sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Fim de semana com Feira Gastronômica do Litoral em Guaratuba

As delícias da gastronomia de rua continuam fazendo a festa nas praias do Paraná e a edição Guaratuba (PR) da Feira Gastronômica do Litoral acontece neste final de semana. O evento, apoiado pela rádio Jovem Pan, vai oferecer sabor, música e diversão para o verão do litoral paranaense e tem endereço marcado: na Praça da Bíblia, em frente à estrutura Arena Mundo RIC.
Quem passar por lá poderá saborear a variedade gastronômica de food trucks e barraquinhas com chefs e restaurantes de Curitiba e também do litoral do Estado. Além de provar o tempero especial da comida de rua, os banhistas poderão curtir o evento com a animação da rádio Jovem Pan, a número um de Curitiba, e ainda conferir os últimos dias das atrações da Arena Mundo RIC.
Segundo a gerente de Marketing do Grupo RIC Paraná, Michelle Reffo, o apoio e execução de eventos como esse contribuem para manter a essência do Grupo RIC. “Dessa maneira, nós levamos entretenimento e conteúdo de qualidade para o público, além de estarmos cada vez mais próximos dos telespectadores, ouvintes e leitores. Encerramos a Arena Mundo RIC mais uma vez com grande aceitação dos veranistas e isso só nos motiva em estar cada dia mais presentes na vida da comunidade”, declara.
Os preços das comidas variam de R$ 4,00 a R$ 24,00, que serão oferecidos pelos seguintes participantes: D’Vicz, Homem Caranguejo, JPL, La Grappa e F#%*ing Beer, My Way, Nieveria, Sítio Sambaqui, The MeatPack House, Way Beer e Bravus Burguer.

Gibiteca recebe bate-papo no Dia do Quadrinho Nacional

Nesta sexta-feira (30) é comemorado o Dia do Quadrinho Nacional. Para celebrar a data, a Gibiteca de Curitiba recebe quadrinistas, editores e amantes da "9ª arte" para um bate-papo sobre o futuro dos quadrinhos e as ações para 2015. O evento acontece das 19h às 21h, com entrada franca. Também serão vendidos exemplares e páginas originais com preços promocionais, além do sorteio de diversos títulos.
No dia 30 de janeiro de 1869, o cartunista Angelo Agostini publicou a primeira história em quadrinho brasileira: “As aventuras de Nhô-Quim” ou “Impressões de uma Viagem à Corte”. Mas foi só a partir de 1984 que a data passou a celebrar o dia do quadrinho nacional.

Gibiteca - Espaço democrático, que reúne ilustradores, designers, artistas plásticos, pesquisadores, professores, estudantes e simples amantes dos quadrinhos, a Gibiteca de Curitiba é um centro cultural efervescente e dinâmico. O local dispõe de mais de 25 mil títulos de todos os gêneros de histórias em quadrinhos, para empréstimos e consultas, além de abranger outras iniciativas, entre elas cursos, oficinas de criação, exposições, palestras, lançamentos e encontros de RPG (Role Playing Game), envolvendo o que há de melhor na produção brasileira e internacional. Grandes nomes da HQ brasileira como Laerte, Angeli, Glauco, Luiz Gê, Primaggio, Malavoglia & Garfunkel, entre outros, estiveram na Gibiteca, trocando informações com a nova geração de cartunistas. Aos poucos, artistas curitibanos também foram despontando no cenário nacional e hoje têm seus desenhos e histórias estampados em jornais e revistas de todo o Brasil.
Criada em 1982, a Gibiteca de Curitiba teve como primeiro endereço uma das salas da Galeria Schaffer. Depois, em 1988, transferiu-se, para o Centro Cultural Solar do Barão, onde permanece até hoje. Toda a gama de gibis infantis, heróis, humor, terror, cartuns, fanzines, mangás e exemplares estrangeiros faz do acervo da Gibiteca uma fonte valiosa para pesquisas. Nele estão guardados exemplares do personagem “Gibi”, nome que mais tarde foi apropriado para designar as revistas em quadrinhos. Há também as primeiras edições de “Tico-tico” e “O Globo Juvenil” (os mais antigos são datados de 1942), as primeiras edições nacionais de Batman e Capitão América, da década de 1950, além de uma coleção completa do Pasquim. A Gibiteca editou 15 números do Gibitiba, dando oportunidade aos jovens desenhistas de mostrar suas criações. Quando completou o 15º aniversário, a Gibiteca mereceu uma edição comemorativa da revista Metal Pesado, na qual foram incluídos trabalhos de 23 artistas, muitos deles integrantes de uma nova geração que teve justamente a Gibiteca como centro de formação.

Turnê de Frejat passa pelo litoral paranaense

Nos últimos dois anos, Frejat, o músico, cantor e compositor que ajudou a escrever parte da história do rock na MPB e hoje é um dos maiores nomes do gênero no Brasil, tem colocado o país inteiro para dançar! Sem perder a pegada roqueira que está na essência de sua música, Frejat chega ao litoral paranaense com a sua turnê “O Amor é Quente”, com o qual relê e renova o conceito de seu último show, “A Tal da Felicidade”. Com realização da Prime, o carioca faz uma parada em Guaratuba, neste sábado (31), para esquentar ainda mais a programação do verão 2015 do Café Curaçao (Rua Brejatuba, 500). Ele sobe ao palco da Prime Arena Curaçao, a partir das 23h59, para apresentar seu show-baile, além de clássicos do Barão Vermelho. Quem não pôde ir à edição 2013 do Rock in Rio, terá a chance de assistir a um dos shows mais aplaudidos do festival.
Será a oportunidade do público conhecer ao vivo suas recentes canções “Me Perdoa” e “O Amor é Quente”, destaque no iTunes e nas rádios do país, e que está incluída no repertório do show que remonta a memória musical do artista nos momentos mais divertidos de sua vida. Composta em parceria com Maurício Barros e Fausto Fawcett, a canção é um rock que traz na letra um firme posicionamento diante da intensidade do fim de uma relação.
Além das novas faixas, ele ilustra o setlist com outros temas autorais. Não devem faltar músicas como “Amor Pra Recomeçar” e “Segredos”. É claro, também, que clássicos do Barão Vermelho serão cantados pelo músico, assim como canções de outros compositores como Jorge Ben, Tim Maia, Caetano Veloso, entre outros.
Com concepção cenográfica e luzes de Maneco Quinderé, Frejat sobe ao palco acompanhado por Mauricio Barros (teclados e vocais), Billy Brandão (guitarra e vocais), Bruno Migliari (baixo e vocais) e Marcelinho da Costa (bateria e vocais).

Mais informações: 3315-0808 / 3442-6851 / www.maisumadaprime.com.br / www.curacaoguaratuba.com.br ou www.diskingressos.com.br.   

Curitiba tem Carnaval eletrônico neste domingo

No domingo, dia 1º, a partir das 14h, a rua Marechal Deodoro, no Centro de Curitiba, vai se transformar em uma grande pista de dança a céu aberto, quando a cidade abre as portas, pela primeira vez, para o CarnaVibe. O projeto, nos moldes das demais datas da “Arena Pré-Carnaval”, terá a animação a cargo de um trio elétrico, só que desta vez, composto apenas por DJs: Dashdot, HNQO, Rolldabeetz, Aninha e Mateus B. O projeto é uma parceria da Fundação Cultural de Curitiba (FCC) com o Club Vibe e a Academia Internacional de Música Eletrônica (AIMEC).
Segundo o superintende da FCC, Igor Cordeiro, além de proporcionar maior diversidade para o Carnaval, o CarnaVibe é uma forma de valorizar e reconhecer a cena da música eletrônica de Curitiba, um dos setores culturais e artísticos mais organizados e crescentes da cidade. “Já apoiamos diversos eventos e produtores de música eletrônica. A parceria com a Vibe começou na Corrente Cultural do ano passado, que foi um sucesso de público”, aponta Cordeiro.
“Fazemos questão de apoiar as iniciativas da Prefeitura de Curitiba para valorizar a música eletrônica. É uma vocação da cidade e estes eventos abertos ao público estimulam o crescimento de todo o cenário cultural local”, diz o empresário e produtor Carlos Civitate Júnior, o “Jeje”, sócio do Club Vibe.
Segundo o superintendente da FCC, é relevante que o line-up do próximo domingo seja composto quase todo por DJs de Curitiba. “A recepção dos nomes que se apresentarão foi superpositiva. Isso mostra a força e a qualidade da cena eletrônica na cidade”, diz Cordeiro. Outro destaque do CarnaVibe é a dupla paulista Dashdot.

Estrutura - A Marechal Deodoro, que voltou a receber o desfile das escolas de samba e o pré-carnaval no ano passado, terá toda novamente toda a estrutura para atender a população. A via estará cercada entre os cruzamentos com a Rua Barão do Rio Branco e Avenida Marechal Floriano e terá entradas e saídas pelas ruas Barão do Rio Branco, Marechal Floriano e pela Rua Monsenhor Celso (veja o mapa). O percurso dos blocos também começa na Barão do Rio Branco e termina na Marechal Floriano.
A Guarda Municipal, Polícia Militar e seguranças particulares estarão acompanhando todo o evento. Banheiros químicos estarão instalados em toda a extensão da “arena”. Haverá espaço adequado para que portadores de necessidades especiais também aproveitem a festa. Não será permitida a entrada com garrafas de vidro.
O trânsito de veículos na Marechal Deodoro será bloqueado a partir das 13h e liberado após as 21h. O acesso ao local também pode ser feito por ônibus, que continuarão atendendo a região normalmente, apenas com alguns ajustes de rota.
A programação do Carnaval 2015 está sujeita a alterações. Acompanhe o site da FCC (www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br) para saber mais detalhes e outras atualizações.

Programação

14h – Mateus B
15h – Aninha
16h – HNQO
17h30 – Dashdot
19h – Rolldabeetz

Mueller Festival Gastronômico terá o melhor da comida de rua

A partir desta sexta-feira (30), o Shopping Mueller prepara uma nova atração gastronômica que reunirá o melhor da comida de rua local. Até dia 8 de fevereiro, em uma área de cinco mil metros quadrados, no terraço do Edifício Passarela, acontecerá o Mueller Festival Gastronômico, um evento realizado em parceria com o produtor de feiras Maurício Marques – especialista no assunto e promotor de feiras consolidadas do setor.
A abertura contará com a participação especial do chef carioca Dalton Rangel, apresentador do programa “Homens Gourmet”, do canal Fox Life. Ele comandará uma aula-show, a partir das 20h, de risoto. A escolha foi baseada na proposta de poder estar mais perto do público e, ainda, ensinar um prato que os participantes pudessem, facilmente, reproduzir em casa. Ochef voltará a assumir as panelas nos próximos dois dias, em outras duas aulas: no dia 31, também às 20h, e no dia 1º de fevereiro, às 16h. Cada aula terá duração de 45 minutos.
O Mueller Festival Gastronômico terá quatro momentos, selecionados a fim de oferecer variedade ao público, são eles: Kurtos Kalacs, #Partiutemaki, Altman e ChocoTruck Grué. Os visitantes também terão acesso a uma novidade da gastronomia urbana. O Santa Hora Smoothies promoverá a venda de seus refrescos em uma bicicleta personalizada. O evento, contará, ainda, com um bar exclusivo da Schweppes, onde o público poderá degustar drinks preparados na hora, além de ter acesso a brindes especiais.
Ainda, a estrutura contará com 18 barraquinhas de estabelecimentos consagrados, que irão proporcionar uma experiência de gastronomia urbana, por meio de pratos variados. Do clássico hot dog a pratos mais elaborados, como strogonoff flambado, o público poderá experimentar diferentes sabores. Inclusive, em uma dessas barracas será possível saborear a famosa galinhada caipira do chef convidado, Dalton Rangel, nos dias 30, 31 e 1º/2.

Aulas-Show - Além de se deliciar com a melhor comida de rua, o público poderá aprender alguns truques desse tipo de culinária durante o evento. A partir do dia 2 de fevereiro, chefs convidados do Centro Europeu comandarão aulas-show, diariamente, com dicas e receitas de pratos e bebidas variados. A programação inclui aulas de gastronomia funcional, pratos de verão, risotos, doces, entre outros. A Schweppes fará as aulas dos coquetéis.
As vagas são limitadas por ordem de chegada. Há horários de aulas disponíveis às 16h, 18h, 19h e 20h, com opções diárias. O término das atividades, diariamente, encerra-se às 22h.

Ambientação - Para recepcionar bem o público, o Shopping Mueller pensou em todos os detalhes. Os visitantes serão recebidos em um espaço autêntico, projetado a partir de referências nas famosas rooftop parties de Chicago (EUA). Mesinhas com bancos para acomodar toda a família, espaços confortáveis para as crianças brincarem, lounges e uma estrutura completa para acolher toda a família. O projeto leva a assinatura do arquiteto Adelino Marinho Neto e da arquiteta e designer de interiores Cynthia Karas, que se apegaram aos detalhes para compor um ambiente agradável e pontuado no luxo sensorial – onde os cinco sentidos são estimulados.
Para isso, os profissionais prepararam um ambiente animado e dinâmico. No lounge da Lumen FM, por exemplo, a novidade tecnológica fica por conta do painel de LED daUCriative e as pick ups serão comandadas por dj’s convidados. A cozinha, projetada com marcenaria de alto padrão da Office Art, dará suporte as atividades e apresentará em primeira mão um acabamento de tampo para bancadas exclusivo, que promete agradar aos mais exigentes gostos. Mobiliários da Saccaro e da Boullé em fibras naturais, linho cru e formas arrojadas comporão todos os lounges do evento. Os tapetes de pneus reciclados produzidos pela Caça Ruídos delimitam os espaços dos lounges e apresentam uma forma sustentável de reuso da matéria-prima.
Além disso, a vista privilegiada da capital paranaense a partir da cobertura do Shopping Mueller vira pano de fundo para o evento, ganhando força com o projeto luminotécnico assinado pela dupla de arquitetos, em parceria com a Greyhouse e Mantra. Durante o dia, o paisagismo tropical assinado pela Esalgarden e os ombrelones da Umbrosa criam espaços agradáveis para animadas conversas entre amigos.
O Pavilhão do Chef será um dos espaços principais do evento. O local, que ficará disposto no centro da estrutura, receberá o convidado especial do festival, o chef Dalton Rangel, além de abrigar as demais aulas-show. O valor dos pratos do Mueller Festival Gastronômico varia entre R$ 5,00 e R$ 25,00. No entanto, a entrada para o festival é aberta ao público.

Barracas do Mueller Festival Gastronômico:

Ágora Eventos - Coxinha (pato, javali, bacalhau e costela) e Catupiry de camarão
Altman TRUCK – Hambúrgueres e Falafel
Armazém 71 – Bolinho de bacalhau e camarão empanado
AuAu - Hot Dog
Boteco La Grappa – Sanduíches de costela e de pernil
ChocoTruck Grué TRUCK - Profiterólis com sorvete e Waffle com sorvete de morango
Dagniaux – Sobremesas e sorvetes franceses
Dalton Rangel – Galinhada caipira, somente de 30/01 a 1º/02
Diletto – Picolés
Kurtos Kalacs TRUCK– doce do leste europeu
La Polenteria – Polenta cremosa com opções de molhos
Los Paleteros – Paletas mexicanas
Mambembe – Panquecas doces e salgadas
#Partiutemaki TRUCK - Temakis
Restaurante Girassol - Polenta Caccio Cavalo e Polenta Caccio Cavalo
Sacristia – Strogonoff flambado ou com molho branco e presunto
Santa Hora Smoothies BIKE FOOD – Smoothies de morango e banana ou manga e maracujá
The Meatpack House - Sanduíches de pão com lingüiça (vitela, leitão ou cordeiro)
Tropical Banana – Sanduíches naturais e sucos
Trovatta Risoteria - Piadina Clássica e Mozzarella in Carrozza
Villa Sabor – Quiches e brigadeiros gourmet
Yakifast – Yakisoba e sorvetes
Zapata La Taqueria – Nachos e Tacos

Mais informações: 3074-1000 ou www.shoppingmueller.com.br

Colleen McCullough, autora de “Pássaros Feridos”, morre aos 77 anos

(Reuters) - A escritora australiana Colleen McCullough, cujo romance best-seller “Pássaros Feridos”, de 1977, virou um sucesso como minissérie de televisão, morreu aos 77 anos.
McCullough se voltou à escrita depois de trabalhar durante mais de uma década como neurocientista na Austrália, na Grã-Bretanha e nos Estados Unidos, e teve êxito quase imediato com “Pássaros Feridos”, um drama familiar passado em um criadouro de ovelhas no interior australiano.
Os direitos de publicação da edição popular do livro foram vendidos pelo então valor recorde de 1,9 milhão de dólares e renderam uma das minisséries mais assistidas de todos os tempos, estrelando Richard Chamberlain e Rachel Ward. O romance vendeu 30 milhões de cópias em todo o mundo.
McCullough morreu em um hospital na Ilha de Norfolk na terça-feira depois de uma série de problemas de saúde, informou a editora HarperCollins Australia em um comunicado.
McCullough viveu na ilha, um território da Austrália no Pacífico Sul, durante a maior parte dos últimos 40 anos depois de se casar com um morador do local, Ric Robinson. O mais recente de seus 25 trabalhos, “Bittersweet”, foi publicado em 2013.
A contribuição de Colleen McCullough para a literatura australiana - e para leitores de todo o mundo - foi imensa. Ela foi uma das primeiras autoras australianas a ter sucesso mundial”, disse a diretora de publicações da HarperCollins Australia, Shona Martyn.
Sempre espirituosa e direta, esperávamos ansiosos por suas visitas e pela chegada de cada novo manuscrito entregue em papel e em caixas castanhas feitas sob medida com seu nome! Sentiremos muito a sua falta”.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Michael Keaton, Meryl Streep e outros astros desfilam nas telonas

Nada menos que 17 indicações ao Oscar chegam aos cinemas curitibanos: “Birdman”, com 9; “A Teoria de Tudo”, com 5, e “Caminhos da Floresta”, com 3. Estreiam também a comédia “A Entrevista”, a cinebiografia nacional “Cassia Eller”, o terror “A Mulher de Preto 2” e o drama “Grandes Olhos”. Continuam em cartaz “Foxcatcher”, “Ida”, “Leviatã”, “Whiplash - Em Busca da Perfeição”, “Operação Big Hero”, “Relatos Selvagens”, “Homens, Mulheres e Filhos", "Mil Vezes Boa Noite" e “Boyhood” E duas pré-estreias: a cinebiografia “O Jogo da Imitação”, sobre o matemático e cientista Alan Turing e a comédia “Um Santo Vizinho”.

A ENTREVISTA - Este é aquele polêmico filme que incendiou as relações diplomáticas entre Estados Unidos e Coreia do Norte. É uma comédia focada no entrevistador Dave Skylark e seu produtor Aaron Rapoport, que conduzem o popular programa de TV sobre celebridades, “Skylark Tonight”. Quando descobrem que o ditador norte-coreano Kim Jong-Un é fã do show, eles marcam uma entrevista com ele na tentativa de conseguirem sua aprovação como jornalistas sérios. Mas quando Dave e Aaron se preparam para viajar à Pyongyang, seus planos mudam no momento em que a CIA os recruta, mesmo sendo os homens mais desqualificados possíveis, para assassinar Kim Jong-Un. O filme foi dirigido por Evan Goldberg e Seth Rogen, que também está no elenco ao lado de James Franco, Lizzy Caplan, Randall Park, Diana Bang, Timothy Simons, Reese Alexander, James Yi e Paul Bae.
Indicação etária: 16 anos

A MULHER DE PRETO 2: O ANJO DA MORTE - Terror dirigido por Tom Harper (da série “Misfits”) e estrelado por Helen McCrory, Jeremy Irvine, Leilah de Meza, Phoebe Fox, Leanne Best, Oaklee Pendergast, Ned Dennehy e Adrian Rawlins. A história se passa 40 anos após os acontecimentos do original, com a mansão Eel Marsh sendo transformada em um hospício, durante a Segunda Guerra Mundial. A chegada dos soldados perturbados desperta a sombria moradora da casa. Eve, uma bela e jovem enfermeira, começa a tratar os pacientes, mas logo percebe que algo sobrenatural está ameaçando seu trabalho e todos os que habitam o local: a Mulher de Preto. Ela inicia uma batalha para salvar seus pacientes e a si mesma.
Indicação etária: 14 anos

A TEORIA DE TUDO - Drama do diretor James Marsh (Oscar em 2008 pelo documentário “O Equilibrista”) que tem como base a autobiografia de Jane Wilde - “Travelling to Infinity: My Life with Stephen” -, com quem o cientista Stephen Hawking foi casado por mais de 20 anos e de quem se separou em 1991. No período em que estiveram juntos - apesar do diagnóstico de esclerose lateral amiotrófica, doença que futuramente o deixaria paralisado e sem a habilidade de falar -, Hawking continuou seus estudos, recebeu diversos prêmios e escreveu sua obra mais conhecida, o best seller “Uma Breve História do Tempo”, entre outros feitos. O elenco tem Eddie Redmayne, Felicity Jones, Charlie Cox, Emily Watson, David Thewlis, Harry Lloyd, Tom Prior, Adam Godley. O filme concorre ao Oscar de melhor filme e ator, entre outros.
Indicação etária: 10 anos

BIRDMAN OU A INESPERADA VIRTUDE DA IGNORÂNCIA - Comédia de humor negro grande favorita ao Oscar deste ano, com 9 indicações. Entre elas, filme, direção e atores. Dirigida pelo mexicano Alejandro González Iñárritu (“Amores Brutos”), conta a história de um ator famoso por interpretar um super-herói no cinema que se nega a participar de mais um filme da saga. Sentindo sua carreira decair, ele faz de tudo para montar uma peça na Broadway. Às vésperas da estreia, ele vai lutar com seu ego e tentar recuperar sua família, sua carreira e ele mesmo. Michael Keaton, Emma Stone, Edward Norton, Naomi Watts, Andrea Riseborough, Zach Galifianakis e Amy Ryan estão no elenco.
Indicação etária: 16 anos

CAMINHOS DA FLORESTA - Baseado no musical homônimo de James Lapine e Stephen Sondheim, sucesso na Broadway, este filme é dirigido por Rob Marshall (“Chicago”) e estrelado por Meryl Streep - que recebeu sua 19ª indicação ao Oscar -, Emily Blunt, Anna Kendrick, Johnny Depp, James Corden e Chris Pine, entre outros. É uma visão moderna dos contos dos irmãos Grimm, cruzando as tramas de algumas histórias e explorando as consequências dos desejos e das buscas dos personagens. Este musical segue os contos clássicos de Cinderela, Chapeuzinho Vermelho, João e o Pé de Feijão e Rapunzel, todos reunidos em uma história original envolvendo um padeiro e sua esposa, seu desejo de formar uma família e a interação com a bruxa (mais um show de Meryl Streep) que os amaldiçoou.
Indicação etária: 12 anos

CÁSSIA ELLER - Documentário musical de longa-metragem que retrata a trajetória de um ícone da música brasileira da década de 90. Dirigido por Paulo Henrique Fontenelle (“Loki - Arnaldo Batista”), o filme mostra através de imagens inéditas do arquivo da cantora e depoimentos de amigos e familiares, a intensidade desta artista que conquistou o país. Nando Reis, Luiz Melodia, Milton Nascimento, Zélia Duncan, Chicão – filho da cantora, e outros familiares e músicos que fizeram parte da trajetória de Cássia foram entrevistados e através de seus depoimentos poderemos constatar e documentar a importância e o diferencial desta artista que fizeram com que ela se tornasse, em pouco tempo, uma das mais potentes vozes da música brasileira.
Indicação etária:

GRANDES OLHOS - Dirigido e produzido por Tim Burton (“Sombras da Noite”) este drama é baseado na vida da artista plástica Margaret Keaner, uma das pintoras mais comercialmente rentáveis dos anos 1950 graças aos seus retratos de crianças com olhos grandes e assustadores. Defensora das causas feministas, ela teve que lutar contra o próprio marido no tribunal, já que o também pintor Walter Keane afirmava ser o verdadeiro autor de suas obras. Durante o julgamento, ambos pintavam ao mesmo tempo para provar quem tinha razão na acusação. O elenco tem Amy Adams, Christoph Waltz, Krysten Ritter, Jason Schwartzman, Danny Huston e Terence Stamp, entre outros.
Indicação etária: 12 anos

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Cinemateca recebe mostra com filmes estrelados por Ricardo Darin

A Cinemateca de Curitiba exibe de quinta-feira a domingo (29 de janeiro a 1° de fevereiro), sempre às 20h, a “Mostra de Cinema Argentino - Ricardo Darin”. O ciclo é uma homenagem ao ator e diretor argentino, ganhador de diversos prêmios internacionais e considerado atualmente como um dos melhores e mais populares atores da América Latina. Durante a mostra, será exibido um filme por dia, todos com áudio em espanhol e legenda em português. O evento é uma realização da Fundação Cultural de Curitiba em parceria com o Centro Cultural da Espanha. Os ingressos são gratuitos e os filmes são indicados para maiores de 12 anos.

O homenageado - Ricardo Alberto Darín nasceu em Buenos Aires, no dia 16 de janeiro de 1957. Filho de atores renomados (Ricardo Darín e Renée Roxana), estreou no teatro aos 10 anos de idade ao lado dos pais. Na televisão, tornou-se ídolo rapidamente ao protagonizar séries e novelas de grande audiência. Sua estreia no cinema foi no longa “A Culpa” (1969), de Kurt Land, e até os dias atuais, a lista de filmes protagonizados pelo ator é extensa.
Darin também é roteirista e diretor com carreira na televisão, teatro e cinema. Sua estreia na direção de um filme foi em “O Sinal”, onde a princípio seria apenas o protagonista, mas optou por assumir a direção – ao lado de Martín Hodara – após a morte do cineasta Eduardo Mignogna. Em 2011 venceu o Prêmio Konex de Diamante, um dos mais prestigiados da Argentina, sendo considerado como a personalidade mais importante do entretenimento argentino na última década.

Programação:

Dia 29: “O FILHO DA NOIVA” (2001). Direção de Juan José Campanella.
No filme Rafael Belvedere (Ricardo Darín) é um empresário que aos 42 anos está em crise. Vive à sombra de seu pai, cuidado do restaurante da família e sente culpa por raramente visitar a mãe num asilo. Sua ex-esposa reclama da falta de atenção dele à filha e sua namorada quer que ele defina seu compromisso. Com tantas preocupações ele sofre um pequeno ataque cardíaco e, com ajuda de um amigo de infância, começa a repensar a vida. Decide então ajudar os pais a finalmente se casarem na igreja.

Dia 30: “KAMCHATKA” (2002). Direção de Marcelo Piñeyro.
A história conta as lembranças de uma criança durante a ditadura argentina da década de 1970, na qual sua família é obrigada a esconder-se para não ser presa.

Dia 31: “LUNA DE AVELLANEDA” (2004). Direção de Juan José Campanella.
Ambientado em um clube de dança de Buenos Aires, que teve seus dias de glória na década de 40. No ano de 1990, a crise financeira fez com que essas agremiações começassem a fechar suas portas. Ameaçado pela falta de clientes, o Avellaneda enfrenta a decadência. À beira da falência, os descendentes de seus fundadores se unem para evitar o pior: a transformação do clube em um cassino. Estrelado por Ricardo Darin , Mercedes Morán , Eduardo Blanco , Valeria Bertuccelli e José Luis López Vázquez

Dia 1º: “UM CONTO CHINÊS” (2011). Direção de Sebastián Borensztein.
Roberto (Ricardo Darín) é um veterano da Guerra das Malvinas. Por conta de um duro revés, vive há quase vinte anos recluso em sua casa, sem contato com o mundo. Porém, o hiato com a sociedade é interrompido quando um estranho evento acontece: a chegada do chinês Jun, que está em Buenos Aires à procura de um parente perdido. Começa uma atípica amizade entre um argentino que não fala chinês e um chinês que não fala espanhol.

Prefeitura envia à Câmara projeto de lei de Proteção do Patrimônio Cultural

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, assinou nesta terça-feira (27) o projeto de lei de Proteção do Patrimônio Cultural de Curitiba. A proposta, que foi enviada para apreciação da Câmara Municipal, entre outros pontos cria instrumentos fiscais que vão permitir a preservação do patrimônio cultural, como a utilização do patrimônio construtivo, que poderá ser renovado a cada 15 anos, mediante a boa conservação ou apresentação de alvará de restauro do imóvel de valor cultural, histórico ou arquitetônico.
Outros incentivos de preservação são a redução de Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), o enquadramento em leis de incentivo à cultura e parcerias entre poder público e a iniciativa privada. Ainda cria o Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e institui o Fundo de Proteção ao Patrimônio Cultural (Funpac).
Aproximadamente 600 imóveis são hoje considerados de interesse de preservação e estariam enquadrados com a aprovação da lei.
Uma cidade deve ter a capacidade de preservar a sua história e memória. Este projeto é um avanço no incentivo à preservação do patrimônio cultural de Curitiba. Queremos que a população se sinta valorizada e seja conquistada em favor dessa causa, com a participação de diferentes setores da cidade. Vamos recuperar algumas áreas da cidade e preservar o patrimônio para valorizar a riqueza material e imaterial da história da formação de Curitiba”, afirma Fruet.
No projeto, elaborado por equipes da Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Fundação Cultural de Curitiba, Secretaria Municipal de Urbanismo e Procuradoria Geral do Município, são regulamentados os instrumentos de proteção ao patrimônio cultural, dentre eles o inventário, o tombamento, o registro e a vigilância.
Esta lei é moderna e ampla e permite a proteção de todo patrimônio cultural, artístico e histórico da cidade, tanto o edificado como o imaterial. Com ela, vamos poder organizar o mapa geral da cultura de Curitiba e também uma política efetiva de patrimônio cultural. O conjunto de ações proposto permite que a cidade tenha uma legislação eficiente, atendendo as necessidades da população na área e indo ao encontro dos anseios daqueles defendem o patrimônio na cidade”, revela o presidente da Fundação Cultural, Marcos Cordiolli.
Perdemos muito desse patrimônio nos últimos anos. Daremos um passo extraordinário com o projeto, que deve colocar um fim definitivo em algumas demolições de patrimônio cultural que estão acontecendo na cidade. Queremos uma cidade para toda a população, que tenha história e substância, e que as pessoas tenham efetivamente uma relação com seu patrimônio cultural”, afirma o presidente do Ippuc, Sérgio Pires.
No projeto, são estabelecidas regras de fiscalização, procedimento administrativo e penalidades para dar condições de efetivo cumprimento e acompanhamento das medidas de preservação previstas. O foco está na conscientização da importância da proteção do patrimônio, criando controle compartilhado na fiscalização com a colaboração da população através do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural.
A proposta também cria as chamadas medidas alternativas para o cumprimento da lei, como a possibilidade da apresentação de plano de trabalho pelo proprietário do bem protegido, concedendo-lhe prazo para que promova o restauro na hipótese de iminente dificuldade financeira.

Museu Oscar Niemeyer realiza Domingo + Arte

O Museu Oscar Niemeyer (MON) recebe, no dia 1º de fevereiro, o Domingo + Arte. Neste dia, a entrada é gratuita em todo o horário de funcionamento (10h às 18h) e o Museu oferece atividades especiais para os visitantes.
Na parte da manhã, às 11h, o público pode conferir a visita mediada por Felipe Guerra, na exposição “Jaime Lerner – Das vozes da cidade”, na sala 6.
Para o período da tarde, às 14h, 15h15 e às 16h30, os visitantes podem conferir a oficina com a artista Bernadete Amorim. A oficina “De pé” trabalhará a escultura em papel, no Espaço da Ação Educativa.
Domingo também é o último dia para conferir a exposição da artista Eliane Prolik, “Da matéria do mundo”, que ocupa duas salas do museu, 1 e 2. Às 15h haverá uma visita mediada com Denise Bandeira, assistente de curadoria da mostra.
O público poderá conferir ainda as exposições “Acervo MON - 2013/2014”, “Genesis - Sebastião Salgado”, “Histórias do Acervo MON - em aberto”, “Das vozes da cidade - Jaime Lerner”, “IDEA/Brasil”, “João Turin - Vida, obra, arte”, “Museu em Construção”, “Cones”, “Espaço Niemeyer”, “Pátio das Esculturas” e o projeto especial “Isolde Hötte, sua obra”.
Além das exposições, o visitante pode conferir catálogos de arte, livros, acessórios e itens personalizados na MON Loja até 18h, e apreciar o MON Café, que tem seu horário de funcionamento estendido até as 20 horas.

Rei Momo e Rainha do Carnaval de Curitiba serão escolhidos na sexta-feira

Curitiba conhecerá o Rei Momo e a Rainha do Carnaval 2015 nesta sexta-feira, dia 30, quando será realizada a eleição do Cortejo Real na Sociedade Treze de Maio. Programado para começar às 19h30, o concurso está aberto para maiores de 18 anos, residentes em Curitiba há pelo menos seis meses que tenham espírito carnavalesco, simpatia e samba no pé.
Além de representar a cidade, o Rei Momo e a Rainha receberão R$ 3 mil cada. Já as duas princesas receberão R$ 2 mil cada. As obrigações dos eleitos começam logo depois do concurso, e envolvem principalmente comparecer aos eventos do Carnaval agendados pela Fundação Cultural de Curitiba. A Comissão Julgadora será escolhida pela FCC e composta por pessoas com reconhecida atuação nas diversas áreas da cultura.
Os interessados em concorrer ao Cortejo Real do Carnaval 2015 poderão se inscrever, até o dia 29 de janeiro, no Moinho Rebouças (Rua Engenheiros Rebouças, 1732), em horário comercial (das 9h ao meio-dia e 14h às 17h) ou no dia da eleição do cortejo (30), na própria Sociedade Treze de Maio até às 20h. A Treze de Maio está situada na Rua Des. Clotário Portugal, 274, e o ingresso é gratuito.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

33ª Oficina de Música encerra com show de Raul de Souza e Ed Motta

Um show que celebra os 80 anos do trombonista Raul de Souza, com a participação especial do cantor Ed Motta, marca o encerramento da 33ª Oficina de Música de Curitiba. O show, nesta quarta-feira (28), às 21h, no Guairão, faz parte da programação da fase de música popular brasileira da Oficina, que homenageia o instrumentista, mundialmente reconhecido pela sua genialidade musical.
Em 20 dias de programação, a 33ª Oficina movimentou a cidade, atraindo músicos de todo o Brasil e do exterior. Perto de 1.500 alunos acompanharam os cursos de música erudita e popular brasileira, muitos deles estrangeiros. A etapa de MPB, que acontece há 23 anos, deixa um saldo bastante positivo. “Os cursos, como sempre, estiveram lotados. As apresentações atraíram um grande público. Não é um festival só de músicos. A gente percebe que a comunidade também acompanhou e apreciou os shows”, diz o saxofonista Glauco Solter, um dos coordenadores da Oficina de MPB junto com o clarinetista Sérgio Albach.
Glauco Solter faz parte da banda de Raul Souza há 11 anos e também estará tocando no show de encerramento. Ele conta que o convite para Ed Motta participar dessa celebração surgiu de dois encontros casuais com Raul de Souza – o primeiro no Festival de Jazz de Parati e o segundo, em novembro do ano passado, em Paris. Raul de Souza divide sua residência entre Toulouse (França) e São Paulo. Glauco lembra da forte ligação de Raul com Curitiba, onde viveu na década de 1950, se casou e teve três filhos. Os filhos, netos e bisnetos continuam morando em Curitiba.

Carreira internacional - Raul de Souza acompanhou os últimos 60 anos de história da MPB, tocando ao lado de Ari Barroso, Pixinguinha, Sivuca, Baden Powel, Sérgio Mendes, e consolidou uma carreira internacional, gravando e fazendo inúmeros shows nos Estados Unidos e na Europa. Artisticamente batizado por Ari Barroso, tocou com Pixinguinha e Agostinho dos Santos. Posteriormente, gravou seu primeiro disco de música brasileira instrumental da história ao lado de Sivuca, Altamiro Carrilho e Baden Powell. Nos anos de 1970, Raul de Souza consolida sua carreira internacional após gravar álbuns nos Estados Unidos, tocando com artistas como Sergio Mendes, Airto Moreira, Sonny Rollins, George Duke, Freddie Hubbard e Cannonball Adderley.
Seu disco “Colors” virou matéria de estudo na renomada Berklee College of Music. Nomeado inúmeras vezes o melhor trombonista do mundo pelas revistas especializadas, hoje é considerado uma referência mundial no virtuosismo de seu instrumento e pela ginga e fraseado brasileiro – adquirido nas gafieiras cariocas. Após afastar-se das grandes gravadoras americanas, que não acompanhavam seu ecletismo musical, volta a gravar no Brasil com Tom Jobim, Zimbo Trio, Paulo Moura, Milton Nascimento, Djavan, Maria Bethania, Hermeto Pascoal, Egberto Gismonti, entre outros.
Dividindo o tempo entre Brasil e França, nunca parou de produzir música, experimentar diferentes instrumentos e propostas musicais. Em 2013 lançou o DVD "O Universo Musical de Raul de Souza" e o CD "Voilá". Para os shows de celebração de seus 80 anosem vários palcos do Brasil e do mundo convidou velhos amigos como João Donato, Ron Carter, Richard Bona, Andre Ciccarelli entre outros. Acaba de gravar na França um CD inédito de composições entitulado "Brazilian Samba Jazz". Atualmente mostra uma disposição fenomenal, empunhando seu trombone, sempre acompanhado de seu grupo - Glauco Sölter (baixo), Mário Conde (guitarra), Fábio Torres (piano) e Mauro Martins (bateria).


Participação especial - O cantor Ed Motta despontou em fins dos anos 80 e hoje é um cantor, compositor, multi-instrumentista, arranjador e produtor de trânsito internacional. Em seu estilo, sem abrir da veia funk-soul, recebe influências que vão do jazz à canção brasileira, das trilhas sonoras de Hollywood ao rock, da música clássica aos standards americanos, da bossa nova ao reggae.
Sobrinho do cantor e compositor Tim Maia, ele tem como primeiras lembranças a música do tio, os discos de samba-canção e bossa nova, os sucessos de Earth, Wind & Fire, Stevie Wonder e da disco music que então vigorava na década de 70. Sua carreira começa em meados dos anos 80, com o grupo Conexão Japeri, com quem excursionou por todo o Brasil e cantou três grandes sucessos - “Manuel”, “Baixo Rio” e “Vamos dançar”. Nos anos 90 partiu para a carreira solo e desde então gravou vários discos, viveu nos Estados Unidos, excursionou pela Europa, Japão, Estados Unidos e América do Sul.

Os ingressos para esta apresentação custam R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia). Mais informações sobre a 33ª Oficina de Música de Curitiba nos sites www.oficinademusica.org.br e www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br.

Curitiba recebe um show em tributo ao grupo ABBA

Os fãs do grupo sueco ABBA poderão relembrar e ouvir os grandes clássicos que embalaram a década de 70, reunidos no espetáculo "The History - A Tribute Show to ABBA", que será apresentado neste sábado (31), às 21 horas, no grande auditório do Teatro Positivo. Este tributo pioneiro no Brasil, que é apresentado pelo quarteto sorocabano formado por Mari Moraes (Agnetha Fältskog), Patrícia Andrade (Anni-Frid Lyngstad), Diego Sena (Björn Ulvaeus) e Jheff Saints (Benny Andersson), foi criado para homenagear este grupo que saiu das frias terras suecas para se tornar um lenda mundial da música pop. O evento comemorativo aos 40 anos de trajetória do ABBA será promovido pela João Tadeu Produções.
A apresentação que já rodou mais de 120 cidades no Brasil e América Latina, é baseada em uma compilação dos grandes clássicos e canções dos músicos que marcaram uma geração, como “Dancing Queen”, “Mamma Mia”, “Chiquitita”, “The Winner Takes it All” e “Guimme! Guimme!”, entre outras.
A apresentação é fiel à original, pois além de cantar e tocar, o grupo também busca se caracterizar com um figurino de forma muito parecida aos integrantes originais, de modo que o público possa voltar ao passado e relembrar os tempos da juventude, através das performances e coreografias, em um espetáculo de uma hora e meia que promete emocionar e envolver o público.
"The History - A Tribute Show to ABBA" conta com Davi Fernandes na direção musical e teclado, Glauco de Almeida no baixo, Rogério Dutra Jr. na bateria, Christian Coelho na guitarra e Jéssica Nascimento no backing vocal.
Informações sobre ingressos: 3315-0808 ou www.diskingressos.com.br.

Exposição de Eliane Prolik entra em sua última semana no Museu Oscar Niemeyer

A mostra “Da matéria do mundo”, da artista Eliane Prolik, entra em sua última semana no Museu Oscar Niemeyer (MON). A exposição, nas salas 1 e 2, permanece em cartaz até domingo, dia 1º de fevereiro.
Com curadoria de Ronaldo Brito e Denise Bandeira, assistente de curadoria, a exposição apresenta três núcleos de escultura que se apropriam de materiais industriais e mais a instalação “Atravessamento”, de 160 metros quadrados de eletrocalhas, que envolve e captura o espectador com seu engenho, rumor e desvios.
A diretora cultural do MON, Estela Sandrini, ressalta que “muitos dos trabalhos apresentados nesta exposição foram criados para as salas do MON, a fim de estreitar as relações entre a obra, a arquitetura do espaço e a experiência sensorial do espectador”.
O horário de visitação é de terça a domingo, das 10h às 18h, e os ingressos custam R$ 6,00 e R$ 3,00 (meia-entrada). No último dia da exposição, 1º de fevereiro, acontece o “Domingo + Arte”, quando a entrada é franca das 10h às 18h, com uma visita mediada com Denise Bandeira pela mostra, às 15 horas.
O público poderá conferir também as exposições “Acervo MON - 2013/2014”, “Genesis - Sebastião Salgado”, “Histórias do Acervo MON - em aberto”, “Das vozes da cidade - Jaime Lerner”, “IDEA/Brasil”, “João Turin - Vida, obra, arte”, “Museu em Construção”, “Cones”, “Espaço Niemeyer”, “Pátio das Esculturas” e o projeto especial “Isolde Hötte, sua obra”.

Arismar do Espírito Santo é o grande destaque de terça-feira na 33ª Oficina

O multi-instrumentista Arismar do Espírito Santo, um dos grandes nomes da música instrumental brasileira, é a atração da noite desta terça-feira (27), na 33ª Oficina de Música de Curitiba. O músico vem lançar o disco e song book “Alegria nos dedos”, que muito tem a ver com o seu trabalho de mestre e professor em oficinas e festivais de todo o mundo. O show, às 21h, no Teatro da Reitoria, é realizado pelo Arismar Trio, com a presença também de Daniel D’Alcântara (trompete e flugelhorn) e Alexandre Ribeiro (clarinete). Arismar se divide entre piano, guitarra, violão de 7 cordas, contrabaixo e bateria.
Desde o início este trabalho mostrou-se sério, harmônico e prazeroso. Os quinze temas nasceram em momentos de puro deleite, em alguns casos solitário, e, em outros, inspirado por oficinas que realizo, cujo foco central é justamente transmitir aos alunos o prazer que há na criação musical”, conta o músico. As composições representam diversos ritmos da MPB – samba, maxixe, afoxé, samba de gafieira, xote, valsa e bolero.
Multi-instrumentista, arranjador e compositor, nome consagrado no meio musical, referência em vários instrumentos, Arismar é um músico completo. Sua maneira de tocar e compor, sob a força máxima da intuição e espontaneidade, as harmonias inusitadas, os improvisos melódicos, o ritmo contagiante e a criatividade têm sido sua marca registrada. Traz para cada instrumento as experiências e linguagens desenvolvidas na bateria, contrabaixo, piano, guitarra e violão 7’. Recebeu o Prêmio Sharp e foi eleito, pela Revista Guitar Player, um dos dez melhores guitarristas/violonistas do Brasil.

Carreira – Em 40 anos de carreira, Arismar do Espírito Santo tem atuado em inúmeros shows e participado de várias turnês internacionais. Com Hermeto Pascoal (piano) e Nenê (bateria), Arismar (baixo) esteve em sete países da Europa; apresentou-se também no Blue Note de Tokio e Fokuoka, no Umbria Jazz Festival (Itália), em Portugal, em Tenerife (Festival Tensamba), e em Paris como solista do Projeto Pixinguinha e como diretor musical da Caravana do Estado de Tocantins. Na Argentina e no Uruguai representou o Brasil no Projeto Veredas Del Sur.
Há mais de dez anos tem ministrado master classes e apresentado concertos em festivais de música em cidades do Brasil, Argentina, Dinamarca, Uruguai e no Circuito universitário dos Estados Unidos. Participou do Hartford International Jazz Festival, do Mc Neese Banners Jazz Festival e do San Jose Jazz Festival. Realizou master classes na Dinamarca, Argentina, Uruguai e em diversas cidades brasileiras.
Possui cinco CDs lançados pela gravadora Maritaca (“Arismar do Espírito Santo: 10 anos”; “Estação Brasil”, “Foto do Satélite”, “Roupa na Corda” e “Alegria nos Dedos”.). Pela Biscoito Fino lançou “Uma porção de Marias”, pela Rob Digital “Essa Maré”, e pela Lua Music “América”, com o pianista porto-riquenho Edsel Gomes. E “Cape Horn”, em parceria com Toninho Horta, eleito pelo jornal O Globo como o melhor CD de junho de 2008.

Os ingressos para esta apresentação custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia). Mais informações sobre a 33ª Oficina de Música de Curitiba nos sites www.oficinademusica.org.br e www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br.

Cantora Tiê no Shopping Curitiba

A paulista Tiê é a atração do primeiro “Trajeto Lumen Ao Vivo” do ano. Nesta quarta-feira (28), às 18h, a cantora vai conversar e cantar para os fãs curitibanos as músicas do seu mais recente trabalho, “Esmeraldas”. O álbum, feito em parceria com o músico David Byrne, da banda norte-americana Talking Heads, mostra sua linguagem musical que é simples e confessional.
O evento é gratuito e será realizado na Livraria Cultura do Shopping Curitiba. Após pocket show e bate-papo com o público, haverá sessão de autógrafos. As senhas para quem quiser participar e fazer foto com a cantora estarão disponíveis no dia do evento, a partir das 10h, no caixa da Livraria.
A apresentação será transmitido ao vivo pela Rádio Lumen FM (99.5). Mais informações no fone 3271-4700 (Rádio Lumen FM).

TRAJETO LUMEN AO VIVO - A Rádio Lumen FM realiza o projeto “Trajeto Lumen ao Vivo” desde 2011 com intuito de fomentar e divulgar a cultura em Curitiba e aproximar artistas do público curitibano. Em 2013, o projeto passou a contar com a parceria do Shopping Curitiba e já está em sua quarta temporada. Ao longo de 2014, o “Trajeto Lumen ao Vivo” trouxe importantes nomes como Ronaldo Fraga, Paula Lima, Luiza Possi, Fernanda Takai, Jorge Vercillo, Luciana Mello, Negra Li, Paulinho Moska, Suricato e Humberto Gessinger.

Mais oscarizáveis chegando aos cinemas

Os dramas “Foxcatcher - Uma História que Chocou o Mundo”, que concorre a 5 Oscar e os favoritos a melhor filme estrangeiro “Ida” e “Leviatã” estão entre as sete estreias nos cinemas curitibanos. Entre elas, o drama “Antes de Dormir” e a ação de “Busca Implacável 3”. Continuam em cartaz “Whiplash - Em Busca da Perfeição”, “Êxodo: Deuses e Reis”, “Operação Big Hero”, “A Família Bélier”, “Garota Exemplar” e “Relatos Selvagens”, “Homens, Mulheres e Filhos", "Mil Vezes Boa Noite". Devido às várias indicações ao Oscar, “Boyhood” retorna às telas. Outro que volta é o clássico “Casablanca”, apenas nos Cinemark. E duas pré-estreias: as cinebiografias “Cássia”, sobre a cantora Cássia Eller, e “O Jogo da Imitação”, sobe o matemático e cientista Alan Turing.

ANTES DE DORMIR - Drama dirigido por Rowan Joffe (“O Pior dos Pecados”) baseado no romance “Before I go to sleep”, de Steve J. Watson. O elenco conta com Nicole Kidman, Colin Firth, Mark Strong, Anne-Marie Duff e Dean-Charles Chapman, entre outros. Todas as manhãs, Christine acorda sem saber onde está. Suas memórias desaparecem todas as vezes que ela dorme. Seu marido, Ben, é um estranho. Todos os dias ele tem de recontar a vida deles e o misterioso acidente que fez com que Christine tivesse amnésia. Encorajada por um médico, ela começa a escrever um diário para ajudá-la a reconstruir suas memórias, mas ela acaba descobrindo que a única pessoa em quem confia, talvez esteja contando apenas parte da história.
Indicação etária: 14 anos

BUSCA IMPLACAVEL 3 - Terceiro episódio da franquia “Busca Implacável”, novamente dirigido por Olivieir Megaton e estrelado por Liam Neeson. O ex-agente do governo norte-americano Bryan Mills tenta tornar-se um homem família, mas vê tudo ruir quando sua ex-mulher, Lenore, é assassinada. Acusado de ter cometido o crime, ele entra na mira da polícia de Los Angeles. Desolado e caçado, ele tenta encontrar os verdadeiros culpados e proteger a única coisa que lhe resta: a filha Kim. Forest Whitaker, Famke Janssen, Maggie Grace e Dougray Scott também estão no elenco.
Indicação etária: 14 anos

FOXCATCHER - UMA HISTÓRIA QUE CHOCOU OMUNDO - Drama americano que recebeu cinco indicações ao Oscar, entre elas as de melhor ator (Steve Carrell) e ator coadjuvante (Mark Ruffalo). Baseado em fatos reais, foca na vida de Mark Schultz, campeão olímpico de luta greco-romana. Schultz sempre treinou com seu irmão mais velho, David - que é também uma lenda no esporte -, até que, um dia, recebe um convite para visitar o milionário John du Pont em sua mansão. Apaixonado pelo esporte, du Pont oferece a Mark que entre em sua própria equipe, a Foxcatcher, onde teria todas as condições necessárias para se aprimorar. Atraído pelo salário e as condições de vida oferecidas, Mark aceita a proposta e, assim, se muda para uma casa na propriedade do milionário. Aos poucos eles se tornam amigos, mas a difícil personalidade de du Pont faz com que Mark acabe seguindo uma trilha perigosa para um atleta. Bennett Miller (“Capote”), que também concorre ao Oscar, assina a direção e o elenco é completado por Channing Tatum, Sienna Miller, Anthony Michael Hall, Vanessa Redgrave, Guy Boyd, Brett Rice e Jackson Frazer.
Indicação etária: 14 anos

IDA - Drama coproduzido entre Polônia e Dinamarca sob a direção de PawelPawlikowski (“Meu Amor de Verão”), estrelado por Agata Kulesza, Agata Trzebuchowska, Dawid Ogrodnik e com participação especial de Joanna Kulig. Às vésperas de assumir seus votos e compromissos como freira no convento onde foi criada, Anna é levada a conhecer sua única parente viva – sua tia Wanda. A partir de Wanda, Anna descobre revelações impressionantes de seu passado, atado ao passado da Polônia nos anos de dominação nazista, e vai em busca de respostas e do túmulo de seus pais, em sua cidade natal. Nessa jornada, Anna encontra uma nova identidade, um amor e começa a questionar seu futuro. O filme concorre a dois Oscar: melhor filme estrangeiro e fotografia (totalmente em preto e branco).
Indicação etária: 14 anos

LEVIATÃ - Considerado como o favorito ao Oscar de melhor filme estrangeiro, esse drama russo é dirigido por Andrei Zvyagintsev (“O Retorno”) e estrelado por Alexei Serebriakov, Roman Madianov, Sergei Pokhodaev, Elena Liadovna e Vladimir Vdovitchenkov. Kolia vive numa pequena cidade próxima ao Mar de Barents, no norte da Rússia. Ele é dono de uma oficina mecânica, que fica ao lado da casa onde vive com sua jovem esposa Lilya e seu filho. O prefeito da cidade pretende se apropriar do terreno onde estão a oficina e a casa. Inicialmente o prefeito tenta subornar Kolia, que não consegue lidar com a ideia de perder tudo o que tem – não só seu terreno, mas também toda a beleza que o rodeia desde que nasceu. O prefeito passa então a ser mais agressivo em suas tentativas.
Indicação etária: 14 anos

MINÚSCULOS - Animação dirigida pela dupla Thomas Szabo e Hélène Giraud, baseado em série de televisão de muito sucesso na França. Em uma calma clareira na floresta, os restos de um piquenique desencadeiam uma guerra impiedosa entre colônias de formigas rivais, obcecadas por um mesmo troféu: uma caixa de cubos de açúcar. Em meio à luta, uma corajosa joaninha fica amiga de uma das formigas pretas, Mandible, e tenta ajudá-la a salvar o formigueiro da invasão dos terríveis guerreiros vermelhos, liderados pelo temível Butor. Uma jornada fantástica pelo chão da floresta.
Indicação etária: Livre

O SEGREDO DOS DIAMANTES - Aventura infantil-juvenil nacional dirigida por Helvécio Ratton (“O Menino Maluquinho”) e com Matheus Abreu, Rachel Pimentel, Alberto Gouvea, Dira Paes, Rui Rezende e Rodolfo Vaz à frente do elenco. O garoto Ângelo chega à casa da avó, no interior de Minas Gerais, após passar por um imprevisto com os pais. A grande notícia das redondezas é a descoberta de um pequeno baú cheio de moedas e um manuscrito com um enigma, supostamente deixado por um padre que, 200 anos antes, teria escondido um punhado de diamantes. Decidido a encontrá-los para pagar a cara cirurgia que seu pai precisa fazer, Ângelo conta com a ajuda de seus amigos, Julia e Carlinhos.
Indicação etária: Livre

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Banda Escambau é a atração desta segunda na Oficina de Música de Curitiba

A 33ª Oficina de Música de Curiitba leva ao Teatro do Paiol nesta segunda-feira (26), às 19h, o show da banda Escambau. O grupo apresentará as canções do seu álbum Novo Tentamento lançado em 2014. Gravado em Curitiba e em Assunção, no Paraguai, o novo trabalho da banda harmoniza gêneros como rock, samba e guarânia com arranjos de cordas e instrumentos inusitados como o trombone, trompete, violoncelo e até mesmo uma harpa paraguaia.
Segundo o vocalista da banda, Giovanni Caruso, o novo trabalho Escambau segue uma linha dos álbuns anteriores “Acontece nas Melhores Famílias” e “Ordem e Progresso via Pão e Circo”.
Esse desalinhamento temporal aparece tanto nas letras autocríticas e filosóficas, quanto nas sonoridades, temáticas e estéticas que remetem ao passado. Contrastando com o tom político e social dos nossos últimos trabalhos”, conta Caruso.
Formada por Giovanni Caruso (vocais e baixo), Lolo Quevedo (vocais e percussão), Ivan Rodrigues (bateria), Lucian Araújo (órgão) e Zo (guitarra), a banda promete um show recheado de sonoridades e performances inusitadas.

Os ingressos para esta apresentação custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia). Mais informações sobre a 33ª Oficina de Música de Curitiba nos sites www.oficinademusica.org.br e www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br

Biblioteca Pública inaugura exposição com fotos de Kristiane Foltran

A Biblioteca Pública do Paraná recebe a partir desta terça-feira (27), no hall térreo, a exposição “Marés”, de Kristiane Foltran. São 11 fotografias produzidas durante 1 ano, em diversas situações de luz e estações do ano, selecionadas pelo curador Nilo Biazzetto Neto. A mostra nasceu da conexão de momentos vivenciados pela fotógrafa na Ilha do Mel, em dezembro de 2011, e incorporou conceitos elaborados durante uma viagem ao Chile, em maio de 2012. “O Pacífico me fez pensar em Neruda, que dizia querer inventar o mar de cada dia em seus poemas”, afirma Kristiane.
As fotografias de cenários marítimos, tema da mostra, são - de acordo com a fotógrafa - ponto de partida para o público refletir e questionar. “O homem tem as suas experiências sensoriais do mundo que o cerca e pode desconfiar daquilo que há diante dos seus olhos. A amplitude da natureza e do universo levam o pensamento a reflexões sobre o desconhecido e a inquietação da impossível eternidade das coisas”, reflete Kristiane, formada em Design Gráfico pela Pontifícia Universidade Federal do Paraná (PUCPR) e fotógrafa com participação em exposições individuais e coletivas, entre as quais IN_VERSOS (2012), Domínio (2013) e Gueixas de Outono (2013).

“Marés” tem o apoio da Galeria Portfolio, onde a mostra esteve exposta entre 17 de outubro e 6 de novembro de 2014. A exposição segue em cartaz na BPP até 27 de fevereiro – de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 20h; sábados, das 8h30 às 13h -, com entrada franca. Mas informações: 3221-4917.