quinta-feira, 31 de outubro de 2013

João Egashira convida Paula Santoro para show no Teatro do Paiol

Um encontro entre o violonista paranaense João Egashira e a cantora mineira Paula Santoro promete desafiar a fronteira musical entre o instrumento e a voz. Essa é, em resumo, a proposta do show que acontece na sexta-feira (1º) e sábado (2), às 20h30, no Teatro do Paiol. No palco o violonista e a cantora vão apresentar um repertório que mescla canções e música instrumental e serão acompanhados João Pedro (acordeon), Iê dos Santos (percussão) e Rafael Vernet (piano). O projeto foi viabilizado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura.
O diretor musical e produtor do projeto, João Egashira, conta que para montar o programa das apresentações foram escolhidos compositores que possuem obras relevantes, tanto canções quanto composições instrumentais. “Percebemos em meio à pesquisa que alguns dos mais importantes compositores brasileiros buscaram expressar o sentimento humano usando a música, contendo ela texto ou não”, explica. Assim, no repertório destacam-se obras de Pixinguinha, Guinga, Baden Powell e do maestro parnaguara Waltel Branco.
Para Egashira, a voz humana é um dos instrumentos mais perfeitos que existem. Por isso, chamou para dividir esse projeto a cantora Paula Santoro, que ele considera uma das mais importantes intérpretes da sua geração. ”A Paula pode ser considerada um instrumento a serviço da canção, e principalmente da música, pois tem uma técnica e uma afinação extraordinária”.
Por outro lado, o músico conta que, ao lado de seus convidados, vai tentar se comunicar, aproximando a linguagem do seu instrumento à linguagem humana. “Um dos maiores elogios que se faz a um músico é dizer: ‘Puxa, ele fala com o instrumento!’. Esse é o nosso anseio nessas apresentações”. Egashira acredita que em vários momentos do show será possível eliminar a fronteira do instrumental e da canção e entender tudo com uma simples palavra: “música”.

João Egashira – Uma das principais atividades que Egashira atualmente exerce é a direção artística da Orquestra À Base de Corda. A Orquestra possui um trabalho instrumental autoral consistente e ao mesmo tempo tem tido como convidados alguns dos principais cantores do país: Mônica Salmaso, Ná Ozzeti, Paulinho da Viola e Zeca Baleiro entre outros.
Ao longo de sua carreira, João é sempre requisitado para trabalhar ao lado de cantores em shows e gravações. É compositor de música instrumental com ênfase no choro, trabalho este iniciado e desenvolvido no Clube do Choro de Curitiba.

Paula Santoro – É uma das grandes intérpretes da sua geração. Nascida em Belo Horizonte, há anos está radicada no Rio de Janeiro. Com diversos trabalhos em palco, estúdios de gravação e televisão, ela ganhou maior projeção a partir de 2002, quando conquistou o terceiro lugar no V Prêmio Visa de Música. Já cantou ao lado de Chico Buarque, Guinga, Toninho Horta, Alcione, Flávio Venturini, Nelson Angelo, entre outros.
É uma das poucas artistas brasileiras que já se apresentou no programa “Later with Jools Holland” da BBC de Londres, cantando no palco ao lado de Amy Winehouse.


As apresentações de João Egashira e Paula Santoro têm ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia) e são indicadas para maiores de 12 anos. Informações: 3213-1340. Após a apresentação de sábado haverá um bate-papo entre o violonista e a cantora.

Zé Rodrigo comemora duas décadas dedicadas ao rock

O músico Zé Rodrigo está lançando um novo projeto e estreia um novo show, intitulados “20 anos”, com um repertório que vai do rock dos anos 60 aos sucessos dos dias de hoje. A apresentação é um apanhado das melhores músicas do repertório do cantor nesses anos dedicados ao rock and roll. “É uma festa para divertir o público e um resumo dos 20 anos de carreira”, explica o músico curitibano. A estreia do show está marcada para esta sexta-feira (1º), às 21h, no Teatro Positivo – Grande Auditório, em Curitiba.
A apresentação contará com a participação especial de artistas que fazem parte da história e do círculo de amizades de Zé Rodrigo. Dentre os convidados estão os sopros do grupo paulista Funk Como Le Gusta e o guitarrista Tomati, integrante do sexteto do Programa do Jô. Artistas curitibanos renomados, como a cantora Michele Mara, os músicos da Soulution Orchestra, o grupo de dança Backstage e nomes da nova geração, como a banda Milk’n Blues são presenças confirmadas.
A banda que acompanha Zé Rodrigo é formada por músicos da nova safra curitibana. A média de idade deles é 20 anos, enquanto o vocalista completa 20 anos de carreira. “Curitiba tem os melhores músicos do Brasil, sempre pensei que se fosse montar um novo trabalho, deveria ser com gente jovem, abrir mercado e dar oportunidade para quem está chegando agora”, destaca o cantor. A banda é formada pelos músicos Felipe Souzza (bateria), Thiago Forbeci (baixo) e os guitarristas Marcelo Gelbcke e Aldo Bueno.

Trajetória de sucesso - Zé Rodrigo conta com mais de 1.700 shows em mais de 150 cidades brasileiras como vocalista da Soulution Orchestra, considerada a maior banda do Brasil em seu estilo. No currículo do curitibano estão participações em programas como Domingão do Faustão, Programa do Jô, Adriane Galisteu, Amaury Júnior, Momento Jazz (Multishow Especial), entre outros, além de fazer parte do casting de festivais internacionais que acontecem no país, como “Búzios Visa Jazz & Blues”, “Festival de Rio das Ostras”, “Campos do Jordão”, “Riviera de São Lourenço” (Espaço Veja São Paulo), Miller Time and Blues e Heineken Blues. Em 2004, o músico teve seu maior momento, quando a Soulution abriu a turnê brasileira do rei do blues, B.B. King.
Informações sobre ingressos: 3315-0808 ou www.diskingressos.com.br

“Pedro Mariano e Orquestra” no Teatro Positivo

O cantor Pedro Mariano está se apresentando pelo país e, pela primeira vez, acompanhado por uma orquestra. A idéia surgiu de uma vontade do artista em ouvir músicas de seu repertório e de outros intérpretes orquestradas, e tornou-se realidade com a parceria do Banco Bradesco que acreditou ser esse um projeto que deixará um legado para a cultura nacional.
Em Curitiba, o cantor - filho da cantora Elis Regina e do músico Cesar Camargo Mariano - mostrará seu projeto “Pedro Mariano e Orquestra” no palco do Pequeno Auditório do Teatro Positivo nesta sexta-feira (1º), às 21h. Pedro será acompanhado por sua banda: Conrado Goys (guitarra e violão), Luis Gustavo Garcia (baixo), Marcelo Elias (piano e teclado) e Thiago Rabello (bateria), além é claro, dos integrantes da orquestra. O show contará com a participação de Otávio de Moraes, maestro e diretor musical do projeto.
O projeto é inovador pela vontade que Pedro Mariano teve de trabalhar com músicos locais de cada região. A orquestra será arregimentada com integrantes de cada cidade, criando assim, mais interação entre músicos de todo o país.
No repertório estão canções que fazem parte da carreira de Pedro Mariano, como “Simplesmente” (Samuel Rosa e Chico Amaral), “Pra você dar o nome” (Tó Brandileone) e “Simples” (Jair Oliveira). Farão parte desse repertório também, músicas consagradas de artistas da música brasileira, como Ivan Lins, Lulu Santos e Gonzaguinha.
Informações sobre ingressos: 3315-0808 ou www.diskingressos.com.br


TV éParaná presta homenagem a Waltel Branco nesta sexta-feira

O éCultura especial desta sexta-feira (1º) vai homenagear o maestro, compositor e arranjador nascido em Paranaguá, Waltel Branco, que tem mais de 5 mil composições. O programa da TV éParaná (canal 9) vai ao ar às 18h30 e trará como temas arte e mercado. Outros convidados são a curadora da galeria Teix, Jô Maciel, o artista Carlos Dallas Stella, e o professor de História da Arte da Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap), Fabrício Nunes.
O programa apresenta também um vídeo que conta a história da fotógrafa Ziviane. A trilha sonora fica por conta de Ravi Brasileiro e Banda, formada por Ravi (voz e guitarra), Guto Horn (piano), Fred Pedrosa (baixo), Carla Zago (violino), Endrigo Bettega (bateria), Guilherme Efrom (trombone), e com a participação especial de Waltel. A reapresentação do éCultura especial será no sábado (2), às 13h, e domingo (3), às 17h.
A música fazia parte da família de Waltel, que iniciou na arte muito cedo por meio da bateria, violão, cavaquinho e violoncelo. Depois, estudou harpa e órgão. Waltel tocou com Dorival Caymmi, Nana Caymmi, João Gilberto, fez arranjos para Roberto Carlos, Cazuza, Tim Maia, Djavan, Cartola, Gal Costa, Maria Creuza, Vanuza, Mercedes Sosa, Astor Piazzola, Zé Ketti, Peri Ribeiro, Sérgio Ricardo, Tom Jobim, Tomaz Lima e muitos outros. Fez também arranjo do Hino Nacional para execução da Orquestra de Viena. Tem composições gravadas por Elis Regina e também pela violonista grega Eva Fampas. Alguns de seus discos de início da carreira são considerados raros e já ultrapassam o valor de US$ 200 no mercado para colecionadores.

Escolas de samba podem se inscrever para participar dos desfiles do Carnaval 2014

Estão abertas as inscrições para as escolas de samba que participarão dos grupos A e B, bem como as atrações de abertura do Carnaval 2014 da cidade. A Fundação Cultural de Curitiba publicou na última sexta-feira (25 de outubro) o edital de chamamento público referente ao evento. O valor reservado para o edital é de R$ 262.900.
Desse valor, até R$ 160.000 irão para quatro escolas do Grupo A (R$ 40.000 para cada uma), até R$ 72.000 para três escolas do Grupo B (R$ 24.000 para cada) e até R$ 20.400 para a escola ingressante do Grupo B. Ainda, foram alocados R$ 10.500 para as três atrações de abertura, que deverão ter no mínimo 50 integrantes (R$ 3.500 para cada).
A execução dos projetos deverá ocorrer entre 20 de dezembro de 2013 e 2 de março de 2014. Os proponentes ficarão obrigados a participar do desfile, que acontece no dia 1º de março.
A seleção dos projetos será feita pela Comissão de Chamamento Público, subsidiada pela Comissão do Carnaval 2014, composta por funcionários da Fundação Cultural e terceiros. Os envelopes serão abertos no dia 29 de novembro, às 10h.
A documentação necessária à participação de cada escola pode ser entregue até o dia 28 de novembro, às 17h. O Edital está disponível na sede da Fundação, na Rua Engenheiros Rebouças, 1732, em horário comercial (de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h), mediante o pagamento das respectivas cópias. Maiores esclarecimentos podem ser feitos pelo telefone (41) 3213-7576, nos mesmos horários.
A íntegra do documento também está publicada no site da FCC, na seção “editais”.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

“Psicose - A Comédia” homenageia o cinema

Estreia nesta quinta-feira (31), no Teatro José Maria Santos, “Psicose - A Comédia”, escrita e dirigida por Edson Bueno, que também está à frente do elenco e assina a sonoplastia. Marcel Gritten, Lázaro Menezes, Marcio Meneghell e Pieterson Duderstadt completam o elenco.
Escrita no início dos anos 1990, a comédia que tem o nome do clássico de Hitchcock não é uma reprodução ou paródia do mesmo, mas remete a ele em vários aspectos. Ambos tratam de histórias sobre trocas de identidades e obsessões psíquicas. O protagonista desta obra é um assassino em série das mulheres com quem se relaciona sexualmente. Além dele, uma série de personagens desfila pelo palco: a sua mãe, que o aprisiona em casa, ao mesmo tempo em que é controlada por ele, auxiliando-o em seus crimes; tio Bruno, que na verdade é uma tia, pois se disfarça para não ser assassinada pelo sobrinho; um inspetor que investiga os assassinatos e, por fim, as vítimas do jovem.
Com um humor presente na excentricidade das situações e seus personagens, ''Psicose - A comédia'' é também uma homenagem às chanchadas, gênero teatral e cinematográfico popular das décadas de 50 e 60 que teve como principais estrelas brasileiras Dercy Gonçalves, Oscarito e Grande Otelo, dentre outros.

''Psicose - A comédia'' será encenada até 17 de novembro, de quinta a domingo, às 20 horas e é indicada para maiores de 14 anos. Ingressos: R$ 23,00.

Ex-Beatle Ringo Starr se apresenta no Positivo

Ringo Starr e sua banda All Starr Band, formada por ícones da música norte-americana, chegam ao Brasil. Após os shows pela Ásia e pela Oceania, a América do Sul recebe o ex-Beatle na promoção do novo DVD “Ringo At The Ryman”, gravado em 7 de julho de 2012 (aniversário de Ringo), em Nashville. Com realização da Prime e Hits Entretenimento, o músico britânico faz única apresentação nesta quinta-feira (31), no Teatro Positivo - Grande Auditório (rua Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300) às 21h30. Além da capital paranaense, ele faz show em São Paulo.
O músico britânico vem ao país divulgar a turnê de seu trabalho mais recente, que traz, além de composições inéditas, regravações de antigos sucessos e uma cover de Buddy Holly. Além de músicas dos Beatles que ficaram bem conhecidas na voz de Ringo Starr, como "Yellow Submarine" e "With A Little Help From My Friends", o repertório do show deve contar, ainda, com momentos da carreira solo do baterista-cantor e canções de seus colegas de banda.
A banda de Ringo é composta por Steve Lukather (Toto), Gregg Rolie (Santana e Journey), Richard Page (Mr. Mister), Todd Rundgren, Mark Rivera (Billy Joel e Elton John) e Gregg Bissonette (David Lee Roth e Steve Vai). Eles farão 10 shows na América Latina, depois partem para os Estados Unidos, onde encerrarão a turnê com mais duas apresentações em Las Vegas.
Ringo será o segundo Beatle a se apresentar no Brasil neste ano. Isto porque antes dele, em maio, Paul McCartney tocou em Belo Horizonte, Goiânia e Fortaleza.
A última passagem do baterista pelo país foi em 2011, quando se apresentou em Porto Alegre e São Paulo. Neste intervalo, ele lançou mais um disco, Ringo 2012.

Informações sobre ingressos: 3315-0808 ou www.diskingressos.com.br

Musical “Palavra de Mulher” na Caixa Cultural Curitiba

A Caixa Cultural Curitiba apresenta, de 31 de outubro a 3 de novembro (quinta-feira a domingo), o musical “Palavra de Mulher”, com Lucinha Lins, Tania Alves e Virgínia Rosa. No repertório, canções de Chico Buarque são interpretadas pelas três cantoras, acompanhadas por Ogair Junior (piano e acordeon), Robertinho Carvalho (contrabaixo) e Ramon Montagner (bateria e percussão). A direção é de Fernando Cardoso.
O palco ganha uma atmosfera de cabaré, com adereços e objetos cênicos. Nesse ambiente, as cantoras dão vida a algumas das imortais personagens femininas da obra de Chico Buarque, em canções como “Tatuagem”, “O Meu Amor”, “Folhetim”, “Sob Medida”, “Terezinha”, “Tango de Nancy”, “À Flor da Pele” e “Pedaço de Mim”.
Essa não é a primeira vez que Lucinha, Tania e Virgínia estão envolvidas em um trabalho que se baseie na obra de Chico Buarque. Todas, de alguma maneira, estão ligadas ao compositor.
Lucinha Lins já foi Vitória-Régia, a vilã de “Ópera do Malandro”, e a prostituta Nancy de “O Corsário do Rei”. No cinema, fez “Os Saltimbancos Trapalhões”, baseado na peça “Os Saltimbancos”, de Chico Buarque, Sergio Bardotti e Luis Enríquez Bacalov (adaptação do conto “Os Músicos de Bremen”, dos Irmãos Grimm).
Tania Alves foi a protagonista Terezinha da montagem paulista de “Ópera do Malandro”, além de Bárbara, de “Calabar”. Em seus discos, sempre gravou músicas de Chico. Já Virgínia Rosa interpretou várias canções de Chico Buarque em sua carreira nos palcos.
O espetáculo já passou por cinco cidades - inclusive pela Caixa Cultural Fortaleza -, com ótima receptividade de público e crítica. “Palavra de Mulher é uma homenagem às personagens femininas criadas por Chico Buarque. O compositor soube traduzir a alma feminina com mulheres passionais, que não medem esforços quando objetivo é o amor”, explica o diretor.

As apresentações de “Palavra de Mulher” acontecem de quinta-feira a sábado às 20h e domingo às 19h e os ingressos custam R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia, conforme legislação e correntista Caixa). Informações: 2118-5111. O espetáculo é recomendado para maiores de 12 anos. 

Grupo Triz vem à Curitiba apresentar trabalho lançado em 2012

O grupo Triz, formado pelos músicos André Mehmari, Chico Pinheiro e Sérgio Santos, realiza turnê nacional, patrocinada pelo programa Natura Musical. Depois de vários trabalhos solo reconhecidos no Brasil e no mundo, os três decidiram unir suas perceptíveis afinidades musicais em um disco de grande qualidade estética no ano de 2012. Na gravação há a passagem por ritmos como o jazz, a valsa e o samba. As dez primeiras faixas são instrumentais.
Com arranjos bem elaborados, chamativos e experimentais, os músicos demonstram suas personalidades distintas e complementares, em um projeto selecionado dentre vários outros da região de Minas Gerais.
A apresentação do grupo Triz acontece no Guairinha nesta quinta (31), às 21 horas. Informações sobre ingressos: 3315-0808 ou www.diskingressos.com.br

Jorge & Mateus trazem novo show ao Teatro Guaíra

Nesta quinta-feira (31), às 22h30, a dupla Jorge & Mateus leva ao palco do Guairão seu novo show, onde apresenta faixas recentes como “Eu quero só você (Be with you)”; “Duas metades”; “Flor”; “O que é que tem” e “Enquanto houver razões”. Estas dividirão espaço com outras músicas que marcam os oito anos da dupla: "Pode chorar", "De tanto te querer" e “Voa beija flor”.
Na apresentação, a dupla estará acompanhada por sua banda, formada por Juliano Gomes (bateria), Luiz Henrique Silva (guitarra e violão), Alfredo Liduário (guitarra), Ekton Silva (percussão), Leomar da Silva (baixo), Marciano Santos (teclado), Reniones Dias (sanfona), Alexandre Alves e Neuliene Marques (vocais).
Responsáveis por algumas das levadas mais animadas do sertanejo universitário, os goianos Jorge e Mateus ganharam projeção nacional e hoje são considerados um dos fenômenos do sertanejo no país. Na discografia contam com dois CDs e quatro DVDs gravados.
Informações sobre ingressos: 3315-0808 ou www.diskingressos.com.br

Rádio Lumen FM vai arrecadar livros para as Tubotecas

Uma parceria entre a Fundação Cultural de Curitiba e a Rádio Lumen FM 99.5 vai incrementar a arrecadação de livros para o projeto Tubotecas. A campanha de incentivo à leitura “Se Liga No Livro” da Lumen FM agora também arrecada livros usados para a população curitibana. A ideia é tirar os livros da estante e deixar que eles encontrem novos leitores pela cidade.
As doações vão começar na Feira Alto Juvevê Gastronomia, dias 2 e 3 de novembro, no espaço da Lumen FM na Feira. Ou seja, quem vai aproveitar o fim de semana na praça com a família e amigos, vai poder também deixar sua contribuição para a campanha, doando um livro de literatura usado. A Lumen FM vai levar os livros arrecadados para as Tubotecas, que são as bibliotecas que funcionam dentro de dez Estações Tubo de Curitiba.
Quem não puder participar da feira, mas também quer contribuir com a campanha fazendo doações, pode deixar os livros usados na sede da Lumen FM. A campanha de arrecadação continua a funcionar sem data para acabar.
Escolhemos essa parceria com as Tubotecas da Prefeitura de Curitiba porque, além de incentivar a leitura entre os ouvintes da rádio com os produtos da nossa programação diária dentro do Se Liga no Livro, sentimos a necessidade de uma ação concreta para ajudar a estimular a leitura na cidade, principalmente entre a população que não tem acesso fácil ao livro, ou que não possui o hábito de ler”, diz o diretor geral da Lumen Comunicação, Rulian Maftum.
Para o presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli, a efetivação da parceria com o Grupo Lumen de Comunicação é uma demonstração que todos os setores da sociedade curitibana estão engajados em incentivar cada vez mais a leitura.
Unir projetos criativos como o Se Liga no Livro e as Tubotecas nos motiva ainda mais a buscar novos parceiros para continuar ampliando o interesse das pessoas pela literatura”, afirma Cordiolli.

Se Liga no Livro – Desde setembro de 2013, a Lumen FM está no ar com a campanha Se Liga no Livro, que conta com o apoio da Rede Marista de Solidariedade, para incentivar os ouvintes da rádio a estarem cada vez mais conectados com o mundo da leitura. Para isso, a emissora conta com boletins diários informativos sobre projetos, iniciativas e diversas ações que envolvem a leitura na cidade, no Brasil e no mundo. O objetivo é despertar o interesse pela leitura e mobilizar aqueles que já gostam de ler a praticar e participar de projetos e compartilhamento de livros e experiências com a leitura.
Também faz parte da campanha o programa semanal Se Liga na Letra. Apresentado e produzido pelo professor de literatura e poeta curitibano Marcelo Sandmann, o programa Se Liga na Letra une as linguagens da música e literatura, chamando a atenção do ouvinte para a canção e transformação da palavra por meio da música e fala sobre como encontrar a literatura em suas mais variadas formas.

Tubotecas – As doações da campanha Se Liga no Livro vão ser encaminhadas para o projeto Tubotecas, da Prefeitura de Curitiba. Nas Tubotecas, qualquer pessoa pode pegar um livro, sem custo, ou necessidade de cadastro. É leitura de fácil acesso e sem burocracia. As doações de livros podem ser feitas em qualquer equipamento mantido pela FCC, nas Casas da Leitura, na sede da Fundação Cultural de Curitiba, localizada na Rua Engenheiros Rebouças, 1.732 (Rebouças), no IPPUC, instalado na Rua Bom Jesus, 669 (Juvevê) e na sede da Prefeitura, Avenida Cândido de Abreu, 817 (Centro Cívico). Aceitam-se livros de literatura, contos, crônicas, romances, poesia, história em quadrinhos, infantil e infantojuvenil.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Inep divulga gabarito do Enem

(ABr) - Os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem consultar o gabarito na internet.  O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) acaba de divulgar as respostas dos cadernos de prova. A previsão era que o gabarito fosse divulgado até amanhã (30). O resultado final do exame será divulgado apenas na primeira semana de janeiro.
Mesmo com o gabarito em mãos os candidatos não conseguirão saber a nota que tiraram, porque o sistema de correção do Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), ou seja, o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item que teve grande número de acertos será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos e o estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por aquele item.
Nas redes sociais, durante a tarde, a ansiedade era grande: "quarta-feira chega logoo... #gabaritoenem", escreveu uma usuária do Facebook. Muitos recorreram a gabaritos extraoficiais de cursinhos ou veículos de comunicação. Alguns ficaram satisfeitos, outros, nem tanto: "Arrasada! #gabaritoenem", comentou uma usuária do Twitter.
O Enem foi aplicado no último final de semana a mais de 5 milhões de estudantes em 1,1 mil cidades em todo o país. No primeiro dia (26), eles responderam a 90 questões a questões de ciências humanas (História, Geografia, Filosofia e Sociologia) e de ciências da natureza (Química, Física e Biologia). No segundo dia (27), foram 180 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, além da redação.

Ivan Lins se apresenta em Curitiba com orquestra e coral

O cantor Ivan Lins se apresenta nesta quarta-feira (30), às 20h30, no Guairão. Estará acompanhado pelo Quarteto Iguaçu, Orquestra de Cordas de Tunas do Paraná e Orquestra de Cordas de Pinhais, os dois últimos grupos formados por crianças e adolescentes mantidos pelo projeto social criado em 2011 pelo violinista, também integrante da Orquestra Sinfônica do Paraná, José Maria Magalhães Silva. O show conta com a participação especial da cantora Sarah Lorena.
Grande compositor, Ivan Lins é conhecido pelos inúmeros sucessos, diversos Grammy que recebeu e por dezenas de gravações realizadas. Suas obras apresentam harmonia diferenciada e arranjos refinados, fáceis de gostar. É o artista brasileiro que mais gravou no exterior. Começou a tocar piano aos dezoito anos e foi muito influenciado pela música que ouviu em sua infância, jazz e bossa-nova.
Informações sobre ingressos: 3315-0808 ou www.diskingressos.com.br

Últimos dias para conferir a exposição internacional ZERO

A mostra ZERO fica em exposição até o próximo domingo, dia 3 de novembro, no Olho do Museu Oscar Niemeyer (MON). Com curadoria de Heike van den Valentyn, a exposição, inédita no Brasil, traz uma visão geral com enfoque temático dessa vanguarda internacional que, no período pós-guerra (final da década de 1950 e início da década de 1960) revolucionou a arte com pinturas seriais e vibrantes estruturas luminosas.
São 24 obras de artistas da Europa e da América do Sul que revelam os modernos modos de pensamento e de trabalho da ZERO. O enfoque se dá nas relações entre artistas europeus, como Yves Klein, Günther Uecker, Otto Piene e Hans Haacke, e sul-americanos, como Lucio Fontana, Almir Mavignier e Jesús Rafael Soto. O diálogo artístico da exposição ZERO é ampliado ainda com as obras de Hércules Barsotti, Lygia Clark e Abraham Palatnik (todos do Brasil) e Gego (Venezuela), assim como Gyula Kosice (Argentina). “A exposição reflete a mútua tomada de influências de artistas de ambos os continentes e amplia esse diálogo em torno de abordagens sul-americanas selecionadas que se aproximam formalmente do grupo ZERO”, aponta a curadora Heike van den Valentyn.
A exposição segue depois para a Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre (de dezembro de 2013 a março de 2014), e depois para a Pinacoteca do Estado de São Paulo (de abril a junho de 2014).

Grupo ZERO - Nos anos 1950, um grupo de artistas alemães tentou criar um novo conceito artístico ao proclamar o nascimento da arte do pós-guerra no país europeu. Em praticamente uma década, o grupo se transformou em um dos mais conceituados movimentos de vanguarda do século 20. Otto Piene, Heinz Mack e Günther Uecker foram os nomes que marcaram o início desta nova vanguarda.
ZERO designou um novo começo em termos históricos e artísticos por ter deixado princípios da arte para trás. Em 1950, na sequência de experiências opressivas da guerra e em distinção do expressionismo abstrato europeu de pintura gestual, o informalismo, ZERO elaborou conscientemente uma linguagem monocromática pictórica repleta de luz.
Desde o início, o grupo ZERO foi concebido como rede internacional. A superação de fronteiras, tanto nacionais quanto artísticas, teve importância central em uma Europa marcada pela guerra.

Visita mediada e dança - A exposição terá no seu dia de encerramento, neste domingo, duas ações: apresentação de dança com o grupo de balé do Teatro Guaíra: “Suporte para Violetas” às 15h, e uma visita mediada pela exposição com Fabricio Vaz Nunes, professor de História da Arte na Escola de Belas Artes e Músicas do Paraná (EMBAP) e mestre em História da Arte pela Unicamp, às 16h30.


Karol Conka na James Sessions desta quinta

A revelação do rap e sensação da música nacional Karol Conka é atração no palco da James Sessions desta quinta-feira (31). A artista toca pela primeira vez com banda no James (Vicente Machado, 894) e a discotecagem da noite fica por conta do DJ Anaum (Cambalacho/Alta Fidelidade).
Acho que todo mundo quer ter uma banda. Gosto dessa coisa de viajarmos juntos, trocarmos ideias. Quanto mais pessoas, mais são as influências. Estou tocando com banda já há quatro meses e é bom trabalhar em grupo para o som ter um pouco mais de ‘recheio’”, conta Karol, sobre a novidade de ter uma “cozinha” durante suas apresentações. A banda é formada por Madu (guitarra), Abu (baixo) e Daniel Perin (bateria), além do DJ e produtor Nave Beatz, que já a acompanha desde os primeiros shows.
Karol vem numa trajetória ascendente desde 2011, quando seu nome apareceu entre os indicados na categoria Aposta do Video Music Brasil (VMB) da MTV. Desde então, lançou três clipes(Boa Noite, Gandaia e Corre, Corre Erê), participou de festivais como o Creators Project Brasil e venceu o Prêmio Hip Hop Paraná na categoria Melhor MC.
Neste show vamos começar com banda e no meio teremos uma intervenção com o Nave. Algumas músicas ficaram um pouco diferentes, como Corre, Corre Erê. E vou fazer um cover para brincar um pouco com a banda”, diz Karol.

Elvis Presley in Concert desembarca em Curitiba

Um dos grandes sucessos de público na temporada de shows de 2012 está de volta aos palcos nacionais: “Elvis Presley in Concert” é uma fenomenal produção que reúne ao vivo no palco vários companheiros da banda de Elvis com uma projeção de última geração do “Rei do Rock“. A energia e os principais hits de Elvis, cantados pelo público como se o próprio ocupasse o palco, poderão ser vistos agora em oito shows em sete capitais, de norte a sul do país. Com realização da 2Share Entertainment, a nova turnê nacional começa em outubro em Brasília e segue depois para o Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, São Paulo (onde acontecem dois shows), Curitiba e Porto Alegre. Com produção da Prime e Hits Entretenimento, a escala na capital paranaense está marcada para esta quarta-feira (30) em única apresentação no Expo Unimed Curitiba (Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300), às 20h30.
O show, que em 2012 teve seis apresentações em Brasília, Rio e São Paulo, todas com lotação esgotada – mais de 50 mil pessoas que se emocionaram e reviveram a magia de se divertir no show de um dos maiores ídolos da música mundial de todos os tempos – volta a pedido do público aos palcos brasileiros este ano para uma nova turnê e traz na bagagem cinco músicas inéditas, além de outros 28 grandes clássicos do rei do rock, como “Suspicious Minds”, “Little Sister” e “Love Me”. Além dos shows, a exposição “Elvis Experience”, com centenas de itens pessoais do Rei do Rock, vindos diretamente de Graceland, também voltou esse ano ao Brasil – ela foi vista de maio a julho em Porto Alegre.
Uma superprodução. Assim pode ser definido o show “Elvis Presley In Concert”, o surpreendente espetáculo que reúne no palco uma banda completa, que tem em sua composição vários músicos e cantores que trabalharam com Elvis originalmente, e projeções remasterizadas em telões de alta definição das principais apresentações do cantor. O espetáculo dá ao público a sensação de estar realmente participando de um show do cantor. O sucesso é tanto que “Elvis Presley In Concert” já entrou para o Livro dos Recordes Guiness como a maior turnê já realizada no mundo de um artista não vivo.
O show tem como base uma coleção de alguns dos melhores concertos do cantor que existem em filmes e vídeos, que tiveram todo o som da filmagem excluídos, com exceção da voz de Elvis – que foi totalmente remasterizada. As imagens são projetadas em telões de led gigante. No palco, uma orquestra de 16 artistas, que inclui vários músicos originais de Elvis, apresenta-se ao vivo. Toda a música ouvida na produção do concerto é ao vivo, exceto a voz de Elvis. A sensação é mágica. Para o público é como estar em um show real de Elvis.
Os vídeos utilizados no show são extraídos principalmente do material filmado para o especial de TV conhecido como “Elvis 68 Comeback Special” (de 1968) e para os concertos “Elvis, That´s the Way It Is” (de 1970), “Elvis on Tour” (de 1972) e do histórico especial de televisão “Elvis: Aloha from Hawaií” (de 1973), além do especial de tv conhecido como “Elvis 68 Comeback Special” (de 1968). Este último contém algumas das melhores performances de Elvis em sua carreira. Outro critério principal para a seleção dessas imagens é que elas foram originalmente gravadas no sistema multi-track. Assim, os produtores são capazes de deixar de fora todo o som da filmagem, isolando apenas o som do microfone de Elvis. Os filmes mostram o cantor no auge de seu estrelato.
 “Elvis in Concert” foi lançado em 16 de agosto de 1997, marcando a ocasião do vigésimo aniversário da morte de Elvis, apresentado no Coliseu do Centro-Sul, em Memphis, Tennessee, com ingressos esgotados. O show apresentava um grande encontro de muitos dos instrumentistas e vocalistas que haviam trabalhado no palco e no estúdio de gravação com Elvis ao longo dos anos. Esta produção se tornou o protótipo para Elvis – The Concert, uma produção de menor escala que viajou extensivamente desde o início de 1998, em 2006, re-intitulada “Elvis Presley In Concert”.
Entre os músicos que se apresentam estão vários ex-compositores de palco de Elvis, como o guitarrista James Burton, considerado um dos melhores do mundo pela revista Rolling Stone, e que também faz parte do Rock and Roll Hall of Fame desde 2001. Outro é o baterista Ronnie Tutt, que tocou com Elvis de 1969 até sua morte. O pianista Glen D. Hardin participou de todos os três filmes cujas imagens foram selecionadas para “Elvis in Concert”. Norbert Putman participou como baixista da maioria das gravações dos discos de Elvis, enquanto Joe Guercio era o diretor musical das apresentações do cantor.  Estelle Brown foi integrante do grupo Sweet Inspirations e participou de todas as últimas turnês e shows de Elvis como backing-vocal. Joe Moscheo e Terry Blackwood são dois dos integrantes originais dos Imperials, o quarteto gospel que fez vocal de apoio nas apresentações ao vivo e sessões de gravação de Elvis Presley, nos anos de 1969 a 1971.

Informações sobre ingressos: 3315-0808 ou www.diskingressos.com.br

George Sada e grupo “Amar Par” lançam 1º CD

O diretor teatral George Sada, responsável pela Cena Hum Academia de Artes Cênicas, faz sua estreia oficial como poeta e compositor com o lançamento do CD “Amar Par”, em parceria com o grupo de mesmo nome. Os arranjos são assinados pelo músico Júnior Pereira. O disco, produzido em parceria com a produtora Jingle Play, é o primeiro com o selo “Cena Hum Música”.
O lançamento acontece nestas quarta e quinta-feiras (30 e 31), às 20 horas, com espetáculo no Teatro Regina Vogue (Shopping Estação). Na ocasião, os integrantes do “Amar Par” irão apresentar as 13 canções que compõem o CD. Doze delas são poesias escritas por George Sada e que foram musicadas por Júnior Pereira. Elas têm como tema o amor em sua forma mais pura, envolvendo pessoas e elementos da natureza, e explorando as relações cotidianas que giram em torno desse sentimento.
Escrevo poesias desde 1981, mas escondia os textos e não contava para ninguém. Eu achava que para escrever poesias era preciso ter um conhecimento de rima, ritmo e métrica que eu não tinha. Porém, há alguns anos, o Júnior Pereira tomou conhecimento de algumas destas poesias e as transformou em músicas, que deram origem ao CD. É a primeira vez que exponho publicamente minhas composições. Está sendo uma experiência totalmente nova para mim”, diz George, que tem 25 anos de carreira artística.
O grupo “Amar Par” é composto por Bruce Cantarim, Éri Bührer, Gustavo Vargas, Jofrancis, Kaio Bergamin, Matheus Gonzáles, Rafael Ferreira, Thaísa Baby e Thalita Thomé. O espetáculo de lançamento tem direção geral de George Sada, direção musical de Júnior Pereira, figurinos e cenários de Paulo Vinícius, cabelo e maquiagem de Garcia Neto. Conta com a participação dos músicos Lucas Pierri (guitarra), Clelson Lopes (teclado), Luciano Hirano (baixo) e Clodoaldo Paiva (bateria), além do acompanhamento fonoaudiológico de Cynthia Rocha.

A apresentação de George Sada e do grupo “Amar Par” tem ingressos a R$ 20,00 e R$10,00 (meia). Mais informações: 3333-0975.

Grupo da UFPR é atração na Biblioteca Pública

A Biblioteca Pública do Paraná (BPP) recebe nesta quarta-feira (30), o espetáculo musical “Festino - Comédia Madrigalesca”, do grupo Madrigal da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O evento acontece a partir das 15h no auditório Paul Garfunkel e faz parte da programação do projeto mensal “Aventuras Musicais”, promovido pela Seção Infantil da BPP. A entrada é franca.
O gênero madrigal faz parte do período da música Barroca e se caracteriza pelas narrativas de tom heroico e pastoril. “Festino – Comédia Madrigalesca” foi escrito pelo compositor italiano Adriano Banchieri em 1608 e é um dos primeiros madrigais representativos do século XVII, inspirado na “commedia dell'arte”. Para a montagem, o Madrigal da UFPR conta com elementos cênicos, como figurinos e cenários, que ajudam na contextualização da obra.
O grande propósito do compositor é satirizar, brincar com as teorias musicais de sua época, principalmente com o 'contraponto' (arte de juntar uma ou mais partes melódicas em uma peça musical), muito presente naquele momento. Banchieri provou ser possível usar uma grande mistura de técnicas ou ferramentas em uma mesma obra”, explica Alvaro Nadolny, diretor musical do grupo.

O projeto - Realizado mensalmente, o projeto “Aventuras Musicais” é uma iniciativa da Seção Infantil da BPP. As apresentações têm a finalidade aproximar o universo literário e o infantil por meio da música.

Mais informações na Seção Infantil da BPP: 3221-4980 ou www.bpp.pr.gov.br

TV éParaná exibe documentários sobre o Rio de Janeiro na década de 50

(AEN) - A série Memória do Brasil, da TV éParaná, canal 9, apresenta nesta quarta-feira (30) dois novos documentários sobre a história do Brasil. O material foi feito pelo cineasta, fotógrafo e documentarista Jean Manzon (foto). O acervo é um conjunto de filmes e fotos que retrata, de forma única, a história filmada do país.
No primeiro bloco será apresentado o “O Bonde, esse eterno sofredor”, produzido em 1957. O documentário reúne imagens bem preservadas da vida carioca na década de 1950. As roupas, os costumes, feira-livre, o tipo de sacola que se carregava para fazer compras, o uniforme dos meninos e meninas saindo da escola, a farda quase militar do condutor e do trocador contam um pouco do cotidiano da sociedade carioca daquela época.
O segundo documentário é “A mais linda cidade do mundo”, produzido também em 1957, quando ainda não se falava em ecologia ou ambientalmente correto. O que importava era o homem e seu domínio sobre a natureza. Com locução de César Ladeira, o filme narra a chegada de um cinegrafista estrangeiro ao Rio de Janeiro.
O programa é apresentado pelo jornalista e escritor Ruy Castro. A exibição será nesta quarta-feira (30), às 23 horas, na TV éParaná.


segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Maior festival de cinema ao ar livre chega a Curitiba

Entre os dias 31 de outubro e 10 de novembro, Curitiba será cenário do maior festival de cinema ao ar livre do mundo, o Vivo Open Air. Com programação variada que inclui os mais importantes clássicos e os grandes lançamentos do cinema mundial, o evento oferecerá também atrações musicais e gastronômicas, de quarta a domingo, no Eco Estádio da J. Malucelli (fundos do Shopping Barigui), com ingressos a R$ 40,00 e R$ 20,00 (meia).

Quentin Tarantino, Woody Allen, Francis Ford Coppola e Leonardo DiCaprio são alguns dos astros do Vivo Open Air, mas a grande estrela do evento é a supertela com 325 metros quadrados, que conta com projeção digital e potente sistema de som, composto por 28 caixas Dolby Digital Surround®. Confortáveis cadeiras dispostas em uma espaçosa arquibancada, espreguiçadeiras e espaço gastronômico com os restaurantes WikiMaki e AuAu, completam o aconchegante ambiente ao ar livre que o festival traz para a cidade.

Na abertura do evento no dia 31 de outubro, quinta-feira, às 20h45, haverá a exibição de um dos filmes mais importantes da história do cinema, o cultuado “O Poderoso Chefão”, obra de Francis Ford Coppola, com Marlon Brando e Al Pacino.

Na sexta-feira, dia 1º de novembro, a programação começa com exibição do curta-metragem “Linear”, de Amir Admoni, e às 20h45, os clássicos continuam, mas desta vez em homenagem aos anos 80 com a comédia “Curtindo a Vida Adoidado”, com Matthew Broderick, Alan Ruck e Mia Sara.

Sábado, dia 2 de novembro, a noite é da música e começa com a exibição de “Grease-Nos Tempos da Brilhantina”, às 20h45, filme musical de maior bilheteria dos Estados Unidos, com John Travolta e Olivia Newton John, na versão sing-a-long. Na sequência, às 23h, a festa continua com o baixista do Barão Vermelho Rodrigo Santos, que com sua banda Lenhadores, trará a Curitiba show com grandes sucessos da banda, do rock nacional e de sua carreira solo.

Domingo, 3 de novembro, o curta “Tim, Vou Fazer Com O Que Tem”, de Ricardo Machado, abre a noite de exibições e, às 19h30, um dos mais importantes filmes da carreira de Quentin Tarantino, o premiado faroeste  “Django Livre”, estrelado por Leonardo DiCaprio, Jamie Foxx e Christoph Waltz, chega ao Vivo Open Air. O longa conta a história de um escravo comprado por um caçador de recompensas que está em busca de uma dupla de irmãos assassinos.

Na quarta-feira dia 6 de novembro, segunda semana do evento, os portões abrem novamente às 19h e a programação começa com o curta “Malária”, de Edson Oda. Na sequência, Quentin Tarantino volta a brilhar na supertela do Vivo Open Air, mas desta vez com o cult movie “Pulp Fiction”, às 20h45. Com Bruce Willis, John Travolta, Samuel L.Jackson, Uma Thurman e grande elenco, o roteiro conta a história de dois assassinos profissionais que trabalham fazendo cobranças para um poderoso gângster.

Na quinta-feira, dia 7 de novembro, a noite será dedicada ao novo filme de um dos mais reverenciados diretores do cinema americano, Woody Allen. “Blue Jasmine” - em pré-apresentação -, às 20h45, apresenta o drama vivido por Jasmine Francis (personagem de Cate Blanchett) ao ter que reconstruir sua vida do zero depois de se divorciar do marido milionário porque ele se apaixonou por outra mulher. No elenco, além de Blanchett  estão Alec Baldwin, Sally Hawkins e Peter Sarsgaard.

No dia 8 de novembro, sexta-feira, será a vez do cinema brasileiro e a programação começa com o curta “O Pacote”, de Rafael Aidar. Às 20h45, o público curitibano poderá conferir a sessão especial do longa-metragem “Tatuagem”, do diretor Hilton Lacerda, que tem estreia nacional prevista para 15 de novembro. O filme se passa no ano de 1978 e mostra confrontos e reflexões de uma geração analisados a partir da periferia, ao mesmo tempo em que acompanha o romance entre um soldado de 18 anos e um agitador cultural, dono de um cabaré anarquista. “Tatuagem” recebeu quatro prêmios no Festival de Gramado deste ano, incluindo o de melhor filme.

Sábado, 9 de novembro, o curta “Charizard”, de Leonardo Mouramateus abre as exibições da noite. Às 20h45, acontece a pré-estreia do longa “Como Não Perder Essa Mulher”, com  Joseph Gordon-Levitt, Scarlett Johansson e Julianne More. O filme, roteirizado, dirigido e protagonizado por Levitt, ironiza as relações humanas e o comportamento masculino e conta a história de Jon, solteiro convicto que tem orgulho da vida que leva e que segue a filosofia de que nenhuma relação sexual é tão boa quanto pornografia. Entretanto, sua vida muda após conhecer numa boate aquela que seria a mulher perfeita, Barbara, personagem de Scarlett Johansson. A noite encerra com uma atração ainda a ser confirmada.

O último dia de evento, domingo, 10 de novembro, será para entretenimento em família com a exibição do clássico de Steven Spielberg, “E.T. - O Extraterrestre”, às 19h30. O filme, amado por diversas gerações, conta a história do simpático alienígena que, depois de se perder de sua família, quer voltar para casa. Antes do longa, será exibido o curta “Apocalipse de Verão”, de Carolina Durão.

Todos os filmes serão apresentados com som original e legendas em português, com exceção do nacional, “Tatuagem”. Os clássicos serão exibidos com legenda eletrônica. Os ingressos podem ser adquiridos pelo Disk Ingressos. Clientes da Vivo terão 20% de desconto na compra de até dois ingressos por sessão, mediante apresentação da conta telefônica e/ou aparelho celular. Estacionamento gratuito no Parque Barigui com sistema de shuttle para o evento. O evento acontece mesmo em caso de chuva.
Para mais informações, acesse a página do Vivo Open Air.



Um designer dos trópicos expõe na Caixa Cultural Curitiba

A Caixa Cultural Curitiba apresenta, a partir da próxima terça-feira (29), às 20h, a exposição “Sergio Rodrigues – Um Designer dos Trópicos”, que traz um panorama de sua obra. Arquiteto por formação, o foco de seu trabalho é o design de móveis, sendo citado na Enciclopédia Delta Larousse, inclusive, como o criador do móvel moderno brasileiro. Antes da abertura da exposição, haverá uma palestra com o artista, a partir das 19h.
A exposição apresenta ao público um lado pouco conhecido de seu processo criativo, abrangendo o contexto da gênese de seus móveis. O percurso sugerido na mostra permeia histórias pessoais e do Brasil, sob pontos de vista particulares, lúdicos e pouco ortodoxos.
Sua obra mais conhecida, a Poltrona Mole, que estará presente na mostra, passou a integrar, em 1977, a Coleção de Design do MoMA, de Nova Iorque. Durante 40 anos, foi o único representante do design brasileiro de móveis naquele museu.
O artista segue em busca de soluções, que envolvam questões éticas e estéticas, e sua relação com o homem: conforto, beleza, toque, cheiro – sem deixar de lado a brasilidade que marca toda a sua obra.

Sergio Rodrigues Nascido em 1927, no Rio de Janeiro, entrou aos 20 anos para a Faculdade Nacional de Arquitetura da Universidade do Brasil. E, em 1952, recém-formado, participou do projeto do Centro Cívico de Curitiba.
Criou mobiliário para vários ministérios, em Brasília, e para várias Embaixadas. O projeto mais significativo foi para a Embaixada do Brasil em Roma, em 1959. Em 1962, desenvolveu um sistema de pré-fabricação em madeira e, a convite da UnB, montou diversas unidades em Brasília e mais de 200 em todo o país.
Em 2011, inaugurou o Espaço Sergio Rodrigues, na Galeria Espasso, em Nova Iorque e, em 2012, fundou o Instituto Sergio Rodrigues, uma associação sem fins lucrativos, que tem por objetivo preservar e divulgar o conjunto de sua obra, promover e incentivar o conhecimento sobre o design brasileiro.

A exposição “Sergio Rodrigues - Um Designer dos Trópicos” fica aberta à visitação até dia 5 de janeiro de 2014, de terça-feira a sábado das 9h às 20h e domingo das 10h às 19h. Informações: (41) 2118-5114. Classificação etária: Livre para todos os públicos.

Novo clipe de Paul McCartney estreia na web

(EFE) - O ex-Beatle Paul McCartney recorreu a alguns de seus amigos famosos, como a modelo britânica Kate Moss e o ator americano Johnny Depp, para promover seu novo clipe, "QueenieEye", que foi lançado na quinta-feira (24) no youtube.
Além do inegável apelo comercial da top model e do protagonista de "Piratas do Caribe", que poderiam ter retomado a relação a partir deste convite, o novo clipe de McCartney também conta com a participação da atriz americana Meryl Streep.
De acordo com a imprensa britânica, todos os artistas envolvidos no clipe passaram pelos emblemáticos estúdios de Abbey Road, em Londres, para ajudar o músico com a gravação da "promo" dessa canção.
No clipe, o ex-Beatle, de 71 anos, aparece gravando em um estúdio vazio que, ao passar da música, vai ficando cheio de convidados, enquanto McCartney segue sua interpretação sem se importar com a presença das estrelas, incluindo o designer e cineasta Tom Ford e a modelo Lily Cole, entre outras.
As letras da canção se baseiam em um cântico que se remete à infância de McCartney em Liverpool, a cidade na qual nasceu o lendário quarteto. "Esse tipo de coisas sempre estão contigo. Sempre gostei do ritmo desse cântico", como o cantor chegou a comentar em uma ocasião anterior.
O músico britânico, que se encontra imerso na divulgação de seu novo álbum solo - intitulado "New" -, também surpreendeu seus fãs na última sexta-feira com um show gratuito em uma praça do popular bairro londrino de Covent Garden.
O show em questão, anunciado pelo próprio McCartney em sua página do Twitter, durou pouco mais de 20 minutos e reuniu cerca de 2 mil turistas e curiosos, uma experiência que já tinha experimentado em Nova York há duas semanas, quando fez um show surpresa na Times Square. 

Renato Borghetti e orquestra fazem apresentação grátis no Canal da Música

O músico Renato Borghettti se apresenta nesta terça-feira (29), no Canal da Música, em Curitiba, acompanhado da Orquestra de Câmara de Blumenau, sob a regência do maestro Daniel Bortholossi. O show começa às 21 horas. A entrada é gratuita, mas os ingressos devem ser retirados com antecedência na bilheteria do Canal da Música (rua Júlio Perneta, 695. Mercês).
“Renato Borghetti & Orquestra de Câmara de Blumenau - 2ª Temporada” promove o encontro da música erudita e popular, com canções da região fronteiriça do Sul do Brasil, de outros ritmos brasileiros, uruguaios e argentinos. A turnê deste espetáculo é realizada pelo Ministério da Cultura, com o patrocínio do Banco Bradesco e Cia. Hering.

Informações: 3331-7505 ou 3331-7513.

Programação da éParaná traz conversa musical e jazz manouche

O programa Terra Canção da TV éParaná (canal 9) vai apresentar, nesta terça-feira (29), às 23h, bate-papo com o compositor, instrumentista e arranjador Rubens Nunes Pires e a cantora e compositora Sílvia Nazário (foto), que é natural de Maceió (AL) e considerada embaixadora da música brasileira em Portugal. A reprise do Terra Canção é no sábado (2), às 16h.
Sílvia mora em Lisboa há 22 anos e apresenta repertório rico em sonoridade, buscando desde as raízes indígenas mais profundas, passando pelo chorinho de Ernesto Nazareth e Waldir Azevedo a todo o leque da bossa nova. Tem cinco discos editados, sendo dois considerados world music. Também gravou single especial para o Ano Internacional da Cultura da Paz 2000 (Unesco) entre outras participações. Também já recebeu uma série de prêmios.
Rubens é de Curitiba, cursou piano popular na Faculdade de Artes do Paraná e dá aula de acordeon no Conservatório de MPB e em diversas escolas de Curitiba e região. Integrante do Grupo Viola Quebrada (trabalho com resgate de clássicos caipiras), promove oficinas de acordeon pelo interior no Programa Música de Raiz do Projeto Paranização. Tem quatro CDs lançados: Viola Quebrada (2000), Vila Fandangueira (2002), Caipiríssimo (coletânea pela gravadora Karup em 2002 com participação do Viola Quebrada, Renato Teixeira, Rolando Boldrin e Pena Branca) e Sertaneja (2003).

ÉSHOW – O Jazz Cigano Quinteto está no programa éShow desta quinta-feira (31), à 0h30 (noite de quarta para quinta). O grupo curitibano é uma das principais referências do jazz manouche no Brasil, estilo criado pelo violonista cigano-belga Django Reinhardt e imortalizado no seu quinteto do Hot Club de France nos anos 30. O Jazz Cigano Quinteto nasceu no final de 2008 com Eduardo Mercuri. Hoje o grupo tem nova formação e na bagagem um CD gravado de maneira independente, e segue compondo e tocando em eventos e na cena musical, além de desenvolver projetos para levar a cultura e o jeito manouche a diversos lugares.


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Um pouco de tudo entre as estreias cinematográficas

Do drama ao suspense, passando pela comédia, várias boas novidades - e um desfile de astros - nos cinemas curitibanos. Continuam em cartaz “A Família”, “Conexão Perigosa”, “Kick Ass 2”, “Os Suspeitos” e o nacional “Serra Pelada”. “Gravidade” é obrigatório.

A RELIGIOSA - Segunda adaptação para os cinemas da obra de Denis Diderot, de 1796. A primeira foi filmada por Jacques Rivette em 1966, e agora o diretor francês Guillaume Nicloux apresenta a sua versão.
No século XVII, a jovem Suzanne (Pauline Étienne) sonha em ter uma vida livre, mas seus pais têm outros planos para ela: colocá-la em um convento. Embora resista aos planos, Suzanne é forçada a seguir a preparação para a vida religiosa, entre madres superiores tirânicas, e outras carinhosas em excesso… Aos poucos, a jovem começa a preparar seu plano de fuga. Isabelle Huppert, Louise Bourgoin, Agathe Bonitzer, Alice de Lencquesaing, Fabrizio Rongione, François Négret e Françoise Lebrun completam o elenco.
Indicação etária: 14 anos

BRANCA DE NEVE - Drama espanhol dirigido por Pablo Berger, mudo e filmado em preto & branco. A ação se passa em Sevilha, 1920. Carmen (Macarena García) viveu toda a infância com sua terrível madrasta, Encarna (Maribel Verdú). Cansada de ser reprimida, a jovem resolve fugir de casa para viver diversas aventuras como toureira, na intenção de apagar seu passado traumático. Durante a viagem, ela recebe a ajuda de sete anões toureiros, que decidem protegê-la a todo custo. Daniel Giménez-Cacho, Ángela Molina e Pere Ponce têm papéis de destaque.
Indicação etária: 12 anos

MEU PASSADO ME CONDENA – Comédia baseada na série homônima do canal a cabo Multishow, escrita por Tati Bernardi e dirigida por Julia Rezende. Quando Fábio (Porchat) e Miá (Mello) se encontram, é amor à primeira vista. Eles se casam um mês depois de se conhecerem e decidem viajar à Europa em um cruzeiro em lua de mel. Só que, durante a viagem, eles encontram seus antigos namorados, Beto (Alejandro Claveaux) e Laura (Juliana Didone), que hoje estão juntos e também passam sua lua de mel.
Fábio Porchat, Miá Mello, Inez Viana, Marcelo Valle, Rafael Queiroga, Juliana Didone, Alejandro Claveaux, Elke Maravilha, Stepan Nercessian, Catarina Abdalla.
Indicação etária: 14 anos

O CONSELHEIRO DO CRIME - Suspense do diretor Ridley Scott (“Blade Runner”) a partir de roteiro do escritor Cormac McCarthy (“Onde os Fracos Não Têm Vez”) e com elenco all-star: Michael Fassbender, Brad Pitt, Javier Bardem, Penelope Cruz, Cameron Diaz. um advogado (Fassbender) se une ao traficante Reiner (Javier Bardem) para vender uma carga de US$20 milhões em cocaína, mas claro que a trama sai do controle e o advogado se envolve em uma história de mortes e traições. Emma Rigby, Dean Norris, John Leguizamo, Rosie Perez e Goran Visnjic completam o elenco.
Indicação etária: 16 anos

O VERÃO DA MINHA VIDA - Comédia americana dirigida pela dupla Nat Faxon e Jim Rash e estrelada por Steve Carell, Toni Collette, Rob Corddry, Sam Rockwell, Amanda Peet, Allison Janney, Anna Sophia Robb, Liam James, Maya Rudolph. Para tentar dar vida às suas solitárias férias de verão, Duncan, um inseguro e tímido adolescente americano, arruma um emprego em um parque aquático local. Lá ele conhece Owen, um funcionário despreocupado, alegre e que adora curtir a vida. A amizade entre os dois cresce e Owen acaba se tornando um mentor e aliado para que o jovem desenvolva sua própria voz e ganhe coragem para enfrentar suas questões pessoais e familiares.
Indicação etária: 14 anos

SIMPLESMENTE UMA MULHER - Road movie dirigido por Rachid Bouchareb onde duas amigas - Mona (Golshifteh Farahani) e Marilyn (Sienna Miller) - estão passando por problemas pessoais e se unem para encarar uma viagem transformadora. Mona sofre pela intromissão da mãe em seu casamento, enquanto Marilyn vive uma crise conjugal após perder o emprego. Com muito pouco a perder, as duas abraçam a dança do ventre como válvula de escape e cruzam os Estados Unidos para participar de um concurso em Santa Fé. Chegando ao concurso, elas descobrem que os organizadores têm outros planos para as duas.
Indicação etária: 14 anos

Thiago Pethit traz turnê "Estrela Decadente" a Curitiba

O cantor Thiago Pethit volta à capital paranaense no sábado (26), 21h, no Canal da Música para apresentar o show de sua nova turnê “Estrela Decadente”. O show marca a volta do cantor a Curitiba, depois de três anos sem pisar nos palcos da cidade. O repertório da turnê é baseado no seu último disco, “Estrela Decadente”, lançado em 2012 que conta com participações de Mallu Magalhães e Cida Moreira, além dos sucessos do primeiro CD “Berlim, Texas”, de 2010.
A definição de Pethit sobre o CD “Estrela Decadente” é de “um disco que fala de uma ferida. Sobre uma ingenuidade perdida, uma ingenuidade que foi maculada e que cicatrizou e este CD é uma espécie de cicatriz disso.”
No começo do mês de Setembro, Thiago Pethit lançou o clipe da música “Moon” que já teve mais de 80 mil visualizações na internet. O clipe é dirigido pelo cineasta Heitor Dhalia, que fez “Gone” com Amanda Seyfried e “Cheiro do Ralo” com Selton Mello. “É a primeira vez que ele dirige um clipe e é também o primeiro clipe nacional com um grande diretor de cinema, filmado em formato de cinema e não de videoclipe”, conta Thiago Pethit.
O Canal da Música está situado na rua Júlio Perneta, 695, Mercês. Informações sobre ingressos: 3331-7505 ou 3331-7513.