O público infantojuvenil a partir de 11 anos é o alvo da oficina interativa “Amarelinha Reflexiva: Um Tour Interativo Pela Bienal”, que acontecerá nesta quarta-feira (30) no Museu Oscar Niemeyer – MON. As atividades têm início às 15h, com entrada gratuita, mas é necessário fazer a inscrição antecipadamente pelo e-mail educativo@bienaldecuritiba.org. As vagas são limitadas.
A oficina começará com uma visita guiada, para um grupo de no máximo 15 pessoas, à obra “Rayuelarte”, um jogo de amarelinha onde será abordado o trabalho da artista Patrícia Pellegrini sobre a vida e obra de Marta Minujín. Após a visita haverá uma proposta prática da oficina.
Na sequência, o grupo seguirá até a obra “Que Soy”, de Dolores de Argentina, para uma reflexão sobre os espaços públicos ocupados pelas obras de arte e questões socioambientais levantadas pela artista. Na sequência, haverá visita à exposição “Dragão Floresta Abundante” (sala 9), do artista Christus Nóbrega.
Ao final, o grupo verá a obra “Fábrica de Pipas”, também de Nóbrega, localizada no subsolo do museu. A oficina será finalizada com uma dinâmica. Nesta, serão divididos dois grupos para a criação de duas amarelinhas com desenhos cronológicos sobre a visita da qual participaram e, em seguida, haverá um pequeno debate entre os participantes.
A oficina “Amarelinha Reflexiva: Um Tour Interativo Pela Bienal” será promovida novamente nos dias 13 e 27 de fevereiro.

PROPOSTA - O projeto Bienal Interativa é uma parceria da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba 2018 | 25 anos com o Projeto Educativo da Bienal. Oficinas interativas e práticas para crianças e adultos acontecem em janeiro e fevereiro, no MON.
A segunda oficina, que será promovida aos sábados (2 e 16/2), é direcionada a maiores de 18 anos. “Desafios e Possibilidades de um Relacionamento Inspirada na Obra ‘Only You’, de Leonardo Kossoy” iniciará com uma visita mediada à exposição “Mergulhador”, de Leonardo Kossoy, dando ênfase à série “Only You”.
Durante a mediação serão desenvolvidas reflexões sobre pensamento binário/dualidades, individualidades, singularidades e relacionamento a dois. Em seguida, os visitantes serão conduzidos ao espaço da oficina.
Inicialmente, os mediadores vão motivar os participantes a refletirem sobre os desafios e possibilidades de um relacionamento social ou afetivo. Depois, o grupo será dividido em duplas que desenvolverão uma atividade prática.
As oficinas fazem parte da edição comemorativa de 25 anos da Bienal Internacional de Arte Contemporânea de Curitiba, reconhecida como um dos principais eventos de arte do circuito mundial.

Mais informações: 3350-4400 ou www.museuoscarniemeyer.org.br

Lançamento de livro e debate marcam o Dia do Quadrinho Nacional


O Dia do Quadrinho Nacional, celebrado nesta quarta-feira (30), será especial na Gibiteca de Curitiba. O desenhista José Aguiar vai lançar o livro “Malu – Pequena, Comum e Extraordinária” e coordenar um debate sobre “Quadrinhos e Adolescência”, com a participação das autoras Amanda Barros, Mylle Silva e Amanda Spitzer. A programação especial é gratuita e aberta ao público.

O lançamento do novo livro de José Aguiar, com abertura de exposição, será às 19h. No debate, marcado para as 20h, as autoras vão contar como os quadrinhos influenciaram suas carreiras, especialmente a partir da adolescência.
Malu é uma personagem adolescente do quadrinista curitibano José Aguiar, que teve suas tiras e histórias publicadas a partir do ano 2000 nos jornais Gazeta do Povo, Jornal do Estado e no Guia Curitiba Apresenta, da Fundação Cultural de Curitiba.
As melhores HQs dessa fase foram reunidas numa edição de colecionador, que será distribuída gratuitamente em seu lançamento.  


Autoras convidadas

Amanda Barros - Formada em design gráfico pela PUCPR, foi ganhadora do 4º Prêmio Ibema de Gravura em 2014. É a diretora de arte da Ursereia Estúdio e Editora e dedica-se a escrever e desenhar a série “Cassandra & The Flaming Puppies”, além de fazer o projeto gráfico das HQs de outros autores.

Mylle Silva - Escritora, roteirista e professora de Escrita Criativa e Roteiro para HQ. Formada em Comunicação Social na PUCPR, publicou as HQs A Samurai, A Samurai: Yorimichi, A Samurai: Primeira Batalha e Guia Básico e Prático para sua próxima História em Quadrinhos.

Amanda Spitzner - Autora de quadrinhos desde 2009, quando fazia projetos de pesquisa na área na Univille, em Joinville. Se profissionalizou na área em 2011 quando se mudou para a Irlanda, onde publicou tiras semanais no seu site Exploding Comics, em parceria com o escritor Hugo Boylan. No ano passado mudou-se para Curitiba, onde mantém a sua produção.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Oficina de Música chega ao fim com público de 50 mil pessoas em 250 eventos


Nos 12 dias de programação, a 36ª Oficina de Música de Curitiba levou a 14 espaços culturais da cidade aproximadamente 50 mil pessoas, que assistiram aos concertos e shows. Nesta edição, foram 250 eventos, 60 deles gratuitos.
De 16 a 27 de janeiro, ritmos variados embalaram a cidade, da música erudita à tecnológica instrumental, do jazz ao forró, dos ritmos do Sul ao Nordeste, a MPB de muitos sotaques e histórias. A edição teve homenagens a Waltel Branco (1929-2018), maestro e arranjador paranaense reconhecido internacionalmente. “Uma figura esplêndida da nossa história, da história do mundo, do universo”, lembrou o diretor da Orquestra à Base de Sopro, Sérgio Albach.
Em cada canto da cidade, uma apresentação. “Comemoramos a acolhida que a cidade deu aos 2.000 alunos, 80 deles estrangeiros, aos 110 professores e o sucesso de público, em todos os espetáculos apresentados ao ar livre, nos parques, nos teatros, nas igrejas, que encerrou com a ópera de Bizet, onde as crianças de Sevilha foram vividas por 80 curitibinhas”, comemorou o prefeito Rafael Greca.

INCLUSÃO - Pela primeira vez, pessoas com deficiências visual e física tiveram a oportunidade de aprender e mostrar o talento em três oportunidades. Na Oficina de Percussão Especial, tiveram aula com o músico Luciano Candemil, percussionista e compositor que trabalha como professor na Educação Especial voltada para o desenvolvimento rítmico-corporal. E também nos cursos Raízes da Música: Elementos do Som e da Apreciação Musical para Pessoas com Deficiência Visual e Fundamentos do Sistema Braille e da Musicografia Braille, ambos com o professor Luiz Amorim.
Agradeço muito, por mim e pelos alunos, a acolhida. Essas oficinas fizeram de Curitiba uma cidade mais inclusiva, mais acessível, um lugar mais acolhedor para todos. Curitiba foi exemplo”, disse Amorim.

MISSÃO CUMPRIDA - A Oficina de Música chegou ao fim com sucesso, garante o presidente do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), Marino Galvão. “Concluímos nosso objetivo, chegamos aonde queríamos chegar. O resultado disso é o que vimos todos os dias: casas cheias, os espaços muito concorridos, a presença do público em todos os tipos de eventos, isso é muito gratificante”, comemorou Marino.
Agora é pensar em 2020, disse o diretor da Oficina de Música Popular Brasileira e de Música Instrumental e Tecnologia, João Egashira. “A gente não para. Já temos pensado em muitos professores, músicos, compositores. Uma Oficina desse tamanho se realiza através de um extenso trabalho de pesquisa e parceria”, contou Egashira.
A equipe da Oficina de Música foi coordenada por Janete Andrade. “A Oficina é maravilhosa, é o esforço de muita gente envolvida. Quando você chega ao final, vê olhar de esperança em cada um desses meninos que estiveram nos palcos. Saber que você contribui e orientou para que isso acontecesse, faz tudo valer a pena”, disse Janete.
A 36ª Oficina de Música de Curitiba, organizada pela Prefeitura de Curitiba, teve o apoio cultural da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap), do Centro Cultural Teatro Guaíra e da Família Farinha. Foi patrocinada pela Sanepar, Copel Telecom e Caixa Econômica Federa, realizada pela Prefeitura de Curitiba, FCC e Icac e beneficiada pelas leis de incentivo à cultura do governo federal e do Estado do Paraná.


quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Cinco músicos, dez mãos, um piano e muitas surpresas nesta sexta-feira na Oficina


Dez mãos e um piano. Assim é a PianOrquestra, que nesta sexta-feira (25) estreia em Curitiba o novo espetáculo,  “Timeline”, no Teatro da Reitoria, às 21h.
O concerto do grupo carioca, uma das atrações da 36ª Oficina de Música, foi considerado um dos dez melhores do ano pelo Jornal O Globo.
Os músicos usam luvas, baquetas, palhetas de violão, fios de náilon, sandálias de borracha, peças de metal, madeira, tecido e plástico para explorar as várias sonoridades produzidas pelo piano, que vira a orquestra de um instrumento só.
O espetáculo é cheio de surpresas artísticas e musicais, com obras de compositores brasileiros como Pixinguinha, Claudio Santoro, Milton Nascimento, Toninho Horta, Villa-Lobos, passando por Arvo Pärt, chegando à cena pop contemporânea mundial com Beatles e Michael Jackson.
“Timeline” voltou recentemente de uma turnê de 37 dias pela Europa, onde percorreu sete países: Estônia, Letônia, Alemanha, França, Suíça, Portugal e Espanha.

MAIS SHOWS - As crianças também têm programação especial nesta sexta-feira (25), na Oficina de Música. Os Garibaldinhos, uma versão para crianças preparada pelo bloco pré-carnavalesco Garibaldis & Sacis, vai levar brincadeira e fantasia ao Memorial de Curitiba. A folia começa às 18h30.
No começo da noite, às 19h30, no Reservatório do São Francisco, o guitarrista Emmanuel Bach apresenta seu trabalho autoral, que explora jazz contemporâneo, música brasileira e latina.
Na Capela Santa Maria, às 20h, um concerto especial vai reunir os professores de Música Antiga e a Orquestra Clássica da Oficina. Com teorbas, oboé barroco, guitarra barroca, cravo, o professor Rodolfo Richter faz a direção musical do concerto.

A Oficina de Música de Curitiba vai até domingo (27) com uma programação intensa de shows e concertos pela cidade. Todas as informações sobre os shows estão no site www.oficinademusica.org.br.

Festival de férias promovido pela Prefeitura levará diversão e brincadeiras gratuitas aos bairros


Crianças que estão em férias escolares em Curitiba terão à disposição muita diversão gratuita perto de casa. A Prefeitura vai promover entre o final de janeiro e o início de fevereiro o Festival de Férias - Verão 2019, que acontecerá entre os dias 28 de janeiro a 8 de fevereiro, de segunda a sexta, nas dez Administrações Regionais da cidade.
A Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) é a organizadora e coordenadora do evento. Serão colocadas à disposição dos pequenos várias atividades recreativas e esportivas, sob a supervisão de professores da Smelj.
A ordem é brincar e se divertir nesse período de férias escolares, aproveitando para fazer novos amigos. Um dia por semana, a Smelj vai disponibilizar brinquedos infláveis e camas elásticas, além das demais brincadeiras que serão feitas todos os dias. As atividades recreativas vão acontecer de segunda a sexta, das 14h às 17h.

Confira os locais das atividades do Festival de Férias – Verão 2019

Cajuru - Rua da Cidadania do Cajuru (Avenida Prefeito Mauricio Fruet, 2150) - de 28 de janeiro a 2 de fevereiro

Santa Felicidade - Rua da Cidadania de Santa Felicidade (Rua Santa Bertila Boscardin, 213) - de 28 de janeiro a 2 de fevereiro

CIC - Centro de Iniciação ao Esporte (Rua Sebastião Ribeiro Batista, 152) - de 28 de janeiro a 2 de fevereiro

Portão/Fazendinha - Rua da Cidadania do Fazendinha (Rua Carlos Klemtz, 1700) - de 28 de janeiro a 2 de fevereiro

Tatuquara - Centro de Esporte e Lazer Santa Rita (Rua Carlos Munhoz da Rocha, 620) - de 28 de janeiro a 2 de fevereiro

Bairro Novo - Centro de Esporte e Lazer Xapinhal (28 e 29/1) (Rua Francisco Claudino Ferreira, s/n) - 28 e 29 de janeiro
Centro de Esporte e Lazer Bairro Novo (30, 31/1 e 1/2) (Rua Ourizona, 1681) - 30 e 31 de janeiro e 1º de fevereiro

Boa Vista - Rua da Cidadania do Boa Vista (Avenida Paraná, 3600) - de 28 de janeiro a 2 de fevereiro

Pinheirinho - Centro de Esporte e Lazer Zumbi dos Palmares (30 e 31/1) (Rua Lothário Boutin, 289) - 28 e 29 de janeiro
Rua da Cidadania do Pinheirinho (1/2) (Avenida Winston Churchill, 2033) - 30 e 31 de janeiro e 1º de fevereiro

Matriz - CRAS Vila Torres (Rua Aquelino Orestes Baglioli, 120) - 4 a 8 de fevereiro

Boqueirão - Rua da Cidadania do Boqueirão (Avenida Marechal Floriano Peixoto, 8430) - de 28 de janeiro a 2 de fevereiro

Teatro de bonecos e números circenses estão na programação da semana do Shopping Estação


Mais uma semana com apresentações culturais tem início no Shopping Estação. A diversão e encantamento ficam por conta das programações do Teatro de Boneco Dr. Botica e do Faz de Conta.
Promovido pelo Instituto Boticário, o Teatro de Bonecos Dr. Botica (piso L1) apresenta “A Menina do Mundo da Lua”. Com produção da Substrato Cênico Produções Artísticas, o espetáculo conta a história de uma menina que olha para o mundo de um jeito muito especial. No mundo dela, a imaginação ganha asas e tudo é possível.
As apresentações acontecem nos dias 24, 25, 26 e 27 de janeiro, às 13h, 15h e 17h. Os ingressos custam R$ 20,00 e R$ 10,00 (estudantes, idosos e crianças de 3 até 12 anos).
Já no Espaço Faz de Conta (piso L1), no sábado (26), às 16h, o público assiste à peça “Acredite”, com Mariana Prado e Taque Tique Tá. O espetáculo de circo e música traz números cômicos e interativos, com tecido acrobático, equilíbrio em garrafas de vidro, dança, bola de contato, malabarismo, percussão corporal, piano e gaita. A apresentação é gratuita e aberta ao público.

Mais informações: 3094-5300 ou www.shoppingestacao.com.br

Edital de música da Casa Heitor encerra dia 31 de janeiro


O Sesi Cultura Paraná está selecionando projetos culturais na área de Música para compor a programação de 2019 do Centro Cultural Casa Heitor Stockler de França em Curitiba. A seleção é de âmbito regional e interessados podem se inscrever até as 18h do dia 31 de janeiro. Serão aceitas propostas voltadas para todas as classes etárias.
O edital oferece duas modalidades de inscrição, são elas: “Vozes da Cidade e de Outras Cidades” e “Acordes na Casa” - projetos idealizados pela Gerência de Cultura do Sesi-PR e que ocorrem anualmente na Casa Heitor. O primeiro abre espaço para a música popular urbana, destinado aos compositores, músicos e intérpretes de canções locais ou autorais, num formato mais intimista de duos ou trios.
“Acordes na Casa”, por sua vez, contempla artistas profissionais da música instrumental brasileira, internacional e étnica. O objetivo é proporcionar à comunidade o acesso a diferentes gêneros da música instrumental, bem como fortalecer a cultura da região.
Todos os procedimentos legais para a apresentação de propostas e envio da documentação solicitada estão descritos para consulta no site www.fiepr.org.br, em Licitações, no número 902/2018. Os projetos serão selecionados por uma comissão avaliadora e os resultados serão divulgados exclusivamente no site do Sesi Paraná, ainda no primeiro semestre de 2019.

Caixa Cultural abre a exposição “O Ordinário Rafael Sica”


A Caixa Cultural Curitiba apresenta, até dia 24 de março, a exposição: “O Ordinário Rafael Sica”. Com mais de 200 obras, a mostra faz um panorama da trajetória do artista gaúcho, que é um dos principais nomes das histórias em quadrinhos da atualidade. O público poderá conferir originais, gravuras, painéis e cadernos de estudos do artista. A exposição conta ainda com a mesa “Desenhe Errado”, um espaço interativo que convida o público a construir uma história em quadrinhos coletiva. A mostra já passou pelos espaços da Caixa Cultural de Fortaleza e Rio de Janeiro e tem entrada franca.
Rafael Sica é dono de um traço único que preza a riqueza de detalhes em uma narrativa silenciosa, mas extremamente contundente. Grande parte de sua obra é composta por quadrinhos sem textos, característica encarada por muitos críticos como um dos grandes diferenciais de seu trabalho. A ausência dos diálogos se mostra como uma abertura à interpretação do leitor: “Existe uma narrativa, mas é gráfica, visual. Exige que o leitor complete o trabalho. Fui tirando o texto das tiras, diminuindo o número de palavras, fui me dando conta de como isso potencializava as interpretações”, explica Sica.
A produção de Rafael Sica traz questionamentos sobre o modo de vida do indivíduo urbano. Suas tiras são minicontos que fogem do óbvio e da piada, e com um diferenciado tom surrealista, trazem críticas às neuroses das grandes cidades e à massificação das pessoas afogadas na rotina pós-moderna. A curadoria é de Weaver Lima, que reúne em sua carreira a curadoria de exposições na área dos quadrinhos como “Luiz Sá - 100 anos”, “Monstra Comix”, “HQ CE”, “Desenhomatic LTDA - Jaca e Zimbres”, “Seres Urbanos - Fanzines 90’s”, entre outras.

RAFAEL SICA - Nascido em 1979 em Pelotas (RS), Rafael Sica é reconhecido como um dos mais importantes autores de sua geração. Começou sua carreira na segunda metade dos anos 1990, publicando charges e tiras em jornais da sua cidade. No início dos anos 2000 passou a publicar no jornal Folha de S. Paulo e na internet lançando o blog “Ordinário”. A página foi criada com o objetivo de ser um portfólio virtual, mas acabou se transformando em um dos mais acessados sites de quadrinhos do país. Venceu por duas vezes o Prêmio HQ Mix nas categorias Novo Talento (2005) e Web Quadrinhos (2009). Em 2008, realizou “Cinza-Choque” sua primeira exposição individual no Museu do Trabalho, em Porto Alegre-RS. Tem livros publicados por diversas editoras do país: “Ordinário” (Companhia das Letras, 2011); “Tobogã” (Ed. Narval, 2013); “Novela” (BebelBooks, 2014); “FIM – Fácil e Ilustrado Manifesto” (Editora Beleléu, 2015); “Fachadas” (Editora Lote 42, 2017). Em 2017, foi convidado para participar do “Projeto Baiacu”, criado por Angeli e Laerte - uma residência artística na Casa do Sol, do Instituto Hilda Hilst, que resultou na revista “Baiacu” (Editoras Cachalote e Todavia, 2017). Sica também é um dos criadores da “Parada Gráfica”, evento anual que acontece em Porto Alegre- RS e reúne artistas da cena gráfica independente brasileira.

A mostra “O Ordinário Rafael Sica” pode ser visitada de terça a sábado, das 10h às 20h, e domingo, das 10h às 19h. Mais informações: 2118-5114. A entrada é franca.

Violinista francês Nicolas Krassik mistura samba, forró e jazz na Oficina nesta quinta


O público curitibano terá a oportunidade de assistir, nesta quinta-feira (24), um dos maiores músicos de jazz do mundo. O violinista francês Nicolas Krassik, que se apresentará no Teatro do Paiol, às 19h, promete um show vibrante para ouvir e também dançar, pois além de jazz tem choro, forró e samba.
Krassik já era um músico e tanto quando veio ao Brasil pela primeira vez, em 2001. Passou o carnaval no Rio de Janeiro, e se deixou levar para sempre pelos ziriguiduns, choros e sambas que ouviu no bairro boêmio da Lapa.
Instrumentista formado pelo Conservatório de Nacional de Música da França e aluno egresso de uma das melhores escolas de jazz do país, Nicolas Krassik, 49 anos, é um dos professores debutantes da 36ª Oficina de Música de Curitiba, que segue até domingo (27).
Já era apaixonado pela música brasileira que ouvia na França. A melhor coisa que fiz foi conhecer a Lapa e todo seu forte movimento instrumental”, diz Krassik, com sotaque carioca de fazer inveja à Garota de Ipanema.
Não demorou para o francês se inserir na cena do choro e do jazz urbano carioca, na companhia privilegiada de Yamandú Costa, Henrique Cazes, Eduardo Neves e Carlos Malta. “Quando vi, estava dando canja ao lado destes bambas”, lembra.
Nicolas Krassik radicou-se no Brasil ainda em 2001, e hoje mora em São Paulo. Desde então, já tocou e gravou com Beth Carvalho, Marisa Monte e João Bosco. Para homenagear a turma que lhe abriu as portas, lançou em 2004 o disco “Na Lapa”, com obras de Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Dominguinhos, Gilberto Gil e Luiz Gonzaga.
Em 2009, seu disco “Odilê, Odilá”, em que interpreta obras de João Bosco com arranjos do pianista e acordeonista Marcelo Caldi, foi incluído na relação de os melhores discos do ano, do jornal “O Globo”. Atualmente a música nordestina é seu mais novo interesse. Krassik criou o projeto “Cordestino”, em que se dedica ao forró e ao baião, sempre com o violino em destaque.

ENRIQUECEDOR - Participar da Oficina de Música, mesmo para um músico de currículo indiscutível, é uma oportunidade enriquecedora. “Serão duas semanas de encontros intensos, de trocas musicais com professores e alunos. Estou muito feliz por isso, e por saber que minha oficina está com as inscrições esgotadas”, diz o músico, que mesmo carregando a tradição francesa dos violinistas de jazz, irá ministrar o curso de Cordas Populares (violino, viola e violoncelo), reforçando o caráter eclético da Oficina de Música de Curitiba.
Com sólida formação erudita num continente historicamente musical como a Europa, Nicolas Krassik destaca a relevância e o ineditismo da Oficina de Música de Curitiba. “Por lá existem cursos e oficinas no meio erudito, geralmente no verão. Mas não assim, abrangente e musicalmente democrático”.

A programação da 36ª Oficina de Música de Curitiba continua até domingo (27) com muita música pela cidade. Os eventos podem ser consultados diretamente no site www.oficinademusica.org.br.