quarta-feira, 31 de outubro de 2012

uma música para o Halloween

Michael Jackson, "Thriller"

Fim de semana com muita diversão para as crianças

Durante o final de semana, os pequenos vão ter à disposição duas belas atrações teatrais. No Teatro Dr. Botica, o destaque fica por conta da peça "A Casa dos Contadores de Histórias", produzida pela Cia dos Ventos. As apresentações acontecem no sábado (3) e no domingo (4), com sessões às 15h e às 17h. Outra opção para as crianças, também no domingo (4), é o espetáculo "O Malefício da Mariposa", em cartaz no Teatro do Piá com apresentação gratuita às 11h.
Com texto e direção de Joelson Cruz, "A Casa dos Contadores de Histórias" aborda a vida de duas personagens que descobrem diversas pequenas histórias presentes em cada canto de uma casa. No palco, bonecos, atores e objetos dividem o espaço para conduzir o espectador por cada acontecimento sobre antigos moradores da residência. O elenco conta com Tadica Veiga, Helena Veiga e Sebasthian Cruz.
A comédia "O Malefício da Mariposa", de Federico Garcia Lorca, mergulha no universo dos insetos para retratar os dramas vividos por causa do amor. Com direção geral de Ana Rosa Tezza e direção de arte a cargo de Cristine Conde, a fábula faz uso da poesia para se aprofundar no imaginário dos pequenos seres do jardim. Os cenários, figurinos e bonecos são criações da companhia, e no elenco estão Alessandra Flores, Janine de Campos e Val Salles.

Ana Larousse realiza primeiro show solo no Paiol

Nesta quarta-feira (31), Ana Larousse se apresenta no Teatro do Paiol. Dona de uma voz doce e suave, a cantora realiza sua primeira apresentação solo. O show "Pra Não Espantar as Ausências" acontece a partir das 20h30, com ingressos a R$ 40,00 e R$ 20,00 reais.
Cantora e compositora, Ana Larousse está finalizando seu primeiro disco, "Tudo Começou Aqui". Com canções intimistas que exploram toda a delicadeza da musicista, Larousse pretende trazer ao show desta noite várias músicas do novo trabalho, além de canções inéditas, compostas em parceria com Leo Fressato.

Livro e exposição revelam uma Hollywood ‘nunca vista’

Um livro e uma exposição em Londres mostram fotos nunca vistas antes de grandes estrelas da chamada "era de ouro" de Hollywood.
Com fotos que mostram o que seria a "vida comum" de nomes como Rita Hayworth, Marilyn Monroe, Gary Cooper, John Wayne, Boris Karloff, Humphrey Bogart e outros, a exposição conta com um acervo privilegiado.

O livro "Hollywood Unseen" e exposição com mesmo nome, mostram uma mistura de imagens: algumas são posadas, com os atores junto com animais, por exemplo. Outras parecem ser mais íntimas, como fotos de férias ou do cotidiano.
Mas, o ponto em comum é que as imagens parecem mostrar como Hollywood tentou mostrar os famosos de uma forma positiva, como os agentes das estrelas tentavam, algumas vezes sem sucesso, criar a imagem certa para convencer o público da vida "normal" dos atores e atrizes.
A maioria das imagens é em preto e branco, feitas nos anos 40 e 50, e passam um pouco da nostalgia da "era dourada" do cinema americano.
Nesta foto, Stan Laurel e Oliver Hardy - o Gordo e o Magro - dão autógrafos a fãs de todas as idades.

MEC divulga lista de obras literárias selecionadas para o Programa Nacional Biblioteca da Escola

(ABr) - O Ministério da Educação (MEC) divulgou lista com as 360 obras literárias selecionadas para o Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE) de 2013. O programa vai distribuir cerca de 6,7 milhões de obras literárias em 85,2 mil escolas públicas de ensino fundamental e médio em todo o país.
De acordo com o MEC, o orçamento previsto é R$ 75 milhões para aquisição e distribuição das obras, divididas em seis acervos distintos, com 60 títulos cada um. Ao todo, são 180 títulos para os anos finais do ensino fundamental e a mesma quantidade para o ensino médio. As obras atenderão a 12,3 milhões de alunos do ensino fundamental e 7,4 milhões do ensino médio.
O acervo também estará disponível por meio da tecnologia Mecdaisy, um conjunto de programas que permite transformar qualquer formato de texto disponível no computador em texto digital falado.
O atendimento do PNBE é feito em anos alternados. Em um ano são contempladas as escolas de educação infantil, de ensino fundamental (anos iniciais) e de educação de jovens e adultos.  No ano seguinte, como ocorrerá em 2013, são atendidas as escolas de ensino fundamental (anos finais) e de ensino médio.
A lista das obras foi divulgada na íntegra no Diário Oficial da União desta segunda-feira (29).  Estão incluídas obras como A Invenção de Hugo Cabret, de Brian Selznick; Viagem ao Centro da Terra, do escritor Julio Verne; Dom Casmurro, de Machado de Assis; Moby Dick, de Herman Melville; Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar, e Nietzsche em HQ, da Singular Editora.

Ministra da Cultura vai estudar criação de editais para fotografia

(ABr) - Em encontro nesta quarta-feira (31) com a Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil (RPCFB), a ministra da Cultura, Marta Suplicy, encarregou a rede de produzir editais para fotografia e enviá-los para o Ministério da Cultura (MinC) para que possam ser analisados. Representantes da rede reclamaram da inexistência de editais específicos do governo federal para a área. Segundo o presidente da RPCFB, Iatã Cannabrava, a fotografia ainda não concorre em editais, por exemplo, da Petrobras e da Vale do Rio Doce.
A ministra disse que vai dialogar com a Funarte no intuito de promover projetos de fotografia junto ao órgão. Marta também informou que a nova lei que institui o Programa Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura (Procultura) está mais abrangente e dinâmica do que a atual Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).
O Procultura ainda tramita na Câmara, mas a ministra espera a aprovação pelos deputados até o final deste ano. Em esforço para agilizar o processo, Marta pediu para os senadores entregarem a relatoria ao senador José Sarney (PMDB-AP), criador da primeira lei em 1991.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

a arte do encontro

Tony Bennett & kd lang, MR "Blue Velvet"

Corrente e Virada promovem grande festa da cultura em Curitiba

Diante do sucesso das edições passadas, as perspectivas não poderiam ser melhores para a realização da 4ª Corrente Cultural de Curitiba, que culmina com a 3ª Virada Cultural.
Neste ano, a Corrente, que acontecerá entre os dias 3 e 11 de novembro, terá mais de 300 programações em 95 espaços da cidade, com entrada gratuita ou preços populares. Curitiba vai respirar e viver cultura intensamente: teatro, exposições, sessões de cinema, shows, rodas de leitura, palestras, oficinas de dança, workshops, programação infantil e intervenções artísticas nas ruas. Nos dias 10 e 11 a Corrente se encerra com a Virada Cultural.
A grande novidade em 2012, que promete atrair milhares de curitibanos e turistas, é o novo palco da Virada, em plena Boca Maldita, que a Secretaria de Estado da Cultura viabilizou com a parceria do Sesi, ICAC e Fundação Cultural. “A SEEC integra a Corrente desde sua primeira edição e agora estamos ampliando esta participação com o Palco Conexões, que faz parte da Virada Cultural Paraná”, informa Paulino Viapiana, secretário de Estado da Cultura.
O objetivo da Corrente Cultural é atrair a atenção da população para que se aproprie dos espaços de cultura e crie o hábito de consumir a boa programação que a cidade oferece o ano todo. De acordo com a presidente da Fundação Cultural de Curitiba (FCC), Roberta Storelli, a campanha publicitária deste ano – com o tema “Faça Parte dessa Mistura” – retoma em seu conceito a essência do evento. "É essa variedade de gostos, estilos e linguagens, a cultura da parceria, o encontro de diferentes agentes com o objetivo comum de proporcionar uma programação cultural de qualidade, acessível a toda a sociedade, que traduz a diversidade cultural da nossa cidade", afirma.

Palcos de Rua – Nos dias 10 e 11 de novembro a Virada Cultural apresentará, somente nos palcos, uma agenda com cerca de 40 shows musicais gratuitos para atender todos os gostos e públicos. Isso sem contar a programação intensa que acontece, paralelamente, em diversos espaços na cidade.
Haverá cinco palcos principais montados na Boca Maldita, Rua Riachuelo, Ruínas de São Francisco, Praça da Espanha e Praça Nossa Senhora da Salete que irão realizar uma programação ininterrupta de atrações nacionais e locais, além de parcerias inéditas entre artistas do Paraná e nomes consagrados da música brasileira. Os shows de Emílio Santiago com a Orquestra À Base de Sopro, de Oswaldinho do Acordeon e a Orquestra Sinfônica do Paraná, de Kleiton & Kledir e o Grupo Tholl e ainda de Zeca Baleiro com a Orquestra À Base de Corda certamente irão despertar o interesse do público.
A grade de programação da Virada Cultural de Curitiba ainda conta com artistas como Dudu Nobre, Arnaldo Antunes, Cauby Peixoto e Angela Maria, além das bandas paranaenses Nevilton, MUV, Trio Quintina e A Banda Mais Bonita da Cidade.
A programação completa, bem como todas as notícias, pode ser acompanhada no site da Corrente Cultural.

Museu Oscar Niemeyer tem visita guiada e fica aberto até as 20 horas nesta quinta-feira

O Museu Oscar Niemeyer (MON) realiza no dia 01 de novembro, o Mais MON, primeira quinta-feira do mês em que o horário é estendido. A partir das 18h30 haverá uma visita guiada com Aurea Leminski pela exposição "Múltiplo Leminski”, no Salão Principal (Olho). Esta é a maior mostra brasileira sobre Paulo Leminski e revela todas as múltiplas facetas do curitibano.
Até as 20 horas, o público poderá conferir as exposições em cartaz no MON, entre elas “Dorothea Wiedemann, aqui ou em qualquer lugar”, “Acervo MON - Mobiliário”, “América do Sul, a Pop Arte das Contradições”, “Acervo MON - Aquisições 2011/ 2012” e “Duas Décadas de Arte Contemporânea. Artistas do Paraná na Bienal de Curitiba". A loja e o café do MON também ficam abertos até as 20 horas neste dia.
A entrada no Museu Oscar Niemeyer é gratuita entre 18h e 20 horas. Das 10 às 18 horas os ingressos custam R$ 4,00 e R$ 2,00 (meia-entrada para professores e estudantes com identificação).

"South Park" prepara sátira sobre Lance Armstrong

(Reuters) - A série de animação "South Park" terá um episódio ironizando um ex-ídolo do esporte, à imagem e semelhança do ciclista Lance Armstrong, banido das competições pelo uso de doping.
Em uma chamada divulgada na segunda-feira pelo canal Comedy Central, um episódio da série cômica mostra os moradores da fictícia South Park numa fila para retirar pulseiras amarelas.
Essas pulseiras são um símbolo da entidade Livestrong, criada pelo ciclista depois de se curar de um câncer.
O episódio, que vai ao ar nesta quarta-feira nos Estados Unidos, não cita Armstrong nominalmente, mas o Comedy Central disse em nota que aborda "a recente notícia de uso de drogas por um amado ícone", que deixou "o mundo se sentindo perdido e traído".
No episódio em questão, o desbocado menino Eric Cartman, um dos quatro protagonistas, declara: "Não acredito que fomos todos enganados". Seu colega Clyde Donovan chama o personagem de "idiota mentiroso", e o orientador pedagógico Mackey soluça ao ter a pulseira retirada. "Não sei mais em quem acreditar", afirma o personagem.
Armstrong, de 41 anos, sempre negou o uso de doping, mas preferiu não se defender das acusações feitas por autoridades antidoping que o apontam como mentor de um esquema para a distribuição de substâncias proibidas entre atletas.
Por causa das acusações, Armstrong teve todos os seus títulos esportivos cassados, inclusive as sete vitórias que obteve na Volta da França.

"007 - Operação Skyfall" quebra recorde de bilheteria da franquia James Bond na Grã-Bretanha

(Reuters) - O filme "007 - Operação Skyfall" bateu o recorde de maior faturamento de bilheteria em um fim de semana na Grã-Bretanha de qualquer filme do James Bond, afirmaram seus produtores na segunda-feira.
A 23a aventura cinematográfica do suave, porém brutal agente, arrecadou 20,1 milhões de libras (32,36 milhões) após a estreia na última sexta-feira, em 587 cinemas por todo o Reino Unido e Irlanda.
"Estamos absolutamente impressionados com a reação a Skyfall este fim de semana", disseram os produtores Michael G. Wilson e Barbara Broccoli em um comunicado. "É particularmente entusiasmante, uma vez que o Reino unido é o lar de James Bond e por ser o 50º aniversário este ano".
O filme, que teve sua estreia em Londres e no Brasil na sexta-feira passada e estreia nos EUA no dia 9 de novembro, reúne Daniel Craig em seu terceiro filme como o agente do serviço secreto de Sua Majestade, com o diretor britânico Sam Mendes fazendo sua estreia na franquia.
A trama também coloca a atriz veterana Judi Dench, 77 anos, no centro da ação como a chefe de Bond, M, e apresenta o ator espanhol ganhador do Oscar Javier Bardem, como um exótico vilão com o cabelo tingido de loiro.
Completando 50 anos desde o primeiro filme de Bond, "007 Contra o Satânico Dr. No", que estreiou em Londres em 1962, "007 - Operação Skyfall" foi considerado pelos críticos como um triunfante retorno à forma depois da tépida recepção a "Quantum of Solace", em 2008.

Paraná é destaque no Festival Internacional de Curtas no Oi Futuro

Na próxima sexta, dia 2 de novembro, começa a 22ª edição do Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro – Curta Cinema, com exibições no Oi Futuro. São mais de 300 filmes nacionais e internacionais, muitas estreias mundiais, debates, laboratórios, workshops, numa programação toda gratuita, com sessões nos centros culturais de Ipanema e Flamengo, além de outras salas de cinema da cidade. Nesta edição, a produção de curta-metragem do Paraná ganha uma programação exclusiva, que exibirá 32 filmes especialmente selecionados para o evento.
O Foco Paraná traz filmes premiados, produções voltadas para jovens, adolescentes e público infantil, com linguagem pop e enfoques bem-humorados. Entre eles, "Sobrenatural", de Alexandre Rafael Garcia, "Ovos de Dinossauro na Sala de Estar", de Rafael Urban, "Mandarim", de Tulio Viaro, "A Equação do Amo", de Fábio Allon e o "Garoto Barba", de Christopher Faust.
 No Paraná existe uma produção de curtas feitos por realizadores bem jovens, que acabaram de finalizar o curso de Cinema e TV da Faculdade de Artes do Paraná”, diz Paulo Roberto, coordenador de programação do Festival.
Confira programação completa no site do evento: www.curtacinema.com.br

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

uma música

Lobão, MR "Me Chama"

James Bond e Luiz Gonzaga são opções entre os filmes que estréiam nos cinemas

A nova aventura de James Bond e a cinebiografia do sanfoneiro Luiz Gonzaga dividem o público cinematográfico neste final de semana. Mas as opções em cartaz continuam interessantes. Filmes como “As Vantagens de Ser Invível”,”Intocáveis”, “O Contestado – Restos Mortais”, “Ted” e “Um Divã Para Dois” merecem ser vistos.

007 - Operação Skyfall  - O agente secreto mais famoso de todos os tempos volta aos cinemas em sua 23ª missão, novamente interpretado por Daniel Craig (“Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres”).
Nesta trama dirigida por Sam Mendes (“Beleza Americana”), a lealdade de Bond à M (Judi Dench) é testada quando o passado volta para atormentá-la. Com a MI6 sendo atacada, o agente 007 precisa rastrear e destruir a ameaça, sem se importar o quão pessoal será o custo disto.
O vilão da vez é o temível Raoul Silva, a quem o talentoso ator espanhol Javier Bardem (“Onde os Fracos Não Têm Vez”), impregna de psicologia, nuances e bastante humor, com um visual reformulado por um bizarro cabelo louro.
A nova Bond girl é a bela e carismática inglesa Naomie Harris. No papel de Eve, ela vai mostrar seu talento até com uma navalha, embora não exatamente para matar.
No elenco do filme ainda estão Ralph Fiennes (“Fúria de Titãs 2”), Albert Finney (“Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas”), Ben Whishaw (“Perfume - A História de um Assassino”), Rory Kinnear (“007 - Quantum Of Solace”) e Helen McCrory (“A Invenção de Hugo Cabret”).

Gonzaga - De Pai Para Filho - No ano em que é comemorado o centenário do "Rei do Baião", chega aos cinemas esta cinebiografia nacional, assinada por Breno Silveira (“À Beira do Caminho”, "2 Filhos de Francisco").
O longa retrata a relação entre o sanfoneiro de enorme apelo popular Luiz Gonzaga (1912-1989) e seu filho, o cantor e compositor Gonzaguinha (1945-1991), que nunca foi valorizado como artista pelo pai.
O enredo acompanha a infância pobre de Gonzaga, filho de Januário, um respeitado sanfoneiro do sertão de Pernambuco e seu empenho em viver da música, apesar de todas as dificuldades.
Com o destino traçado pela pobreza, numa sociedade dominada por "coronéis", não restou outra opção ao menino Lula a não ser fugir de casa e ir para a capital, onde acabou se alistando no Exército. Graças a isso pôde enviar algum dinheiro à família e, posteriormente, partir para o Rio de Janeiro, já pensando em sobreviver da música.
Num dancing da cidade conheceu Odaléia, com quem se casou e teve o filho Luiz Gonzaga Jr., o Gonzaguinha. Mas a morte prematura da mulher, por tuberculose, acabou criando problemas no relacionamento entre pai e filho.

Sonhos em Movimento - Este documentário alemão é o registro de uma ousada manobra da coreógrafa Pina Bausch, um nome importantíssimo para a dança contemporânea.
Em 2008, poucos meses antes de sua morte, Pina levou de volta aos palcos seu famoso espetáculo “Kontkthof”. A diferença é que, desta vez, não foram os bailarinos profissionais de sua companhia de dança que interpretaram o trabalho, mas sim adolescentes de 14 a 18 anos que nunca tinham subido num palco antes e sem muito contato com a arte dos movimentos corporais.
O resultado deste projeto inusitado, os treinos e a opinião dos jovens que viveram essa experiência estão reunidos no longa-metragem assinado por Anne Linsel e Rainer Hoffmann.
Este é o segundo filme centrado em Pina Baush lançado em 2012. Em março, “Pina” levou aos cinemas quatro coreografias da coreógrafa em 3D, na obra dirigida por seu amigo de longa data Wim Wenders.

Sagrado Segredo - Drama nacional, é um depoimento emocional da trajetória de um artista buscando compreender e resgatar o sentido mais profundo da mensagem original de Jesus Cristo. O personagem central, um cineasta, é o protagonista do próprio documentário que realiza. O filme apresenta uma temática universal - o encontro da arte com a fé - pelo retrato da manifestação popular mais eloquente de Brasília, a Via Sacra de Planaltina. O físico quântico indiano Amit Goswami analisa em profundidade o que aproxima e o que diferencia o cristianismo das outras grandes manifestações de fé.
A direção é de Andre Luiz Oliveira e o elenco conta com Ana Cristina, André Amaro e Guilherme Reis, entre outros.

Na Caixa Cultural, "O Barbeiro de Ervilha", um musical para crianças e adolescentes


“O Barbeiro de Ervilha”, uma comédia musical de teatro para crianças, é a atração deste final de semana da Caixa Cultural Curitiba. O espetáculo é uma adaptação inédita da ópera “O Barbeiro de Sevilha”, de Gioacchino Rossini, com libreto de Cesare Sterbini baseado na comédia homônima de Beaumarchais.
Nesta montagem brasileira, as aventuras de Fígaro desenrolam-se no Sertão do Nordeste, onde as personagens ressurgem com as feições dos tipos populares tradicionais da cultura nordestina.
A direção musical da peça propõe o encontro entre música erudita e música popular. Os temas melódicos das árias, duetos, conjuntos e coros da ópera de Rossini são rearranjados em ritmos característicos da música nordestina. Os números musicais são cantados e tocados ao vivo pelos atores em cena.
Sucesso de público e críticas, a peça foi indicada pelo Jornal O Globo e recomendado pela Revista Veja Rio como um dos melhores espetáculos para crianças. Foi também indicado em cinco categorias ao Prêmio Zilka Salaberry 2010: Melhor Espetáculo, Direção, Música, Ator e Iluminação e foi contemplando com o Prêmio de Melhor Música.
O elenco conta com Marcel Octavio, Marino Rocha, Flávio Pardal, Vanessa Dantas, Leonardo Bastos, Julia Gorman, Francisco Salgado, Alice Caymmi e Kiko Valle, sob a direção de Daniel Herz.
As apresentações de “O Barbeiro de Ervilha” acontecem nestes sábado (18h) e domingo (15 e 18h) e os ingressos custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia, conforme legislação e clientes Caixa).

Projeto Teatro para Piás e Gurias apresenta teatro de marionetes

O espetáculo “O Grande Circo Trapizonga” será a atração deste domingo (28), no Teatro José Maria Santos, em Curitiba. A peça integra o projeto Teatro para Piás e Gurias, do Teatro Guaíra, e leva a temática circense, proposta para este mês no projeto, representada exclusivamente com marionetes de fios.
A história se passa num dia de domingo, quando o Compadre Pererinha está sentado em seu banco ao lado do fogão de lenha, conversando e se preparando para contar mais um dos seus causos. Desta vez é sobre Lambari da Silva, seu filho, que depois de conhecer um circo na capital, não conseguiu mais tirá-lo do pensamento e ficou totalmente transformado.
O texto de “O Grande Circo Trapizonga” é de Cauê Perrotta, que também atua como manipulador Cauê Perrota ao lado de Manoel Kobachuk Filho. O espetáculo começa às 11h e os ingressos custam R$ 5,00 e R$ 2,50 (meia-entrada conforme previsto em lei). Crianças até 12 anos não pagam.

Caravana da Anistia inaugura Caminhos da Resistência em Curitiba

Foram inaugurados em Curitiba nesta quinta-feira (25) quatro dos sete Marcos da Memória que formarão o roteiro Caminhos da Resistência ao regime militar iniciado em 1964. O primeiro marco foi inaugurado pela manhã ao lado do prédio do antigo Presídio do Ahú. No período da tarde, foram inaugurados outros três: no pátio da Reitoria, no prédio histórico da UFPR, na Praça Santos Andrade, e na Boca Maldita.
As inaugurações fazem parte da Caravana da Anistia. A organização é da Secretaria de Direitos Humanos do Ministério da Justiça, Fórum Verdade da UFPR, e Fórum Paranaense de Resgate da Verdade, Memória e Justiça, com a participação da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Paraná.
A proposta do roteiro Caminhos da Resistência é mapear os locais ligados à violação dos direitos humanos no período da ditadura militar 1964/1985, além de identificar pessoas que devem ser homenageadas por sua luta pela liberdade na época.
Clique e leia mais.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

uma música

Eduardo Dussek, MR "Eu Velejava em Você"

Macbeth no palco do Teatro Bom Jesus

No início do século 17, quando Shakespeare escreveu Macbeth, as mulheres ainda não atuavam e os papéis femininos eram interpretados por homens no teatro. Essa prática da época é resgatada pelo diretor Gabriel Villela na peça Macbeth, em cartaz neste final de semana no Teatro Bom Jesus. Estrelado por Marcello Antony e Claudio Fontana, o elenco é formado por oito atores homens.
A história se passa em 1047 quando, após vencer uma batalha e salvar a Escócia, Macbeth (Marcello Antony) sente que está chegando cada vez mais próximo do trono escocês. Influenciado por sua mulher, lady Macbeth (Claudio Fontana), ele age por impulso e mata o rei Duncan (Helio Cicero) para assumir a coroa. A partir disso, ele inicia uma sequência de assassinatos sem fim.
"O que mais estou curtindo são as nuances do personagem, que começa como herói e termina como vilão", conta Antony, que encena pela segunda vez um texto de Shakespeare.
Para contar a tragédia shakespeariana, o diretor Gabriel Vilella incluiu um narrador na peça. "O texto original têm 20 personagens. Diminuímos para que pudesse ser encenado por oito atores e incluímos um narrador que entra em cena com o livro Macbeth e começa a contar a história", diz Vilella. O papel dos atores também é desempenhado de forma diferente. "Não estamos interpretando, mas contando a história para que a plateia sinta, imagine e, a partir daí, interprete", explica Claudio Fontana.
O Teatro Bom Jesus está situado na rua 24 de Maio, 135, Centro. As apresentações acontecem dias 26 e 27, às 21 horas, e dia 28, às 19 horas. Os ingressos custam R$ 50,00 (dias 26 e 28) e R$ 60,00 (dia 27) e respectivos meio-ingressos. Informações: 2105-4000.

Turnê oficial da Galinha Pintadinha chega em Curitiba

Na esteira do seu sucesso estrondoso na internet, a Galinha Pintadinha salta das telas para os palcos. Com realização da Seven Entretenimento, a “Turnê Oficial da Galinha Pintadinha”, passa por Curitiba neste sábado (27) e faz duas apresentações no Teatro Positivo - Grande Auditório (rua Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300) com sessões às 15h e 17h30.
Com elementos visuais lúdicos e educativos, o espetáculo é extremamente interativo e a plateia é convidada a cantar, brincar e dançar com os personagens já conhecidos e favoritos pela criançada: a Galinha Pintadinha, o Pintinho Amarelinho, a Baratinha, a Borboletinha, o Galo Carijó, o Galinho, o Sapo, entre outros.
Baseada nos vídeos e canções de seus 2 DVDs, o show segue valorizando o cancioneiro popular com uma roupagem moderna para a cultura tradicional brasileira. O musical foi adaptado para as apresentações em palco e recria as paisagens dos clipes que as crianças tanto adoram, utilizando músicas, cenário e os bonecos que dão um verdadeiro show de animação. "A Galinha Pintadinha" possui mais de 270 milhões de acessos no site YouTube e 250 mil CDs e DVDs vendidos. No elenco da turnê, encontram-se Ana Ogioni, Augusto Portes, Jaqueline Kâmar, Marcos de Vuono, Meire Moraes e Mirella Martyniak.
Mais informações: 3315-0808 ou pelo portal www.diskingressos.com.br 

James Bond em números

A estreia mundial nesta sexta-feira (26) de Operação Skyfall, o 23º filme oficial da série 007, marca o 50º aniversário da franquia. A BBC preparou um gráfico informativo para mostrar particularidades dos filmes ao longo dos anos e quanto eles arrecadaram nas bilheterias.
Operação Skyfall é o terceiro filme com Daniel Craig no papel de James Bond. Mas como se compara seu desempenho com os dos protagonistas anteriores?
A BBC estimou quanto cada obra arrecadou em todo o mundo e analisou cada um dos 23 filmes para compilar um guia definitivo para mostrar quantas mulheres foram beijadas, quantos vilões foram mortos e quantas vezes o espião soltou sua frase mais conhecida: "Meu nome é Bond, James Bond".

Exposição “Tesouros da Grafipar” resgata história dos quadrinhos em Curitiba

José Aguiar é um apaixonado por quadrinhos. Quadrinista com obras publicadas no Brasil e no exterior, sejam em livros ou jornais. Além de divulgador da arte dos quadrinhos em projetos como o Cena HQ Brasil, Osmose (intercâmbio Brasil/Alemanha) e como um dos criadores da Gibicon (Convenção Internacional de Quadrinhos de Curitiba) da qual atualmente é curador. Ao lado do coordenador geral do evento, Fabrízio Andriani, pesquisou o destino que tiveram as publicações e os artistas que trabalharam para a Grafipar, editora curitibana que entre os anos de 1970 e 1980 publicou títulos 100% nacionais de terror, erotismo, ficção científica, aventura, mangá e outros gêneros.
Foi um trabalho árduo de pesquisa. Fosse para encontrar os artistas remanescentes daquele período ou para encontrar material para a realização de uma retrospectiva daquele período hoje infelizmente pouco lembrado. A partir dos acervos da Gibiteca de Curitiba e de artistas que participaram daquele momento histórico foi montada a exposição “Tesouros da Grafipar”, aberta com a Gibicon, nesta quinta-feira (25). A mostra poderá ser vista até o dia 25 de novembro, no Museu da Gravura, no Solar do Barão. Além de exibir obras originais e publicações, o projeto reúne pela primeira vez em 30 anos os artistas remanescentes da editora.
Na retrospectiva “Tesouros da Grafipar” estão revistas da época e reproduções de obras originais de grandes mestres como Claudio Seto, Flavio Colin, Mozart Couto, Julio Shimamoto, Franco de Rosa, Gustavo Machado, Rodval Matias, Watson Portela, Rettamozo, Rogério Dias, Fernando Ikoma, Alice Ruiz, Paulo Leminski, Nelson Padrella, Paulo Nery, Eros Maichrowicz entre outros.
“Tesouros da Grafipar” é um projeto aprovado pelo Edital de Ocupação de Espaços para Exposições da Fundação Cultural de Curitiba e uma realização da Quadrinhofilia Produções Artísticas que, além da exposição, realizará uma série de palestras debates e oficinas dentro da programação da Gibicon. As oficinas de quadrinhos ministradas pelos mestres Watson Portela, Gustavo Machado e pelo jornalista Gian Danton receberão alunos carentes vindos das regionais da Fundação Cultural de Curitiba.
A mostra foi realizada com o apoio da Prefeitura Municipal de Curitiba, Fundação Cultural de Curitiba, Fundo Municipal da Cultura – programa de apoio e incentivo à cultura.

Concerto da Camerata Antiqua de Curitiba no Festival Penalva

A Camerata Antiqua de Curitiba realiza neste final de semana dois concertos dentro da programação do IV Festival Penalva, realizado em homenagem ao compositor paranaense José Penalva, falecido há 10 anos. Sob a regência do maestro Norton Morozowicz, serão apresentadas obras do compositor e de outros autores paranaense. As apresentações acontecem sexta-feira (26), às 20h, e sábado (27), às 18h30, na Capela Santa Maria – Espaço Cultural.
O Festival Penalva, realizado pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, foi criado para divulgar a música paranaense e celebrar a memória e o legado do padre José Penalva (1924-2002), considerado um dos mais importantes compositores brasileiros do século 20. Regente, professor, musicólogo, Padre Penalva compôs música de câmara, peças para solistas, obras orquestrais e corais.
Neste concerto, a Camerata executa duas de suas obras: Provérbios (moteto para coro misto e narrador) e Três Momentos (para orquestra de cordas). A regente do Coro da Camerata, Helma Haller, explica que a música vocal, na obra de José Penalva, predomina sobre a instrumental. Sua produção pode ser dividida em dois grandes blocos – o primeiro voltado à música mais independente, de função estética, e o outro que ele chamava de “música funcional”, voltado tanto à música sacra de função litúrgica, quanto à música de inspiração no folclore brasileiro, bossa nova e MPB, com função de entretenimento.
A Camerata apresentará também duas obras de Henrique de Curitiba (1934-2008) – “Cantigas do Bem Querer” e “Versos de Cassandra Rios” (para soprano solo, coro, orquestra de cordas e piano), e uma de Jaime Zenamon (1953) – “Curitiba tecida pelos povos, Op. 157”.
A regência ficará a cargo do maestro e flautista Norton Morozowicz, um dos mais importantes músicos brasileiros. Com brilhante carreira de instrumentista, solista e camerista, apresenta-se com artistas nacionais e internacionais como o flautista, Jean Pierre Rampal. Nas décadas de 80 e 90 fez várias excursões pelo Brasil, Europa, Estados Unidos e Canadá como flauta-solo da Orquestra Sinfônica Brasileira durante 17 anos.
Os ingressos para o concerto da Camerata Antiqua de Curitiba custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia).

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

a arte do encontro

José Augusto e Roupa Nova, MR "Eu e Você"

Espetáculo baseado na vida de Clarice Lispector chega a Curitiba

“Simplesmente Eu, Clarice Lispector”, o premiado monólogo escrito, dirigido e interpretado pela atriz Beth Goulart sobre a vida da escritora Clarice Lispector chega a Curitiba neste final de semana. As apresentações acontecem nos dias 25, 26 e 27, às 21h, e no dia 28, às 19h.
O espetáculo mostra o caminho percorrido pela escritora rumo ao amor, ao seu universo e às suas dúvidas e contradições. O conteúdo é baseado em textos extraídos de depoimentos, entrevistas, correspondências e trechos dos livros “Perto do Coração Selvagem”, “O Livro dos Prazeres”, além dos contos “Amor” e “Perdoando Deus”.
A peça deu à atriz Beth Goulart dois prêmios de Melhor Atriz: Shell 2009 e Qualidade Brasil que premiou também como Melhor Espetáculo.  A peça ainda foi indicada ao Prêmio Shell 2009 de melhor iluminação (criada por Maneco Quinderé) e melhor produção pelo Prêmio APTR.
Os ingressos para “Simplesmente Eu, Clarice Lispector” custam R$ 60,00 (quinta-feira) e R$ 70,00 (de sexta-feira a domingo) e os correspondes meio-ingressos. Mais informações: 3304-7900.

MON inaugura a maior exposição brasileira sobre Paulo Leminski

O Museu Oscar Niemeyer (MON) inaugura neste sábado (27), às 11 horas, no Salão Principal (Olho), a exposição “Múltiplo Leminski”. A mostra traz um pouco de tudo da vasta produção do paranaense Paulo Leminski. Com curadoria de Alice Ruiz, direção musical de Estrela Leminski e cenografia de Miguel Paladino, a exposição reúne shows, filmes, debates e oficinas.
O espaço do Olho terá nichos ambientados com as áreas em que Leminski atuava, como música, poesia, tradução, cinema, grafite, quadrinhos, entre outras. “Esta exposição contempla todas as facetas de Leminski”, afirma Alice Ruiz.
A diretora do MON, Estela Sandrini, diz que receber a exposição de Leminski é uma honra e uma alegria para o museu. “Além de sua importância no cenário cultural, esta é a maior exposição já feita sobre o Leminski em Curitiba e no Brasil”.
A entrada será gratuita no dia da abertura da mostra e todo primeiro domingo de cada mês. A mostra ficará aberta à visitação pública até dia 31 de março de 2013.

Gibicon promove sessões de autógrafos nos quatro dias

Neste ano a Gibicon distribuiu as sessões de autógrafos nos quatro dias do evento. Para ter direito aos autógrafos, o interessado deverá retirar uma senha no balcão de informações, na praça do Memorial da Cidade, uma hora antes do evento.
Cada artista atenderá o público por 1h30. As sessões de autógrafos acontecerão no mezzanino do Memorial.

Liz Taylor lidera ranking de lucro póstumo entre celebridades

(Reuters) - Elizabeth Taylor ultrapassou Michael Jackson como a celebridade morta mais lucrativa no ano passado, com um rendimento de 210 milhões de dólares para o seu espólio, advindo principalmente do leilão de joias, figurinos e obras de arte da atriz, disse a revista Forbes na quarta-feira.
Jackson, que morreu em 2009, ficou em segundo lugar, com 145 milhões de dólares. O espólio de Elvis Presley faturou 55 milhões de dólares, seguido pelos do cartunista Charles Schulz (37 milhões de dólares) e do músico Bob Marley (17 milhões).
Além do leilão de objetos, que somou 184 milhões de dólares, o espólio de Taylor, que morreu em 2011, aos 79 anos, também ganhou 75 milhões de dólares com a venda do perfume White Diamonds, associado a ela.
"O resto do dinheiro veio de vendas de imóveis e de resíduos de filmes de Taylor", segundo a Forbes. "Depois de ‘Cleópatra', a estrela inteligentemente negociou uma propriedade de 10 por cento sobre cada um dos seus filmes".
A Forbes previu que, sem o efeito do leilão, Jackson voltará a liderar a lista no ano que vem.

uma música

Skank, MR "Sutilmente"

terça-feira, 23 de outubro de 2012

"Nada a Dizer" estende temporada no José Maria Santos

O monólogo "Nada a Dizer", baseado livremente no livro de J. D. Salinger, que estreou  no Teatro José Maria Santos estende sua temporada até dia 4 de novembro, com sessões de quinta-feira a sábado, às 20 horas, e domingo, às 19 horas.
Do texto de Salinger, Marcos Damaceno trouxe a oralidade e o universo confuso da adolescência. A narrativa é fragmentada, com o personagem central recordando toda a polifonia de sua adolescência. Ao mesmo tempo em que se ouve sua voz, acuada diante de todas as decisões e possibilidades que existem pela frente, ouve-se também a voz de outras figuras importantes para a sua formação.
Monólogos, em geral, entregam todo o universo da peça ao público. Mas a ideia em "Nada a Dizer" é seguir o caminho oposto, buscando algo próximo de uma não-interpretação. Neste trabalho, a interpretação e o texto são trabalhados para o ator ser mais um elemento, e não o elemento principal.
O ator Diego Duda reforça a ideia de que a peça é sobre adolescentes e não necessariamente para adolescentes. “Às vezes o teatro infantil é até mais maduro que o teatro para adolescentes e já estava passando da hora o mundo da arte começar a representar esse universo de forma inteligente”, comenta.
O Teatro José Maria Santos está situado na rua 13 de Maio, 655, São Francisco. Os ingressos custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (de sexta-feira a domingo). Às quintas-feiras, custam R$ 2,00 + 1kg de alimento não perecível, livro ou agasalho. Informações: (41) 3322 7150.

“Atividade Paranormal 4” foi o filme mais visto no Brasil no final de semana

Se nas bilheterias norte-americanas “Atividade Paranormal 4” teve uma abertura mediana, no Brasil a franquia demonstrou sua força. Com 310 mil ingressos e R$ 3,6 milhões de bilheteria, o quarto capítulo da franquia liderou o ranking deste fim de semana.
A franquia tem demonstrado mais sucesso fora dos EUA, fazendo US$ 26,5 milhões em 33 países. Mundialmente, o terror - que custou míseros US$ 5 milhões, já arrecadou US$ 56,7 milhões.
“Atividade Paranormal 4” se passa em 2011, cinco anos depois de Katie matar seu namorado Micah, sua irmã Kristi e seu marido Daniel e levar seu bebê, Hunter. A história centra-se em Alice e sua mãe, experimentando atividades estranhas quando os novos vizinhos mudam-se para a casa ao lado.
A animação “Hotel Transilvânia” caiu para a segunda posição, com mais R$ 3,3 milhões arrecadados. O longa já soma ótimos R$ 24 milhões.
“Até que a Sorte nos Separe” esteve entre as poucas boas sustentações, fazendo mais R$ 3,2 milhões. A comédia nacional já foi vista por mais de 1,6 milhão de espectadores em apenas 3 semanas.
Estreando em apenas 33 salas, “As Vantagens de Ser Invisível”' figurou na 10ª posição, com R$ 228 mil arrecadados.

Este é o top 10 do final de semana:

1. Atividade Paranormal 4 (R$ 3,6 milhões)
2. Hotel Transilvânia (R$ 3,3 milhões)
3. Até que a Sorte nos Separe (R$ 3,1 milhões)
4. Ted (R$ 1,4 milhão)
5. Busca Implacável 2 (R$ 1,3 milhão)
6. A Entidade (R$ 867 mil)
7. Intocáveis (R$ 717 mil)
8. Procurando Nemo 3D (R$ 290 mil)
9. Os Infratores (R$ 235 mil)
10. As Vantagens de Ser Invisível (R$ 228 mil)

Vida e obra de José Penalva são lembrados em Festival

Como parte da III Mostra de Música Paranaense, acontece a IV edição do Festival Penalva, que homenageia um dos grandes compositores da música brasileira, José de Almeida Penalva. Os eventos vão até o dia 29, em diversos locais da capital. O festival tem uma programação que envolve mesas-redondas, palestras, recitais, concertos, uma missa em memória ao compositor - neste ano, completam-se 10 anos de seu falecimento - e exposição de seu acervo, que contém obras de variados estilos musicais, como músicas de câmara, solos de piano e peças orquestrais.
Além de nomear o evento, o compositor, que também foi musicólogo, escritor, sacerdote e regente, é nome de um prêmio entregue, durante o festival, a músicos paranaenses que contribuem para a música nacional. Neste ano, ele será entregue a Inami Custódio Pinto, músico, folclorista e pesquisador que contribuiu com o fandango, ritmo tradicional do litoral paranaense. Dentre os destaques desta edição estão a Camerata Antiqua de Curitiba, Orquestra Filarmônica da UFPR, Orquestra de Câmera da PUCPR e a pianista Ingrid Barancoski.
Clique aqui e confira a programação completa do evento.

Clark Kent vai pedir demissão do Planeta Diário

Nem o homem mais poderoso do mundo está imune à crise que levou o jornalismo impresso americano ao divã. Clark Kent, o alter ego de Super-Homem, vai deixar o Planeta Diário, jornal onde trabalha desde os anos 40.
"Sou jornalista há quase cinco anos", diz Kent na cena do gibi, que chega às bancas nesta quarta-feira nos EUA, vazada pelo site newsarama.com.
"Por que sou o único que pareço um veterano grisalho do jornal impresso que acredita que o jornalismo deveria ser, sei lá, sobre notícia?"
O pedido de demissão de Kent foi motivado, segundo o "USA Today", pela transferência do Planeta Diário a um conglomerado de mídia mais interessado em entretenimento que em reportagens.
O roteirista Scott Lobdell diz que vai se concentrar mais na vida do Super-Homem. Kent deve migrar para a internet, criar o próximo "Huffington Post", diz ele.

Venda e consumo de bebidas alcoólicas serão proibidos neste domingo de eleição

A Secretaria de Estado da Segurança Pública editou resolução (nº 223/2012) que proíbe a venda, a compra e o consumo público de bebidas alcoólicas nas cidades do Paraná onde haverá segundo turno das eleições municipais, neste domingo (28/10).
A proibição vale para o período compreendido entre as 6 horas e as 18 horas do dia da eleição, nos municípios de Curitiba, Cascavel, Maringá, Londrina e Ponta Grossa, para garantir a ordem e a tranquilidade públicas, no transcurso do pleito eleitoral.
A medida, assinada nesta terça-feira (23) pelo secretário estadual da Segurança Pública, Cid Vasques, é baseada no artigo 296 do Código Eleitoral, que prevê que promover desordem que prejudique os trabalhos eleitorais pode acarretar pena de detenção de até dois meses e pagamento de multa.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

uma música

Rolling Stones, MR "Doom and Gloom"

Cantor maranhense Nosly Marinho faz show no Paiol

O cantor, compositor e violonista maranhense Nosly Marinho apresenta-se nesta terça-feira (23), às 20h, no Teatro do Paiol. O show de lançamento do seu terceiro CD conta com a participação da cantora e compositora curitibana Maytê Correa.
Nosly Marinho começou a turnê de lançamento do CD “Parador” em São Luís (MA), ao lado de outros músicos de primeira linha, entre eles Toninho Horta. No show, Nosly privilegia a interação com a plateia e mostra a sua performance como violinista. Além do repertório do seu novo disco, o cantor também interpreta canções dos CDs anteriores “Teu lugar” (2000) e “Nave dos sonhos” (2007).
O CD “Parador” marca o encontro do cantor com o universo pop e estabelece pontos de convergência com nomes surgidos ou de carreiras consolidadas na última década, marcando a canção brasileira com fartas doses de lirismo e poesia, a exemplo do parceiro de início de jornada, Zeca Baleiro, mas também Chico César, Otto, Lenine, Rita Ribeiro, Vander Lee e muitos outros.
Instrumentista e melodista, Nosly viu seu caminho pender naturalmente para o lado instrumental, e só aos poucos foi se revelando intérprete de igual solidez. Em “Parador”, ele encontrou seu ponto de fusão. O disco transborda esse contentamento, de quem trabalhou duro para sentir-se à vontade em um ambiente relativamente novo.
Os ingressos para o show de Nosly Marinho custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia).