segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Semana começa com show da banda 5 a Seco no Paiol

Um dos fenômenos da internet, a banda 5 a Seco, formada por músicos paulistanos, conquistou em três anos de existência fãs por todo o Brasil. Nestas segunda e terça-feiras (30 e 1º), o grupo se apresenta no Teatro do Paiol, mostrando ao público curitibano o repertório próprio que atesta o talento dos seus cinco integrantes: Vinícius Calderoni, Tó Brandileone, Leo Bianchini, Pedro Altério e Pedro Viáfora.
Os cinco são essencialmente cantores e violonistas, mas no palco também se dividem entre baixos, guitarras, bateria e percussão. Transitam entre diversos gêneros musicais – do samba de raiz ao indie rock, do hip hop à música folclórica, passando pelo jazz contemporâneo e os ritmos caribenhos. A banda já gravou um CD/DVD – ao vivo, no Auditório Ibirapuera, em São Paulo, com a participação especial de Maria Gadú, Lenine e Chico César. Eles também tiveram participação em shows de artistas como Ivan Lins, Luiza Possi e Celso Viáfora.

A apresentação da banda 5 a Seco na segunda-feira acontece às 21h e na terça-feira, às 20h. Os ingressos custam R$ 60,00 e R$ 30,00 (meia). Informações: 3213-1340.

Encontro no Conservatório de MPB abre o Curitiba Jazz Meeting

Nesta quarta-feira (2), às 20h30, o Conservatório de MPB, uma das unidades da Fundação Cultural de Curitiba, abriga o workshop "Conversa de Músico". O evento abre a programação da sexta edição do Curitiba Jazz Meeting, que até o próximo domingo (6) reúne na cidade expoentes nacionais e internacionais do jazz contemporâneo. O encontro no Conservatório de MPB conta com a participação de sete instrumentistas que irão falar sobre seus processos criativos e improvisar performances musicais. A entrada é franca.
O bate-papo musical acontece entre o clarinetista curitibano Sérgio Albach, professor do Conservatório de MPB e diretor da Orquestra À Base de Sopro; o pianista, arranjador e regente mineiro André Dequech, que divide sua atuação entre o Brasil e os Estados Unidos; o contrabaixista Alberto Lopes, de Belo Horizonte (MG); o baterista Esdra Neném Ferreira, também de Belo Horizonte (MG); o trompetista Ron Di Lauro, vindo de Montreal (Canadá); mais o violonista e compositor paulista André Geraissati e a pianista paranaense Mirna Dequech Seleme, que respondem, respectivamente, pela direção artística e pela produção do Curitiba Jazz Meeting.

Programação – Os espetáculos do sexto Curitiba Jazz Meeting, que se caracterizam pela criatividade e elegância desse gênero musical, serão realizados no Teatro Guaíra, sempre às 20h30. Na quinta-feira (3), o Auditório Salvador de Ferrante (Guairinha) recebe o show Duo Cello & Violão, com Gustavo Tavares e Nelson Faria. Brasileiros radicados na Noruega e na Suécia, respectivamente, juntos eles realizam extraordinário duo camerístico de violoncelo e violão, combinando elementos de música erudita e popular.
Na sexta-feira (4), no mesmo auditório, apresenta-se o grupo Jazz Meeting Ensemble, com a participação especial do trompetista canadense Ron Di Lauro, sob a regência do pianista e arranjador André Dequech. O variado repertório compreende clássicos do jazz, pop e world music. Compõem o grupo os músicos Sérgio Albach (clarinete e clarinete baixo), Gabriel Schwartz (saxofone, flauta e piccolo), Paulo Siqueira (saxofone, flauta e fagote), Edvaldo Chiquini (trompa), Rogério Leitum (trompete), Sérgio Coelho e Rodrigo Vicaria (trombones), Guilherme Efrom (trombone baixo), Péricles Gomes e Samuel Pessati (violoncelos), Alberto Lopes (contrabaixo) e Esdra Neném Ferreira (bateria).
Para o sábado (5), também no Guairinha, está agendado o quarteto alemão de saxofones Sonic.Art, que leva ao palco originalidade e entusiasmo. Desde a sua fundação, em 2005, o conjunto realiza turnês por todo o mundo, a convite do Instituto Goethe, acumulando prêmios internacionais de música contemporânea. É formado por Ruth Velten (saxofone soprano), Alexander Doroshkevich (saxofone alto), Adrian Tully (saxofone tenor) e Annegret Schmiedl (saxofone barítono).
O concerto da Orquestra Sinfônica do Paraná, sob a regência do maestro Osvaldo Ferreira e com a participação do saxofonista norte-americano James Bob Belden, encerra a programação do Curitiba Jazz Meeting no domingo (6), às 20h30, no Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto (Guairão).
Outro destaque da programação fica por conta do Paraná Jazz Meeting, que levará o grupo Jazz Meeting Ensemble para três cidades paranaenses, com espetáculos gratuitos em Paranaguá, no dia 8 de outubro (terça-feira, no Teatro Raquel Costa), na Lapa, no dia 9 de outubro (quarta-feira, no Theatro São João) e em Rio Negro, no dia 10 de outubro (quinta-feira, no Cineteatro Antônio Cândido do Amaral), sempre às 20h.
Informações sobre ingressos: 3315-0808 ou www.diskingressos.com.br
Para saber mais: http://curitibajazzmeeting.blogspot.com.br 

Edital da FCC para Corrente Cultural abre espaço para até 40 bandas locais

A Fundação Cultural de Curitiba abriu na sexta-feira (27) edital para a contratação de até 40 artistas ou bandas locais que produzam música autoral para compor a grade de programação da quinta edição da Corrente Cultural de 2013. Foram reservados R$ 75 mil para pagamento do cachê dos músicos. Cada grupo classificado irá receber R$ 1,5 mil ou R$ 2,5 mil, dependendo da experiência. A intenção é contemplar o máximo possível de gêneros musicais. As inscrições podem ser feitas até o dia 11 de outubro e a abertura dos envelopes acontece no dia 14.
Podem participar artistas ou bandas que tenham domicílio ou que iniciaram sua carreira artística em Curitiba. A comprovação é feita através de materiais publicados na imprensa ou internet. Os participantes também devem enviar CDs ou EPs, gravações de apresentações em vídeo, release e comprovar a participação em festivais de música ou programas ao vivo.
Além desse material, que totalizará um máximo de 40 pontos, serão avaliadas letras, arranjos e composições, totalizando mais 60 pontos. Para serem classificados, os músicos deverão obter nota superior a 80 pontos. A comissão de avaliação será composta por cinco pessoas, sendo um representante da FCC. Os outros quatro foram nomeados com base em suas qualificações, notório saber e participação ativa no cenário musical local.

Reconhecimento – De acordo com o superintendente da FCC, Igor Cordeiro, o público (previsto em cerca de 200 mil pessoas) terá uma ótima oportunidade conhecer melhor as bandas locais, que muitas vezes não têm o merecido reconhecimento dentro de sua própria cidade. “Curitiba precisa se olhar no espelho e ser protagonista de sua própria história”, ressaltou.
Cordeiro também destacou que o edital pretende “premiar artistas que estejam se organizando profissionalmente para trabalhar com música autoral”. Segundo ele, este é o primeiro edital que garante participação ampla de artistas para a Corrente Cultural. As bases da concorrência foram definidas, diz ele, após o Papo de Classe destinado à música. “Sentimos essa necessidade depois de ouvirmos o setor”, afirmou.

Descentralização – Para Cordeiro, outra grande característica da Corrente Cultural deste ano é a sua descentralização. “Privilegiamos a diversidade de locais para que as atrações se estendam por toda a semana, em todas as regiões da cidade, permitindo que um maior número de pessoas participe e aproveite a Corrente Cultural”, diz. Segundo ele, as atrações da semana da Corrente servem como um aquecimento para o auge da programação, reservado para sábado e domingo.
O edital, as normas complementares e formulários estão disponíveis neste link. Os documentos também podem ser obtidos no Protocolo da Fundação Cultural de Curitiba, na Rua Engenheiros Rebouças, 1.732, das 10h às 12h e das 14h às 17h, mediante o pagamento das respectivas cópias. Dúvidas devem ser dirigidas para o e-mail correntecultural@fcc.curitiba.pr.gov.br ou pelo telefone 3213-7590, nos mesmos horários acima.


Mais uma sessão de cinema na Caixa Cultural Curitiba

A Caixa Cultural Curitiba apresenta, nesta terça-feira (1º), às 20h, mais uma sessão do projeto cinematográfico Teste de Audiência. Idealizado pelos cineastas Márcio Curi e Renato Barbieri, o projeto traz, mensalmente, um filme nacional, ainda em processo de finalização, apresentado gratuitamente em sessão surpresa. O espectador só fica sabendo ao que vai assistir momentos antes do início da exibição. O Teste de Audiência tem patrocínio da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal.
Em sua quinta temporada na Caixa Cultural Curitiba, o Teste de Audiência oferece, ao público a oportunidade de, na presença do diretor, opinar sobre um filme ainda em processo de finalização, interferindo em seu resultado final. Além de contribuir para a formação do público, e para o desenvolvimento de uma metodologia científica de aprimoramento das obras audiovisuais, o projeto se mostra uma preciosa ferramenta de trabalho para os cineastas. A escolha dos longas-metragens, que serão exibidos, se dá por meio de uma ampla pesquisa sobre os estágios de filmagem e montagem dos novos filmes brasileiros.

O "Teste de Audiência" tem entrada franca e os ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro, no dia do evento, a partir das 19h. Informações: 2118-5111. O evento é recomendado para maiores de 16 anos.

Curitiba recebe a Rio Music Conference

Com apoio da Fundação Cultural de Curitiba, o Rio Music Conference - maior encontro de música eletrônica e entretenimento do hemisfério sul - vai passar por Curitiba entre os dias 3 e 5 de outubro. O evento segue o mesmo modelo da edição principal que acontece desde 2009, no Rio de Janeiro, com atividades voltadas à economia criativa e ao entretenimento e turismo.
Além da programação diurna na sede principal do evento, o Hotel Pestana (rua Comendador Araújo, 499), o RMC Curitiba também promoverá o Club Week, com uma intensa programação em clubes, restaurantes e bares da cidade e workshop na Regional Santa Felicidade. Para participar é preciso fazer a inscrição no site do evento riomusicconference.com.br
A região Sul do Brasil é um dos mais importantes polos da música eletrônica e da economia criativa da América do Sul graças, principalmente, à movimentada região do litoral catarinense, que entre Florianópolis e Itajaí concentra grande quantidade de clubes e eventos.
Porém, a organização optou por sediar a edição regional em Curitiba, com a justificativa de que a cidade é uma espécie de hub do mercado da região Sul, sediando agências, produtoras de eventos, instituições de capacitação e núcleos com forte presença regional e nacional.
Empresas, profissionais e artistas dos três estados do Sul poderão encontrar-se para debates, palestras, workshops, rodadas de negócios e trocar informações e experiências sob a perspectiva do mercado local. A inscrição dá acesso aos workshops e painéis, além de vantagens na entrada dos eventos do RMC Club Week.

Origem - O RMC surgiu da percepção de que o mercado de música eletrônica estava crescendo, com bilhões de dólares movimentados por ano, mas nenhum encontro que proporcionasse um ambiente para que a indústria da música e do entretenimento pudesse expandir o mercado de maneira organizada e integrada.
Mais informações e inscrições: www.riomusicconference.com.br

Jardim Botânico e Praça do Japão serão iluminados para campanha Outubro Rosa

A partir desta quinta-feira (3), a estufa do Jardim Botânico e a Praça do Japão serão iluminadas com a cor rosa para dar início a uma série de atividades que irão chamar a atenção da sociedade para a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama.
O Outubro Rosa é o mês da conscientização e combate ao câncer de mama, com atividades realizadas em todo o mundo. O movimento surgiu em 1990, na cidade de Nova Iorque, tendo como símbolo o laço rosa, e busca alertar sobre os riscos da doença, que é a segunda mais recorrente no mundo.
A programação que será realizada em Curitiba irá repassar informações sobre a importância da prevenção e descoberta precoce do câncer, envolvendo o poder público, voluntários, entidades, profissionais de saúde, instituições de ensino e a comunidade em geral.
A ideia é sensibilizar a população de que é possível evitar grande parte dos tumores com mudanças no estilo de vida e ainda alertar que, de acordo com especialistas, com a detecção precoce e o tratamento correto, mais de 90% dos cânceres têm cura”, afirma Roseli Isidoro, secretária da Mulher, que coordena as atividades do Outubro Rosa em Curitiba.
Apesar dos avanços tecnológicos, o câncer ainda continua com alto índice de mortalidade, sobretudo em função do diagnóstico tardio. Segundo tipo mais frequente no mundo (o primeiro é o de pulmão), o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano. Se diagnosticado e tratado oportunamente, o prognóstico é relativamente bom. De acordo com estudos feitos pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Brasil as estimativas para 2012/2013 apontam para a ocorrência de um total de 385 mil novos casos.


Estufa - A cerimônia que dará início ao Outubro Rosa será realizada no Jardim Botânico, às 19 horas de quinta-feira e contará com a presença do prefeito Gustavo Fruet, secretários municipais, representantes da Câmara Municipal e parceiros na organização do evento: Instituto Pró Cidadania de Curitiba, Fundação de Ação Social, Fundação Cultural de Curitiba, Universidade Federal do Paraná, Sesi, Faculdades Pequeno Príncipe, Hospital de Clínicas, Primeira Igreja Batista de Curitiba, Amigas da Mama e rede Humsol.

sábado, 28 de setembro de 2013

Domingo Onze e Meia com brincadeiras sonoras

Marcelo Brum-Lemos e o Som-de-Brinkedo lançam o CD Som-de-Brinkedo com espetáculo no programa Domingo Onze e Meia, no Conservatório de MPB de Curitiba. A apresentação, que acontece às 11h30 deste domingo (29), reúne canções autorais de Marcelo Brum-Lemos e dos demais compositores participantes do grupo, com obras que integram o CD e outras inéditas. A entrada é franca.
O show explora sonoridades de instrumentos musicais díspares como kalimba (instrumento africano semelhante a um piano), dulcimer (instrumento de cordas percutidas, de origem medieval), viola caipira, cavaquinho, charamela (instrumento de sopro construído em madeira), violino, rabeca paranaense, violão de nylon, guitarra elétrica, acordeom, teclados, flautas e as mais variadas percussões, revelando a diversidade cultural do Paraná e do Brasil.
Formado atualmente por Marcelo Brum-Lemos, Aruana Moscheta, Leandro Leal, Mateus Sokolowski, Carlos Ramos e Gabriel Floriani, o Som-de-Brinkedo tem como convidado especial o músico Junior Lemos. O repertório foi pensado como uma amostragem da variada influência sonora dos componentes da banda. O medievalismo está em Manuscrito, de Carlos Ramos, o baião aparece em Plantei girassóis, de Leandro Leal, e O Almirante possuía um barco branco, de Marcelo Brum-Lemos, que também responde pela seresta Eterno e pela milonga Sementes, entre outros exemplos.
Na prática, o Som-de-Brinkedo é uma oficina sonora, na qual os músicos procuram trabalhar de maneira mais experimental e lúdica na criação dos arranjos. O grupo tem formação flutuante, mas se destaca pela versatilidade e qualidade dos integrantes. A proposta, já denunciada pelo título, é a de “brincar” com os sons, numa postura experimental e irreverente. Nesse sentido, os músicos costumam revezar-se entre diversos instrumentos para expressar composições caracterizadas por uma profunda relação com a palavra cantada.
Marcelo Brum-Lemos, também poeta e contista, procura com suas canções explorar os limites entre a poética da palavra e a linguagem musical propriamente dita. Dessa forma, a expressão vocal, entre o canto e a fala, assume posição essencial, fazendo da interpretação de Marcelo Brum-Lemos o real elemento que agrega música e texto. O artista e seu grupo Som-de-Brinkedo apresentam-se regularmente em Curitiba desde 2009 e, em 2012, estrearam internacionalmente, com espetáculos em Portugal.

O mestre dos quadrinhos Will Eisner ganha biografia

Com mais de 50 anos de carreira, personagens marcantes como o detetive Spirit, e ideias que revolucionaram a forma de contar histórias em quadrinhos, Will Eisner foi um pioneiro que alçou as HQs ao status de “nona arte”. Não é à toa que a principal premiação internacional para esse tipo de publicação leve seu nome, o Eisner Award. Agora chega às livrarias a biografia “Will Eisner: um sonhador nos quadrinhos” (Globo Livros, 424 págs, R$ 59,90), escrita por Michael Schumacher, traça a longa trajetória de vida, arte e trabalho desse cartunista que fez das ruas de sua Nova York um rebuscado mundo de paixões, frustrações, alegrias, medos e experiências.
O norte-americano Michael Schumacher é especialista em biografias e tem mais de dez livros publicados. Entre eles, as bios de Allen Ginsberg, Eric Clapton, Phil Ochs, George Mikan e Francis Ford Coppola.
“Will Eisner: um sonhador nos quadrinhos” também trata de um dos períodos menos conhecidos da carreira do artista, os vinte anos que desenhou e editou manuais educativos para o Exército. Isso se deu com o fim das histórias do Spirit, em 1952. Eisner ainda acreditava no potencial artístico e educativo das HQs, mas setores conservadores da sociedade americana colocavam na conta dos quadrinhos uma má influência sobre a juventude e criaram uma rígida censura contra ela em nome da “moral e dos bons costumes”.
Eisner aprendeu muito sobre a própria arte e foi maturando dentro de si uma segunda revolução que faria nos anos 1970. Em 1978, após dois anos de trabalho intenso e silencioso (todos achavam que tinha se aposentado), publicou Um contrato com Deus e cunhou o termo “graphic novel” (novela gráfica), um conceito novo de história em quadrinhos para adultos que seria adotado por todas as gerações futuras.
Como disse Stan Lee, presidente emérito da Marvel Comics e admirador de Eisner, “não somente um artista e um desenhista fantástico, mas também um contador de histórias brilhante, Will Eisner ajudou a transformar a imagem do outrora modesto livro em quadrinhos no atualmente tão respeitado meio da arte sequencial”.

Espaço Cultural BRDE recebe mostra “Novelo Fotográfico”

A exposição “Novelo Fotográfico”, do artista Ricardo Carneiro, chegou ao Palacete dos Leões, Espaço Cultural do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) em Curitiba e fica em exibição até 25 de outubro, com visitação de segunda a sexta-feira, das 12h30 às 18h30. A entrada é gratuita. São 14 pinturas e dois desenhos sobre papel, com o tema a sensualidade da cor.
Carneiro é carioca, mas mora em Curitiba desde 1981. É professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e reconhecido pelo seu trabalho como artista plástico com diversas participações em exposições coletivas e individuais. Ele possui graduação em Engenharia, em Gravura pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e mestrado e doutorado em Educação.
O nome ‘Novelo Fotográfico’ foi escolhido através da relação das minhas pinturas com imagens fotográficas que se desenrolam e descrevem uma narrativa“, disse Ricardo Carneiro.
LOCAL – O casarão da Avenida João Gualberto, 570 é tombado pelo patrimônio histórico e testemunho do ciclo da erva-mate, um dos períodos mais prósperos da economia paranaense. Desde 2005, a antiga residência da tradicional família Leão, foi inaugurada como Espaço Cultural BRDE e, desde então, é o lugar ideal para receber atividades culturais de todos os gêneros, como exposições, peças de teatro, apresentações musicais e lançamento de livros.

“Sem Fonia Musical” é a atração do projeto Teatro para Piás e Gurias

A peça “Sem Fonia Musical”, da Companhia de Teatro Yepocá, será apresentada no próximo domingo (29), no projeto Teatro para Piás e Gurias, do Centro Cultural Teatro Guaíra. O espetáculo será às 11h, no Teatro José Maria Santos (rua Treze de Maio, 655, São Francisco), com ingressos a R$ 5,00. Crianças até 12 anos não pagam. “Sem Fonia Musical” tem concepção geral, roteiro, direção, cenografia e figurino de Bruno Godinho que também está no elenco, ao lado de Camilo Rocha e Luísa Goreti
Três palhaços, cada um com seu instrumento (flauta, violão e pandeiro), criam uma trilha sonora divertida e inusitada para a peça, com a participação do público como o quarto músico desta “paspalhada”. O espetáculo “Sem Fonia Musical” convida o público a uma incursão no universo da música através do olhar do palhaço, que mescla inocência e uma percepção aguçada e curiosa do mundo.
Foi em 2000 que os artistas Bruno Godinho e Luisa Goreti criaram a Companhia de Teatro Yepocá, com o objetivo de promover diversos projetos culturais, oficinas de teatro e espetáculos. Em 2012 o grupo participou de eventos como o Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte, Festival de Teatro de Teófilo Otoni e do projeto “Artes Cênicas Mês a Mês” da Funarte - MG (Fundação Nacional das Artes). 

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Nacionais são o destaque entre as estreias nos cinemas

As comédias americanas “Família do Bagulho” e “R.I.P.D. Agentes do Além” estreiam nesta sexta-feira nos cinemas curitibanos. Ao lado deles, produções nacionais de qualidade. Entram em cartaz os dramas “O Tempo e o Vento”, “Coleção Invisível” e “A Última Estação”, além do documentário “Fora do Figurino”.

A COLEÇÃO INVISÍVEL - Drama nacional dirigido por Bernard Attal e estrelado por Vladimir Brichta, Walmor Chagas, Ludmila Rosa, Conceição Senna e Clarisse Abujamra. A família de Beto (Brichta) é dona de uma tradicional loja de antiguidades, em crise financeira. Para tentar solucionar o problema, ele parte em uma viagem até a cidade de Itajuípe, interior da Bahia, atrás de uma coleção raríssima de gravuras. Lá, Beto conhece o colecionador Samir (Chagas, em seu último filme) e sua família, que passam por um momento difícil. O encontro com Samir, sua esposa e a filha fará com que Beto mude sua maneira de enxergar o mundo. O roteiro do filme é inspirado no conto homônimo do Stefan Zweig.
Indicação etária: 14 anos.

A ÚLTIMA ESTAÇÃO - Drama nacional dirigido por Marcio Curi e estrelado por Mounir Maasri, Elisa Lucinda e Klarah Lobato. A trama se passa no ano de 1950. O jovem libanês Tarik deixa sua cidade natal em busca de uma vida melhor no Brasil. Ao chegar no porto de Santos ele se desentende com o irmão de uma garota síria com a qual estava flertando e, na briga, cai no mar. Ele é salvo por Ali, outro jovem libanês. Só que, ao passar pela imigração, Ali fica detido pela polícia e eles se separam. Décadas mais tarde, já idoso, Tárik  resolve partir em busca de Ali para pedir-lhe perdão. Em sua jornada ele tem a companhia da filha, que se recusa a seguir os ideais religiosos e de comportamento pregados pelo pai.
Indicação etária: 12 anos.

FAMILIA DO BAGULHO - Comédia de Rawson Narshall Thurber, tem no elenco os conhecidos Jason Sudeikis, Jennifer Aniston, Will Poulter e Emma Roberts. Após ser roubado, o traficante de meia tigela David Clark é obrigado por seu chefe, Brad Gurdlinger, a viajar até o México para fechar uma negociação envolvendo um grande carregamento de maconha. Para tanto David precisa formar uma família de mentira e com isso convida a stripper Rose O'Reilly para ser sua falsa esposa. A delinquente Casey e o virgem Kenny logo entram no plano e juntos eles formam os Miller, que aparentemente estariam fazendo uma pacata viagem rumo ao México a bordo do trailer da família. Entretanto, ao longo do caminho os antigos hábitos voltam à tona e nem tudo sai como o planejado. O roteiro é escrito por Bob Fisher e Steve Faber (de “Penetras Bons de Bico”).
Indicação etária: 14 anos.

FORA DO FIGURINO - Documentário nacional dirigido por Paulo Pélico e com as participações de Adriane Galisteu, Odilon Wagner e Ana Maria Braga, entre outros. O filme mostra que nunca houve um levantamento antropométrico capaz de apontar as medidas brasileiras médias, ao contrário de países desenvolvidos. Diversos segmentos da indústria brasileira não têm outra opção senão empregar tabelas estrangeiras de medidas e apresentam dificuldades de adaptação com enormes prejuízos econômicos, problemas de saúde pública e mesmo de competitividade econômica para o país. As numerosas e frustradas tentativas de se resolver a questão na base do improviso levaram a resultados que ficaram entre o cômico e o constrangedor.
Indicação etária: 10 anos.

O TEMPO E O VENTO - Baseado na maior obra do escritor Erico Verissimo, “O Continente”, este drama tem direção de Jayme Monjardim e um elenco global: Fernanda Montenegro, Thiago Lacerda, Cleo Pires, Marjorie Estiano, Paulo Goulart, José de Abreu e Suzana Pires, entre outros. O filme conta a história da família Terra Cambará e de sua principal opositora, a família Amaral, durante 150 anos, começando nas Missões até o final do século XIX. Sob o ponto de vista da luta entre essas duas famílias, são retratadas a formação do Rio Grande do Sul, a povoação do território brasileiro e a demarcação de suas fronteiras, forjada a ferro e espada pelas lutas entre as coroas portuguesa e espanhola.
Além de ser uma notável história épica, plena de heróis como Capitão Rodrigo e o índio castelhano Pedro Missioneiro, O Tempo e o Vento é uma profunda discussão sobre o significado da existência, da resistência humana diante das guerras. Por isso, para a adaptação cinematográfica, tomamos como estrutura o olhar feminino da quase centenária Bibiana Terra Cambará. Em meio ao cerco do casarão de sua família pelos Amarais, ela se valerá de sua memória, sempre deflagrada em noites de vento, para lembrar e contar sua história e as de seus antepassados. E, assim, resistir ao tempo e protestar contra a morte.
Indicação etária: 14 anos.

R.I.P.D. Agentes do Além - Adaptação dos quadrinhos “R.I.P.D.” (Rest In Peace Departament), escritos por Peter M. Lenkov e desenhados por Lucas Marangon, esta comédia “do além” foi dirigida por Robert Schwentke ("RED - Aposentados e Perigosos") e tem os astros Ryan Reynolds, Kevin Bacon e Jeff Bridges à frente do elenco.
O veterano xerife Roy Pulsifer (Bridges) fez carreira com a lendária força policial conhecida como R.I.P.D., perseguindo espíritos monstruosos que de forma inteligente se disfarçam em pessoas comuns. Sua missão? Prender e levar à justiça um tipo especial de criminosos que tentam escapar do juízo final, escondendo-se entre os inocentes na Terra.
Quando o divertido Roy recebe o falecido promissor detetive Nick Walker (Reynolds) como seu assistente, os novos parceiros têm que transformar o relutante respeito em trabalho de equipe de primeira qualidade. Quando eles descobrem um plano que pode acabar com a vida como a conhecemos, dois dos melhores agentes do Departamento têm que miraculosamente restaurar o equilíbrio cósmico… ou observar o túnel para a outra vida começar a enviar almas zangadas pelo caminho errado.
Indicação etária: 14 anos.


Ingrid Guimarães e Marcelo Faria estrelam a comédia “Razões Para Ser Bonita”

Com direção de João Fonseca, premiado e conhecido por fazer montagens criativas com uma dinâmica cênica ousada e altamente expressiva, “Razões Para Ser Bonita” chega a Curitiba, neste final de semana, depois de uma trajetória de sucesso na Broadway. A peça tem texto do dramaturgo americano Neil LaBute e, na versão brasileira, conta com Ingrid Guimarães, Marcelo Faria, Aline Fanju e Gustavo Machado no elenco. Com patrocínio da Vivo por meio do projeto Vivo EnCena, e da Unimed Seguros, e com realização nacional da Inverso Produções, Duas Mãos Produções Artísticas e Chaim XYZ Live, e realização local da Prime, a curta temporada na cidade acontece no Teatro Guaira com apresentações no sábado (28) às 21h e no domingo (29), às 19h30.
Com inteligência, a comédia aborda criticamente a importância das “embalagens” no mundo contemporâneo, fala do excesso de julgamentos que fazemos dos indivíduos à nossa volta e demonstra o quanto o padrão de beleza vigente pode conduzir, não só o cotidiano, como também influenciar decisões importantes nas vidas das pessoas.
O texto narra uma história marcante sobre a relação entre quatro amigos que demonstra quanto o padrão de beleza vigente pode fazer sofrer e provocar angústias.
A peça, que encerra uma trilogia do dramaturgo americano Neil LaBute - considerado um dos principais autores do teatro contemporâneo -, chegou a receber prêmios e indicações às principais premiações teatrais americanas (Tony Award para melhor peça, ator e atriz em 2009). Em Londres, também foi um grande sucesso de público e crítica.

A história - Steph (Ingrid Guimarães) fica sabendo que seu namorado Greg (Gustavo Machado), comentou com um amigo que acha o rosto dela “apenas comum”. Steph fica transtornada e termina a relação com Greg por não suportar conviver com um homem que não a ache bonita. A partir daí, uma sucessão de discussões e cenas bem humoradas faz com que Greg veja o seu mundo desabar. Enquanto isso, Leo (Marcelo Faria), o melhor amigo de Greg, se divide entre achar o máximo namorar uma mulher linda, Carla (Aline Fanju), e ter um caso com uma menina mais jovem e ainda mais linda. Carla, que é amiga de Steph, enfrenta as dificuldades de ser uma mulher muito bonita.
Todos na peça, de alguma forma, estão presos ao modelo que valoriza o poder da beleza e da juventude. A identificação dessa história com o público é imediata, pois retrata a realidade de um mundo onde a aparência física é usada como principal ferramenta para definirmos quem somos e o que pensamos dos outros.

Informações sobre ingressos: 3315-0808 ou www.diskingressos.com.br 

Feira Alto Juvevê Gastronomia será realizada neste fim de semana

A quarta edição da feira Alto Juvevê Gastronomia será realizada na Praça Brigadeiro Mário Eppinghauss nestes sábado (28) e domingo (29). Marcada inicialmente para o fim de semana anterior, foi adiada em função da forte chuva que caiu na cidade.
A feira será realizada das 11h às 19 horas, com o apoio da Prefeitura e do Instituto Municipal de Turismo. No evento, estarão pratos exclusivos de 19 restaurantes, bares, cafés e confeitarias dos bairros Alto da Glória, Juvevê e Cabral.
Mais informações na página do evento no facebook (www.facebook.com/AltoJuveveGastronomia) ou no site www.altojuveve.com.br

Doações - A organização da feira irá  arrecadar alimentos para auxiliar às famílias atingidas pelas fortes chuvas que atingiram recentemente na cidade. O Instituto Pró-Cidadania de Curitiba (IPCC) irá colocar três caixas de coleta no local para arrecadação de alimentos não perecíveis. A central do IPCC está com falta de azeite, café e leite em pó no estoque.
Agradecemos a iniciativa dos organizadores da Feira e estamos confiantes na participação do público, afinal Curitiba tem dado exemplo de solidariedade. Essas doações são encaminhadas à entidades sociais que atendem milhares de pessoas em situação de risco e vulnerabilidade social”, explica a presidente do Instituto, Francisca Cury.

FIFA reabre inscrições para voluntários para a Copa do Mundo

As inscrições para o programa de trabalho voluntário para a Copa do Mundo 2014, do Comitê Organizador Local (COL) da FIFA, foram reabertas neste mês devido à grande procura. Como uma das cidades-sede do mundial, Curitiba deve receber entre 800 e 1.000 voluntários no ano que vem.
Rodrigo Hermida, gerente do programa de voluntários da Copa do Mundo, esteve em Curitiba nesta sexta-feira (28) para divulgar o trabalho. Segundo Hermida, a FIFA e o COL querem que a cultura do voluntariado seja uma das marcas da passagem da Copa do Mundo pelo Brasil. “O legado que queremos deixar é o de uma corrente do bem, de pessoas que ajudem outras sem pedir nada em troca”.
O programa de voluntariado foi aberto em agosto do ano passado. Em cerca de um mês, 130 mil pessoas se inscreverem para preencher as 15 mil vagas disponíveis. Para efeito de comparação, somando as duas últimas Copas do Mundo, na Alemanha e na África do Sul, menos de 100 mil pessoas se inscreverem para trabalhar como voluntárias.
Diante desse sucesso no Brasil, uma nova fase de inscrições foi aberta nesse mês. “Optamos por uma segunda chamada porque somente no primeiro semestre desse ano recebemos 5 mil pedidos de interessados em participar”, conta o gerente do programa.
Os selecionados irão trabalhar nas ações diretamente ligadas ao evento, atendendo áreas como estádios, Centros de Treinamento de Seleções e Campos Oficiais de Treinamento.
A nova etapa de inscrições vai até a próxima quarta-feira (02). Para participar basta ser maior de 18 anos. O cadastro deve ser feito no site pt.fifa.com/voluntarios. Ao fim do período de cadastro os escolhidos vão passar por três fases de treinamento, sendo duas via internet e uma, em data mais próxima da Copa do Mundo, presencial.

Orquestra Sanfônica de Pato Branco se apresenta no Canal da Música

Composta por acordeons, a Orquestra Sanfônica de Pato Branco se apresentará neste sábado (28), às 20h30, no Canal da Música, em Curitiba. A entrada é gratuita. Criada em 2006, a orquestra com acordeons é a única no país. São 16 acordeonistas mais bateria, contrabaixo, violão e três naipes de vozes. O repertório inclui músicas internacionais e gêneros nacionais como Romaria (Renato Teixeira); Eu Só Quero um Xodó (Dominguinhos e Anastácia); Disparada (Geraldo Vandré). A regência é de Dionatan Menezes e Diego Guerro. 
O Canal da Música está situado na rua Júlio Perneta, 695, Mercês. Mais informações: 3331-7505 ou 3331-7513. 

Encontro de corais universitários na FAE

O Teatro Bom Jesus receberá o III Encontro FAE de Corais Universitários, neste sábado (28), às 19h30, em Curitiba (PR). O objetivo do evento, que é gratuito e aberto ao público, é a promoção de intercâmbio musical e cultural entre os corais de sete instituições de ensino da capital paranaense.
O repertório da noite contará com músicas nacionais e internacionais como “Eu só quero um xodó”, “Maracangalha”, “Andar com fé”, “Eres tu”, entre outras. O encontro também será palco para a celebração da Semana Franciscana do Grupo Bom Jesus, que antecipa o dia de São Francisco de Assis, comemorado sempre no dia 4 de outubro.
Esta edição do evento contará com a participação dos corais da FAE Centro Universitário, UTFPR, Universidade Positivo, Universidade Tuiuti do Paraná, EMBAP e também dos grupos de corais infantis da Escola de Música Lions e do Colégio Bom Jesus Lourdes.

O Teatro Bom Jesus está situado na rua 24 de Maio, 135, Centro PR. Mais informações: www.fae.edu/eventos

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

A musicalidade de países latinos na interpretação do Coro da Camerata Antiqua

A riqueza rítmica e melódica de países latinos invade a Capela Santa Maria Espaço Cultural, neste fim de semana, nas vozes do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba, com o espetáculo Cantares da América Latina. As apresentações acontecem às 20h de sexta-feira (27) e às 18h30 de sábado (28). No programa estão 17 músicas do século 20, de representativos compositores do Brasil, Argentina, Cuba e Venezuela.
O concerto integra a agenda anual de apresentações patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo, e estará sob o comando da maestrina cubana Maria Antonia Jimenez, que responde pela direção artística e a regência do Coro da Camerata, na temporada 2013. Maria Antonia também fará comentários sobre as obras executadas, permitindo ao público uma melhor apreciação do espetáculo.
 “O repertório mistura ritmos e cantares que evidenciam a diversidade e a força musical da América Latina”, destaca Maria Antonia. “No programa estão partituras originais e arranjos com um perfil popular e folclórico, escritos no século 20, transitando por diversos estilos”, adianta a maestrina. A escolha das obras exige versatilidade dos cantores e evidencia o preparo vocal dos integrantes do Coro da Camerata, que se apresentam “a cappella” (sem acompanhamento instrumental).
O concerto confirma a excelência do trabalho desenvolvido pelo grupo, desde a sua criação, em 1974, e que extrapolou fronteiras. A mais recente viagem internacional do Coro da Camerata Antiqua aconteceu em junho passado, quando representou o Brasil na 3ª Bienal de Coros (3ª Internationalen Chorbiennale), em Aachen, na Alemanha, figurando entre os mais importantes corais europeus e de outros continentes.

Repertório - Na extensa relação de obras do repertório desse concerto do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba está a composição “La Muerte del Angel”, do argentino Astor Piazzolla, uma das peças “angelicais” com as quais o autor abalou o mundo conservador do tango. Com essa obra dedicada a seu pai, Piazzolla usou o equação “novo tango + tragédia + comédia + bordel” para definir sua inovadora direção, acrescentando sofisticação harmônica com um swing de jazz indescritível. Da Argentina também figuram “Arroz com Leche” e “Se Equivocó la Paloma”, de Carlos Guastavino; “El Mareao”, de Alberto Rodríguez e “Alfonsina y el Mar”, de Ariel Ramires e Felix Luna.
Do Brasil foram escolhidas “Berimbau”, de Baden Powell e Vinicius de Moraes, composição que é um mergulho nas tradições não ocidentais; “Quadrilha”, de Osvaldo Lacerda sobre poesia de Carlos Drummond de Andrade, que mostra a criatividade do músico frente ao trabalho do poeta; “Cantares”, de Ronaldo Miranda e “Carinhoso”, de Pixinguinha e João de Barro, uma das mais importantes obras da música popular brasileira. Da Venezuela vem “El Explicao”, com arranjo de Pablo Hurtado.
Cuba tem sete composições selecionadas: “Penas”, de Beatriz Corona sobre poema de José Martí; “Son Mercedes”, de Leo Brouwer; “Tiempo para un Tiempo”, de Roberto Valera; “Juramento”, canção em forma de bolero de Miguel Matamoros; “Canto de los Cafetales”, de Alejandro Garcia Caturla, que revela as profundas raízes africanas da cultura cubana; “Entre el Espanto y la Ternura”, de Beatriz Corona e Silvio Rodríguez e “Guayaboso”, rumba de Guido López-Gavilán, um verdadeiro quebra-cabeça de ritmos afro-cubanos, de complexidade vertiginosa, no qual as vozes assumem o papel de percussão.

A regente - Formada em Regência Coral pelo Conservatório de São Petersburgo (Rússia), a cubana Maria Antonia Jimenez foi convidada, em 1995, pela Fundação Carlos Gomes (Belém do Pará) para ministrar aulas de canto e regência coral. No mesmo ano, fundou o Coro Carlos Gomes, com o qual obteve reconhecimento da crítica especializada e do público, no Brasil e no exterior.
Com importantes premiações, entre elas os Diplomas de Ouro e Prata no 26º Concurso Internacional de Coros Franz Schubert (Áustria, 2010), as Medalhas de Ouro e Prata nas 5ª Olimpíadas Mundiais de Coros (Áustria, 2008), a Medalha de Ouro no 9º Concurso Internacional de Coros Orlando Di Lasso (Itália, 2002) e a Medalha de Bronze no 12º Concurso de Música Sacra (Grécia, 2006), também realiza pesquisas sobre a música folclórica paraense.
Maria Antonia ainda respondeu pela produção e direção musical dos CDs solos do Coro Carlos Gomes, intitulados "O Belo" (2002) e "O Cantochão dos Mercedários do Grão Pará" (2004). Em 2012, foi homenageada pela Fundação Carlos Gomes pela sua contribuição musical.

As apresentações do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba têm ingressos a R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada).

Stand-up “Só Ria” com Marco Zenni no Curitiba Comedy Club

Um dos maiores nomes do stand-up comedy do Brasil volta a se apresentar em Curitiba nesta sexta-feira (27). Marco Zenni comanda o palco do bar Curitiba Comedy Club (rua Mateus Leme, 2467) com o seu show solo “Só Ria”, apresentação que tem um repertório amplo e divertidíssimo, através de um texto ágil o comediante traz a tona assunto comuns, mas com um olhar único, colocando humor nas mais diversas observações cotidianas. Entre os temas estão casamento, namoro, músicas, filmes e gravidez. Ícone na capital paranaense, Zenni promete lotar o bar, como é comum em todas suas apresentações. O show tem início às 22h. O valor do ingresso é R$ 20,00.

Sobre “Só Ria” - Só Ria é o espetáculo solo do comediante Marco Zenni, que tem um repertório baseado em assuntos comuns e cotidianos, como casamento, filmes, namoro, música e gravidez. A apresentação dura cerca de 60 minutos.


Marco Zenni - Participou de várias comédias em Curitiba, como ator e diretor e também fez parte do elenco de longas-metragens paranaenses, como ‘’Estômago, ‘’Corpos Celestes’’ e ‘’Mistéryus’’. Já se apresentou no quadro "Quem Chega Lá", no Faustão; "Humor na Caneca", no Programa do Jô e "Novos Comediantes", no Programa do Silvio Santos.

Cia. Antropofocus apresenta comédia apocalíptica

A Cia. Antropofocus usa como mote a preocupação que todos sentem por uma catástrofe que possa extinguir o homem da face da terra e leva ao palco do Teatro José Maria Santos a comédia “Não se preocupe: é apenas o fim do mundo”. Mas a probabilidade de se saber o dia e o horário em que isso vai acontecer, é improvável. Todas as culturas fizeram previsões apocalípticas sobre o fim do planeta, algumas muito criativas. Cientistas conseguiram comprovar apenas que, caso uma dessas catástrofes aconteça mesmo, os únicos sobreviventes do planeta seriam as baratas.
A Cia. Antropofocus teve a ideia de montar a peça em 2011 quando a mídia começou a mencionar que o fim do mundo chegaria. Também começaram a pipocar informações de pessoas que estavam tirando proveito dessa previsão para lucrar com isso, oferecendo abrigos, conforto espiritual ou marcando suicídios coletivos. É sobre esse comportamento humano que a peça trata.

Dirigida e interpretada por Andrei Moscheto, “Não se preocupe: é apenas o fim do mundo” tem também no elenco Anne Celli, Marcelo Rodrigues, Jairo Bankhardt e Danilo Correia e será apresentada nos dias 27 e 28, às 20h30 e no dia 29, às 19h. Os ingressos custam R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia).

Cantora paranaense faz show com repertório de Elis Regina

Nessa sexta-feira (27), a partir das 21h, no Restaurante e Espaço Cultural Alberto Massuda, em Curitiba, Cristina El Tarran apresenta seu primeiro show do projeto “Cristina El Tarran Canta” em que a cantora homenageia compositores e intérpretes que influenciaram sua carreira, seu repertório e seu estilo musical. O primeiro show reúne as músicas que mais marcaram a carreira de Elis Regina. Composições como “Arrastão”, “Atrás da Porta”, “Madalena”, “Upa Neguinho” e “Vou Deitar e Rolar” fazem parte do repertório da noite, que promete emocionar os presentes. A apresentação, que tem duração aproximada de 1 hora, conta também com os músicos Davi Sartori no piano, Cris Julian no baixo, Endrigo Bettega na bateria e Mário Conde no violão e cavaquinho.
Esse é o primeiro dos cinco shows do projeto que traz ainda: “Cristina El Tarran Canta Chico Buarque”, que acontece no dia 18 de outubro; “Cristina El Tarran Canta Jazz e Showman”, no dia 2 de novembro; “Cristina El Tarran Canta Tom Jobim”, que acontece no dia 22 de novembro e, por último, “Cristina El Tarran Canta Samba”, no dia 30 de novembro. As apresentações - que têm produção assinada por Salete Cercal - visam, nas palavras da artista, “resgatar e trazer referência de boa música”.
Cristina El Tarran tem mais de 20 anos de experiência cantando nomes importantes da música brasileira. Há dez anos, a cantora descobriu outra paixão, o jazz, e incorporou clássicos como Frank Sinatra e Diana Krall ao seu repertório. Nascida em Paranaguá e criada em Curitiba, Cristina, que é psicóloga e artista plástica, hoje dedica-se exclusivamente a sua paixão: a música. 

O Restaurante e Espaço Cultural Alberto Massuda está situado na rua Trajano Reis, 443, São Francisco) e os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). Mais informações e reservas: 3076-7202.

Helena Sofia traz MPB autoral ao “Música na Biblioteca”

A cantora curitibana Helena Sofia apresenta o show “Desejo Canibal” nesta sexta-feira (27), a partir das 17h30, na Biblioteca Pública do Paraná. O evento faz parte do projeto “Música na Biblioteca”, que semanalmente reúne artistas dos mais variados gêneros para shows intimistas no hall térreo da BPP, e tem entrada franca.
As composições de Helena Sofia transitam por temas aparentemente ingênuos, falando de amor de forma bem-humorada. A cantora é acompanhada pelo grupo Música Perturbada Brasileira, formado por Gladson Targa (baixo), Leandro Superchinski (bateria) e Rafael Borba (guitarra). O trabalho do trio é inspirado em artistas como Itamar Assumpção, Walter Franco, Arrigo Barnabé e a Patife Band.
Inspirado pelo antropofagismo de Oswald de Andrade, o show “Desejo Canibal” foi concebido com o objetivo de unir a produção autoral de escritores modernistas à música dos artistas da vanguarda paulista para criar um som autoral e singular. Entre o repertório da apresentação, destacam-se as canções “Calhorda”, “Araçá” e “Teletransportar”.
Mais informações: (41) 3221-4900 ou www.bpp.pr.gov.br

Rede UCI exibe show de Andre Rieu pela primeira vez nos cinemas brasileiros

Neste final de semana (27, 28 e 29), a Rede UCI exibe o show de Andre Rieu, sensação da música clássica atual. Na telona, os fãs poderão curtir o show “Andre Rieu 2013 - Maastricht Concert”, concerto que o músico realiza todos os anos na sua cidade natal, Maastricht, no verão. Esta será a primeira vez que os cinemas do Brasil exibem o espetáculo, gravado em julho de 2013. O renomado violinista, maestro e compositor, que em seus shows pelo Brasil chegou a tocar “Ai se eu te pego”, poderá ser visto em 18 salas distribuídas por nove cidades no país.
Aos 63 anos e com uma extensa discografia - que conta com mais de vinte álbuns - Andre Rieu já vendeu cerca de 20 milhões de cópias.  Suas apresentações bem-humoradas envolvem música clássica, valsa e ritmos regionais. Em seus shows, o músico conta com a Orquestra Johann Strauss, criada em 1987, e também com cenário e figurinos. O Brasil já recebeu André Rieu em 2012, com shows em São Paulo e em 2013, no Rio de Janeiro e Belo Horizonte, em que os preços dos ingressos chegaram a R$ 500,00. O sucesso foi tão grande que, em outubro de 2014, o país o recebe mais uma vez para três apresentações em São Paulo.
Os ingressos podem ser adquiridos nas bilheterias e terminais de autoatendimento ou no site da rede: www.ucicinemas.com.br

Pedidos para uso de espaços da FCC devem ser feitos pela internet

A Fundação Cultural de Curitiba instituiu novo procedimento para atender aos pedidos externos de uso dos espaços culturais do município. As solicitações devem ser feitas pela página da Fundação Cultural na internet (www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br). Feito o preenchimento e o envio do formulário, a FCC avalia a possibilidade de cessão ou aluguel do espaço, e informa sobre a disponibilidade da data pretendida. Após esse processo, o solicitante recebe, em até 72 horas, informações sobre contrato e pagamento.
O solicitante deve escolher entre dois procedimentos mais adequados ao seu pedido - agendamento para uso dos espaços com finalidades diversas (sessões de fotos, filmagens, atividades artísticas e outras demandas), e agendamento para fins de produção audiovisual cinematográfica, televisiva ou publicitária (Film Comission). O preenchimento do formulário não garante a reserva do espaço. A liberação da utilização só é feita mediante a assinatura do contrato.
De acordo com o presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli, a instituição desses procedimentos profissionaliza e democratiza o uso dos espaços públicos, e ao mesmo tempo aprimora o atendimento à comunidade. “Um dos nossos desafios é modernizar e profissionalizar a Fundação Cultural, para que nossos serviços ganhem eficiência e atendam melhor o cidadão”, disse Cordiolli.
O agendamento dos espaços da Fundação Cultural de Curitiba deve ser feito nos links abaixo:
Para uso de espaços:
Para Film Comission:
http://www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/film-commission/

Cinema local em destaque em festivais e canal por assinatura

A semana tem sido ótima para o cinema cuitibano. Nesta terça-feira (24), o filme "A Que Deve a Honra da Ilustre Visita Este Simples Marquês?", dos cineastas paranaenses Rafael Urban e Terence Keller, ganhou três prêmios no 46º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (um dos mais tradicionais do país): o troféu Candango de melhor direção, na competição de documentários em curta-metragem, o Prêmio da Crítica, atribuído e organizado pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) e o Prêmio Aquisição Canal Brasil de Incentivo ao Curta-metragem. Saiba mais sobre o filme na entrevista com os cineastas para a edição de setembro do GuiaCuritiba Apresenta.
Já o filme de terror "Nervo Craniano Zero" (foto), dirigido por Paulo Biscaia Filho e viabilizado com recursos do Fundo Municipal de Cultura de Curitiba, estreou na última terça-feira (24) no canal Space, de TV por assinatura, para toda a América Latina. O filme é uma adaptação de um espetáculo de teatro de mesmo nome escrito e dirigido por Biscaia. Os produtores estão fazendo uma campanha de crowdfunding para lançar um DVD do filme. Mais informações no endereço catarse.me/nervo.
Outros cineastas com destaque nacional esta semana são o baiano radicado em Curitiba Aly Muritiba e a catarinense Joana Nin, que também trabalhou na capital paranaense. Ambos tiveram trabalhos selecionados para a mostra competitiva Première Brasil, na categoria de documentários do Festival do Rio – Muritiba pelo longa "A Gente" e Nin pelo filme "Cativas – Presas Pelo Coração". O evento começa nesta quinta-feira na capital fluminense.
Salete Machado Sirino, presidente da Associação de Cinema e Vídeo do Paraná (Avec-PR) e produtora de filmes como "Curitiba Zero Grau" e "Conexão Brasil", também têm muito a comemorar. Na noite do último domingo (22 de setembro) o filme "Carreras", dirigido por ela, recebeu o Prêmio de Melhor Filme de Longa de Ficção no X Festival de Cinema de Maringá, através dos votos do público. O trabalho, inspirado na lendária corrida Cascavel de Ouro, foi produzido pela Tigre Filmes (Talício Sirino e Salete Machado). Mais sobre o filme em www.carrerasofilme.com.br.







edicao setembro? http://www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/noticias/um-ilustre-colecionador-entrevista-com-rafael-urban-e-terence-keller/

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Rafael Coutinho ministra oficina de roteiro para quadrinhos na BPP

O quadrinista Rafael Coutinho é o convidado da edição de outubro das “Oficinas BPP de Ilustração”. Coutinho falará sobre roteiro para história em quadrinhos entre os dias 21 e 23. Para se inscrever, é necessário encaminhar um breve currículo e um esboço de HQ, de no máximo duas laudas, na resolução de 72 dpi para o e-mail oficina@bpp.pr.gov.br até o dia 15 de outubro. Serão selecionados 20 participantes.
As “Oficinas BPP de Ilustração” procuram aliar teoria e a prática nas artes gráficas. Segundo Rafael Coutinho, o objetivo do curso de Roteiro de Quadrinhos é “resgatar a força que o meio traz em si como canal de expressão pessoal para aqueles que o usam, e buscar através da linguagem uma aproximação íntima com o universo de cada participante”. Durante os três dias de oficina, serão abordados diversos segmentos do quadrinho contemporâneo, com base na obra dos artistas mais importantes de cada gênero: autobiográfico, político-social, infantojuvenil e o quadrinho de fantasia.
O paulista Rafael Coutinho é quadrinista, pintor e desenhista. Coutinho é co-autor da graphic novel "Cachalote" (2010), em parceria com o escritor Daniel Galera. O artista tem trabalhos publicados em diversas mídias, como o portal iG e a revista piauí, além de produzir curtas-metragens de animação e videoclipes.
A Oficina de Ilustração acontece na Biblioteca Pública do Paraná (Rua Cândido Lopes, 133, Centro), nos dias 21, 22 e 23/10, das 14 às 18h, com entrada franca. Mais informações: 3221-4900 ou www.bpp.pr.gov.br 

Ingressos para novo show com Paulinho Mixaria já estão à venda

O espetáculo do humorista que tem atraído grande público aos teatros, formado especialmente por famílias, já tem data marcada para retornar ao palco do Teatro Positivo. O gaúcho Paulinho Mixaria retorna à Curitiba no dia 14 de dezembro, às 21 horas, com o espetáculo “Humor à Moda Antiga – Temporada 2013”. O primeiro lote para a apresentação já está à venda pelo www.diskingressos.com.br ou 3315-0808.
Mixaria, que é considerado um dos únicos humoristas brasileiros que faz apresentações sem o uso de palavrões, é indicado para toda a família. Ele conta com um humor sadio e em suas histórias revela causos envolvendo sua família, além de criar bordões incríveis como “óia as cunversa”, ou “vai rachá uma lenha”, que deixam em destaque o carisma especial do humorista no dia a dia de cada espetáculo.

MON recebe exposição com vencedores do Prêmio IDEA/Brasil 2013

O melhor do design brasileiro estará reunido no Museu Oscar Niemeyer (MON), dia 27 de setembro, sexta-feira, às 18h30. A Associação Objeto Brasil, com o patrocínio master do SENAI no Paraná, anunciará os ganhadores do Prêmio IDEA/Brasil 2013, o mais importante da área de design no país.
A partir de sábado, dia 28, os projetos premiados ficarão expostos para a visitação no museu. Todos os 101 itens selecionados para a etapa final do prêmio brasileiro, automaticamente, conquistaram o direito de participar da versão americana. A mostra segue em cartaz até o dia 26 de janeiro de 2014.
A curadoria da exposição no Museu Oscar Niemeyer é de Joice Joppert Leal, coordenadora-geral do projeto e realizadora de importantes exposições de design no Brasil e no exterior.

IDEA/Brasil - O Prêmio IDEA/Brasil é o mais importante do país na área de design, sendo referência de qualidade e excelência no cenário brasileiro. O concurso recebe inscrições de todo o país e é aberto a designers, empresas, estudantes, pesquisadores e criadores. Em sua 6ª edição, o prêmio recebeu mais de 400 inscrições, incluindo a participação de designers renomados de empresas como Farné Design, Eletrolux, Senai-PR, OVO Art, Inov Design Ana Berredo  (joias), Alpargatas e Whirlpool, que assina a coleção Brastemp You. O concurso também foi aberto a estudantes de todo o Brasil para contemplar os novos talentos do setor.

Grandes marcas, como O Boticário, Caloi, Deca, Electrolux, Embraer, Faber-Castell, Fiat, Havaianas, Motorola, Natura, Nike, Pão de Açúcar, Papaiz, SEBRAE-CE, Perenne, Comitê Olímpico Internacional e Sesc Pompéia-SP já participaram do projeto.

Os segredos dos movimentos da dança estão no éCultura

O trabalho do núcleo de pesquisa em dança IMP (Investigação do Movimento Particular) está no éCultura desta quinta-feira (26), que vai ao ar às 18h30. O núcleo estimula a pesquisa pautada na experiência. A orientação dos trabalhos é da bailarina e pesquisadora Juliana Adur e os integrantes são artistas das áreas de dança, teatro, música e artes plásticas.
Outro assunto do programa é a ópera de bolso - ou pocket opera - "Solo" , da compositora curitibana Jocy de Oliveira, que foi apresentada pela primeira vez na capital paranaense. Antes do espetáculo, que aconteceu na Capela Santa Maria, ela conversou com o éCultura.
O programa registra também a exibição do documentário O Boi de Mamão, da pesquisadora e cineasta Lia Marchi, que ocorreu no Paço da Liberdade. Ainda é divulgada a agenda cultural de cinema, música e teatro para o fim de semana, A trilha musical é com Group Love, de Nova York, que lançou o segundo álbum.
O éCultura é transmitido de segunda a sexta, às 18h30, pelo canal 9. A programação pode ser vista ao vivo pela internet em www.rtve.pr.gov.br

Voltado para obras singulares, selo Encrenca chega às livrarias em outubro

Literaturas que apostem na singularidade e tratem de temáticas originais - livros que, afinal, redimensionem o conhecido, inventem o jamais visto. Esta é a proposta do selo “Encrenca - Literatura de Invenção”, que chega às livrarias em outubro com “Réquiem para Dóris”, de Oneide Diedrich. O romance do escritor paranaense e o selo terão lançamento oficial no próximo sábado (28), na Livraria Arte & Letra (alameda Presidente Taunay, 40, Batel).
Idealizado pelo editor Otavio Linhares (revista Jandique) e pelo escritor Luiz Felipe Leprevost, junto aos irmãos Thiago e Frede Tizzot (Livraria e Editora Arte & Letra), o selo recupera características que, não por coincidência, estiveram presentes em Curitiba, em nomes como Jamil Snege, Valêncio Xavier, Wilson Bueno, Paulo Leminski e Manoel Carlos Karam - a quem o selo presta homenagem. Inspirado pelos exemplos destes criadores, o “Encrenca” coloca-se no trilho se não de uma tradição, ao menos de um desejo de invenção que se dá como inesgotável.
A empreitada tem um caminho repleto de desafios, tanto do ponto de vista da criação quanto do empreendimento editorial, e é justamente aí que pulsa o seu divertimento: literaturas feitas não apenas do conhecido, mas para se conhecer.
Com projeto gráfico de Frede Mares Tizzot, os livros trarão sempre a capa assinada por um ilustrador ou artista visual. Parcerias que, além da opção por originalidade e qualidade no tratamento gráfico, buscam traços e visões de mundo que ampliem o imaginário do leitor.
Além de “Réquiem para Dóris”, de Oneide Diedrich (com capa e ilustrações de Benett), ainda em 2013 serão publicados outros dois títulos: “Salvar os Pássaros”, de Luiz Felipe Leprevost (capa de Isabele Linhares), e “Pancrácio”, de Otavio Linhares (capa e ilustração de Daniel Gonçalves).

UCI Cinemas apresenta quintas de rock

A UCI Cinemas exibirá quatro shows de ícones do Rock em sequência, a partir desta quinta-feira (26). As sessões especiais serão sempre na quinta-feira e os ingressos antecipados já estão à venda. Os shows dos astros Robbie Williams, Morrissey, Def Leppard e Aerosmith estarão em 14 cinemas da rede distribuídos por nove cidades brasileiras. Em Curitiba (PR), as exibições acontecem no UCI Estação. Esta é mais uma ação da UCI, que vem investindo na exibição de conteúdos alternativos.
A primeiro show é de Robbie Williams, com a turnê “Take the Crown Tour Live”, gravado no Festival de Música da Estônia, em Tallinn. A seguir (3/10), teremos Morrissey, com “Morrissey 25: Live”, gravado em Los Angeles. No dia 10/10 e a vez do Def Lepard com “Viva! Hysteria”, gravado ao vivo no Hard Rock Hotel, em Las Vegas. Finalizando, em 17/10, o Aerosmith com o concerto “Rock For The Rising Sun”.
Os ingressos podem ser adquiridos nas bilheterias, nos terminais de autoatendimento ou também pelo site da rede: www.ucicinemas.com.br. Mais informações: 3595-5555 ou 3595-5550.