sexta-feira, 30 de novembro de 2012

uma música

Fagner e Zeca Baleiro, "Dezembros"

Museu da Imagem e do Som comemora centenário do escritor Lúcio Cardoso‏

Neste sábado, 1º de dezembro, às 20h, o Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR) apresenta a estreia do filme "A Mulher de Longe", dirigido por Luiz Carlos Lacerda. O longa-metragem é uma homenagem ao centenário de Lúcio Cardoso. O evento ocorre no auditório Brasílio Itiberê, em Curitiba. A exibição faz parte das comemorações do centenário de nascimento do escritor Lúcio Cardoso, um dos grandes nomes da literatura brasileira. A obra é uma reconstituição poética de um filme inacabado, dirigido pelo escritor em 1949, em uma aldeia de pescadores, a partir de cenas recuperadas e de trechos do diário de filmagem. O documentário tem sido exibido em importantes festivais de cinema e em sessões especiais em entidades culturais, como a Academia Brasileira de Letras.  O diretor Luiz Carlos Lacerda vai estar presente para apresentar o filme e participar de debate após a sessão.
O Museu da Imagem e do Som está situado na rua  Cruz Machado, 138, Centro (anexo à Secretaria de Estado da Cultura). A entrada é gratuita.

Poucas estréias em nossos cinemas

A Origem dos Guardiões - uma animação épica produzida pela Dream Works que mostra o Papai Noel, a Fada dos Dentes e o Coelho da Páscoa juntos com um grupo de herois folclóricos lutando contra o Bicho-Papão, que tenta fazer com que o mundo viva em sombras eternas, o que destruirá o sonho de todas as crianças.
A direção é da dupla William Joyce e Peter Ramsey, a versão legendada conta com as vozes de Chris Pine, Jude Law, Hugh Jackman e Isla Fisher e a produção fica por conta de Guillermo del Toro (“O Labirinto do Fauno”).

Em Nome de Deus - Drama franco-filipino baseado em um fato real que ocorreu em 2001, acompanha a desventura de Thérèse Bourgoin, uma mulher francesa que trabalhava para uma organização humanitária nas Filipinas, quando foi seqüestrada por engano, junto com outros estrangeiros, pelo grupo extremista muçulmano Abu Sayyaf, que exigia a independência da ilha Mindanao.
O filme é dirigido por Brillante Mendoza e tem em seu elenco Isabelle Huppert, Katherine Mulville, Marc Zanetta, Rustica Carpio e Timothy Mabalot.

O Homem da Máfia - Drama de ação americano baseado no livro homônimo de George Higgins que acompanha Jackie Cogan, um detetive contratado para investigar um assalto a um jogo de pôquer de altas cifras que acontecia sob a proteção da máfia. Jackie terá que desarmar todas as armadilhas colocadas em seu caminho numa corrida contra o tempo para solucionar esse mistério.
Novo filme do diretor Andrew Dominik (“O Assassinato de Jesse James”), que conta no elenco com os conhecidos Brad Pitt, Javier Bardem, Casey Affleck, Sam Rockwell, Mark Ruffalo, Richard Jenkins, Ray Liotta, James Gandolfini e Sam Shepard.

Os Penetras - Produção nacional com elenco da televisão. A dois dias do réveillon, o apaixonado Beto, um cara tímido e até meio chato, vai ao Rio de Janeiro tentar reatar com sua ex-namorada Laura e, desprezado, tenta o suicídio. Quem o salva da morte é o vigarista Marco Polo, que promete ajudar o seu novo e excêntrico amigo a reatar com a amada. Junto a seu comparsa Nelson, eles usam todos os truques possíveis para invadir as festas da alta sociedade carioca, mas nem sempre as coisas saem como o planejado.
Dirigido por Andrucha Waddington (“Eu Tu Eles”), é estrelado pelos humoristas Marcelo Adnet, da MTV, e Eduardo Sterblitch, o César Polvilho do programa Pânico na TV. Andrea Beltrão, Stepan Nercessian, Mariana Ximenes, Luis Gustavo, Luiz Carlos Miele, Susana Vieira, Babu Santana, Kate Lyra, Juliana Schalch e Gugu Madeira completam o elenco.

Museu Oscar Niemeyer tem entrada gratuita neste domingo

O Museu Oscar Niemeyer (MON) realiza no dia 2 de dezembro, o “Domingo Social”, com entrada gratuita e programação especial.  Desta vez há oficina com a artista do mês, Eliane Prolik, apresentação musical, danças performativas e visitas mediadas à exposição “Degas, poesia geral da ação. As esculturas – Coleção MASP”. O ingresso é gratuito para todas as atividades e precisa ser retirado na bilheteria do museu até as 17h30.
A artista homenageada de dezembro, Eliane Prolik, realizará oficinas artísticas com técnica de recorte e colagem sob o tema "aceite”, às 14h, 15h15 e 16h30, no espaço da Ação Educativa. As vagas são limitadas.
As visitas mediadas à exposição “Degas, poesia geral da ação. As esculturas – Coleção MASP” estão marcadas para dois horários: a partir das 11 horas com o acadêmico Jorge Henrique Lima De Carvalho, e às 15h30 com a arte-educadora do MON, Telma Richter. A apresentação musical, com o conjunto Cinco de Cordas começa às 14 horas e se estende até 17h45.
As danças performativas, com curadoria de Rosemeri Rocha, começam às 15 horas, com apresentação de “Visita Guiada”, de Patrícia Machado; “Permanencia In - Experimento Sobreposto”, de Fernanda Dantas; “S, 5678”, “Caixa Mágica”, ”Intangível”, “Coral”, “Vídeocartas”, dos integrantes do Projeto de extensão de Videodança da FAP e “Trilhos”, de Ana Hope, Guilherme Borba, Murillo Marchesi, Thaís Cardoso e Caio Baú.

Marília Vargas e Ariadne Oliveira cantam com a Orquestra Sinfônica do Paraná

A apresentação da Orquestra Sinfônica do Paraná deste domingo (2), reúne duas importantes e respeitadas cantoras brasileiras, a soprano Marília Vargas e a mezzo-soprano Ariadne Oliveira. Participa também o coro Feminino Collegium Cantorum de Curitiba, fundado pela maestrina Helma Haller em 2000. O concerto terá a regência do maestro Osvaldo Ferreira. “Infelizmente, o maestro John Neschling, que viria para reger a Orquestra nesse dia, sofreu um pequeno acidente e está impossibilitado de andar”, diz Ferreira.

Repertório - A primeira obra do programa é Abertura Sinfônica nº 3, Op. 20, do compositor e maestro português José Manuel Joly Braga dos Santos (1924-1988). A segunda peça do concerto, La Damoiselle Élue, é do músico e compositor francês Claude Achille Debussy (1862-1918), é um poema escrito em 1888. Encerra a apresentação a Sinfonia Nº 1 em Do menor, Op. 68, de Johannes Brahms (1833-1897), compositor alemão, escrita entre 1854 e 1876, quando o compositor estava com 40 anos.

Solistas - Marília Vargas conduz uma intensa carreira de concertos no Brasil e no exterior. Iniciou seus estudos de canto com Neyde Thomas aos doze anos de idade e estreou no Teatro Guaíra, como o personagem pastorzinho, na Tosca. Apresenta-se regularmente como solista com diversas orquestras nacionais e estrangeiras divulgando a música brasileira. A curitibana Ariadne Oliveira estreou no papel de Rosina da ópera “O Barbeiro de Sevilha”, em 2005. Também se dedica à música sinfônica e atua como solista em grandes orquestras brasileiras e sob a batuta de renomados maestros.

Collegium Catorum - Criado por Helma Haller, em 2000, o grupo se dedica à divulgação da música de concerto paranaense e brasileira, incluindo a estreia e divulgação das obras dos compositores contemporâneos. A proposta principal é uma “oficina permanente de Canto Coral”. As integrantes do conjunto são musicistas profissionais que atuam na área pedagógica.

O concerto da Orquestra Sinfônica do Paraná acontece no Guairão, às 10h30. Os ingressos custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia-entrada, conforme previsto em lei).

Uma comédia sem juízo no Guairão

Sucesso de público e crítica em Londres, Paris e Nova York, a peça “Deus da Carnificina - Uma Comédia Sem Juízo”, da autora Yasmina Reza, terá uma única apresentação em Curitiba, neste sábado, dia 1º, às 21 horas, no Guairão. A produção local é de Verinha Walflor.
No palco, o elenco formado por Deborah Evelyn, Julia Lemmertz, Orã Figueiredo e Paulo Betti, vive dois casais adultos e civilizados que se encontram para resolver um incidente envolvendo seus filhos pequenos numa briga na praça. Mas, quando o verniz social que protege os adultos da selvageria se quebra, a polidez civilizada dá lugar a um campo de batalha, onde tudo pode acontecer.
A trama, dirigida por Emilio de Mello, acontece ao redor de uma colorida mesa feita com 160 mil peças de Lego. Ali os quatro adultos tentam resolver a briga das duas crianças. O filho de Annette (Lemmertz) e Alan Reis (Betti) quebrou dois dentes do filho de Verônica (Evelyn) e Michel Hortiz (Figueiredo). No primeiro momento, os dois casais parecem dispostos a solucionar a questão civilizadamente. Mas quando a boa educação cede espaço ao egoísmo e à impulsividade, os quatro se colocam em situações constrangedoras. "Deus da Carnificina" desnuda o comportamento humano com pontadas de uma ironia cômica.
Yasmina Reza é considerada pela crítica especializada a maior autora teatral da atualidade. Argelina radicada na França, ela explodiu nos anos 90 com a peça “Arte”, sucesso em diversos países, inclusive no Brasil. “Eu escrevo um teatro de tensão, porque as tensões nos governam. Meus personagens são pessoas educadas que pretendem manter a compostura. Mas também são impulsivos, não conseguem manter as regras que impuseram a si mesmos. E é precisamente essa luta contra si mesmo que me interessa”, diz a autora.
Os ingressos para "Deus da Carnificina - Uma Comédia Sem Juízo" custam R$ 120 (inteira) e R$ 60,00 (meia-entrada, conforme previsto em lei). Informações: 3304-7900.

O rock irônico da banda “O Terno” invade o Paiol

Tim Bernardes, Guilherme "Peixe" e Victor Chaves sobem ao palco do Teatro do Paiol, às 20h desta sexta-feira (30), para apresentar aos curitibanos o melhor da banda “O Terno”, com o lançamento de seu primeiro CD, intitulado “66”. O show do grupo paulista integra o projeto “Radar – A nova música brasileira nos 40 anos do Teatro do Paiol”, que traz mensalmente a Curitiba artistas de todo o Brasil. Os ingressos custam R$ 40,00 e R$ 20,00 (meia).
O trio, formado em 2006, começou a carreira fazendo covers e versões das bandas Os Mutantes, Beatles e Kinks, além de artistas como Gilberto Gil e Caetano Veloso. As composições próprias começaram a chegar em 2009, junto com a parceria firmada com o compositor Maurício Pereira, ex-integrante da banda Os Mulheres Negras.
No CD “66”, “O Terno” não esconde o bom humor e abusa da ironia em seu trabalho. O disco conta com as participações especiais de Marcelo Jeneci, que empresta seu talento para executar um órgão Hammond da década de 60, e o parceiro de longa data, Maurício Pereira.

Copel ampliará projeto de Internet sem fio no verão

(AEN) - A Copel Telecom voltará a oferecer sinal de internet sem fio aos veranistas do Paraná na temporada 2012/2013. Desta vez serão atendidos oito balneários no Litoral e duas praias na Costa Oeste, às margens do reservatório da Usina de Itaipu.
O sucesso da experiência no início deste ano nas orlas de Guaratuba, Matinhos, Caiobá e Praia de Leste – quando 11 mil veranistas se cadastraram para acessar gratuitamente a internet – levou a Companhia a triplicar o número de rádios a serem instalados nos pontos de maior concentração de pessoas no verão.
 Além de propiciar a veranistas de todas as classes sociais conforto, entretenimento e informação durante a operação Verão Paraná, coordenada pelo Governo do Estado, a Copel Telecom desenvolverá alternativas para a utilização do sistema após a temporada, oferecendo o serviço à comunidade de forma comercial”, disse o diretor de Geração e Transmissão de Energia e de Telecomunicações da Copel, Jaime de Oliveira Kuhn.
O sinal aberto e gratuito de internet estará à disposição do público a partir do fim do mês de dezembro.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

a arte do encontro

Wanderléa e Maria Bethânia, MR "Eu Já Nem Sei"

Exposição resgata a Curitiba dos anos 50

O Salão Paranaguá do Memorial de Curitiba abriga a exposição histórica "Curitiba Anos 50", que reúne material do acervo da Casa da Memória, uma das unidades da Fundação Cultural de Curitiba. São textos, fotos, gibis e revistas de época, além de filmes e ambientações que poderão ser vistos até novembro de 2013. A entrada é franca.
A proposta é que o público empreenda uma viagem no tempo. Nos anos dourados, Curitiba sentia bafejar os bons ventos de mudanças e o tom do discurso progressista era dado em novos acordes. A riqueza do café trazia recursos antes impensados, os números da construção civil impressionavam e os horizontes expandiam-se por vias que se prolongavam em direção aos mais distantes arrabaldes.
Para deleite dos moradores, o clima era de permanente construção, próprio das grandes metrópoles. A cidade pontuava seu horizonte com prédios cada vez mais altos, anunciados em todas as revistas locais como a tradução do progresso e do clima de euforia do momento. No ano do Centenário, para orgulho dos habitantes, prédios com mais de dez andares já somavam mais de quarenta e as estatísticas apontavam uma média de oito casas construídas por dia útil.
A cidade crescia a olhos vistos, como se dizia. A bem da verdade, Curitiba transformou-se num grande canteiro de obras, onde o vaivém de operários, engenheiros, arquitetos e maquinários, reforçavam a imagem de prosperidade. Embalados pelo sentimento de euforia progressista, os curitibanos veriam brotar marcos que sacralizariam o modernismo arquitetônico e cultural, a começar pelos edifícios da Biblioteca Pública e do Centro Cívico, o primeiro do país em linguagem totalmente moderna. Tornava-se evidente que o principal signo dos novos tempos eram as linhas de uma arquitetura que colocaria a capital em pé de igualdade com grandes centros urbanos, como Rio de Janeiro e São Paulo.

Cantora curitibana resgata obras inéditas de Bento Mossurunga

A cantora lírica Luiza Wuaden, de apenas 20 anos, lança o CD "Luiza Wuaden Canta Bento Mossurunga" que resgata a obra do maestro Bento Mossurunga, que figura entre os maiores nomes da música instrumental erudita no Paraná e no Brasil.
O CD reúne 15 faixas, entre elas composições inéditas como "Barcarola", descoberta na primeira fase da pesquisa, manuscrito original com alguns trechos já apagados pelo tempo, e "Só", canção com forte tom político em que Bento Mossurunga registra sua contrariedade à derrubada de araucárias e à discriminação étnica.
O álbum tem direção musical do maestro Paulo Torres, sobrinho-neto de Mossurunga. A produção musical, os arranjos e a orquestração, têm a assinatura de Alexandre Brasolim. Torres e Brasolim são integrantes da Orquestra Sinfônica do Paraná.
Mossurunga nasceu na cidade paranaense de Castro em 1879 e faleceu em 1970. É reconhecido como um dos mais importantes maestros e compositores brasileiros. Autor dos hinos do Paraná e de Curitiba, bem como operetas, peças para o teatro de revista, além de inúmeras peças populares.
A apresentação de Luiza Wuaden acontece no Guairinha (rua XV de novembro, 971, Centro), no sábado (1º), às 21h e no domingo (2), às 18h. Os ingressos custam R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia). Informações: 3304-7982.

Clássicos da MPB e do Nordeste na Biblioteca Pública do Paraná

A partir das 17h30 desta sexta-feira (30), a Biblioteca Pública do Paraná será tomada por clássicos da música popular brasileira e músicas célebres do cancioneiro nordestino. Quem comanda o show são os músicos do “Macaia Trio”, atração do projeto “Música na Biblioteca”, que acontece no hall térreo da BPP todas as sextas-feiras. Além de temas do nordeste, o grupo toca também canções populares do sertão de Minas Gerais.
O “Macaia Trio” é formado por Matheus Braga, instrumentista, cantor e compositor, Fred Pedrosa, baixista, e Felipe Castro “Sarará”, percussionista. Os músicos se reuniram a partir de outros trabalhos que realizaram juntos no decorrer de 2011, em Curitiba, quando ficou claro o interesse dos músicos em trabalhar algumas composições próprias e reler alguns temas consagrados.
Iniciativa da Biblioteca Pública do Paraná, o “Música na Biblioteca” é um projeto que valoriza os talentos da música local. “Bem mais do que apenas proporcionar o empréstimo de livros, a Biblioteca Pública do Paraná se afirma como espaço cultural diversificado que fomenta a arte e a cultura de diversas maneiras. Trazer a música para o cotidiano do público faz parte da proposta de integração de linguagens da BPP”, diz Tatjane Garcia, a responsável pela curadoria do projeto.
A entrada é franca e mais informações podem ser obtidas através do telefone 3221-4900 ou www.bpp.pr.gov.br

Piano de "Casablanca" pode alcançar US$ 1 milhão em leilão nos Estados Unidos

(Reuters) - O piano usado em "Casablanca" pode alcançar mais de 1 milhão de dólares num leilão marcado para 14 de dezembro em Nova York, nos Estados Unidos, por ocasião dos 70 anos da estreia do filme, afirmou a casa Sotheby's nesta terça-feira.
O instrumento de 58 teclas no qual o ator e cantor Dooley Wilson interpretou a canção "As Time Goes By" tem um valor estimado em 800 mil a 1,2 milhão de dólares.
Wilson cantou a música no papel do pianista Sam, enquanto os personagens Rick e Isla (Humphrey Bogart e Ingrid Bergman) se debruçavam sobre o piano, lembrando o tempo que haviam passado em Paris.
"Como algo pode dizer 'eu te amo' melhor do que o piano de 'Casablanca'?", disse o vice-presidente e diretor de projetos especiais da Sotheby's, David Redden, em comunicado anunciando a venda.
O filme de 1942, ambientado no Marrocos durante a Segunda Guerra Mundial, conquistou três estatuetas do Oscar, de melhor filme, melhor roteiro e melhor diretor, para Michael Curtiz.
Em 1988, a Sotheby's vendeu o piano para um colecionador japonês por 154 mil dólares, maior valor já pago até então por um objeto cênico do cinema. Desde então, o interesse por esse tipo de peça disparou, segundo a casa de leilões.
No ano passado, o famoso vestido esvoaçante usado por Marilyn Monroe em "O Pecado Mora ao Lado", de 1955, foi arrematado por 4,6 milhões de dólares num leilão em Los Angeles, no que a Sotheby's disse ser o recorde para um objeto associado a um filme.

Coro da Camerata Antiqua interpreta "Vésperas de Natal"

O Coro da Camerata Antiqua de Curitiba apresenta, neste fim de semana, um programa que integra as festividades natalinas da cidade. O concerto “Vésperas de Natal”, com obras de Claudio Monteverdi (1567 – 1643), tem apresentações agendadas na sexta-feira (30), às 20h, e no sábado (1º), às 18h30, na Capela Santa Maria Espaço Cultural, sob a regência da maestrina cubana Maria Antônia Jimenez, especialmente convidada para a ocasião. Os ingressos custam R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia-entrada). 
O repertório do espetáculo, que integra a temporada 2012 patrocinada pela Volvo, reúne composições de Monteverdi, com textos extraídos dos Livros dos Salmos. As obras Dixit Dominus (Salmo 109), Confitebor Tibi Domine (Salmo 110), Beatus Vir (Salmo 111), Laudate Pueri Dominum (Salmo 112) e Laudate Dominum (Salmo 116) possuem uma estrutura com grande variação na divisão das vozes. Completa o programa a peça “Magnificat a 10/14”, da Coleção Selva Morale e Spirituale (Antologia moral e espiritual), publicada em Veneza (Itália), em 1640, e que contém algumas das mais brilhantes criações da música sacra coral de Monteverdi.
O concerto preparado pelo Coro da Camerata mostra que o compositor estava certo ao afirmar que “o objetivo de toda boa música é tocar a alma”. Monteverdi é considerado o último grande madrigalista, certamente o maior compositor italiano de sua geração, e uma das personalidades mais influentes de toda a história da música do ocidente.

A regente – Formada em Regência Coral pelo Conservatório de São Petersburgo (Rússia), a cubana Maria Antônia Jimenez foi convidada, em 1995, pela Fundação Carlos Gomes (Belém do Pará) para ministrar aulas de canto e regência coral. No mesmo ano, fundou o Coro Carlos Gomes, com o qual obteve reconhecimento da crítica especializada e do público, no Brasil e exterior.

Palácio Avenida e Batel Soho abrem o Natal nesta sexta

Turistas e moradores de Curitiba terão duas opções de espetáculos de Natal para acompanharem nesta sexta-feira (30). Na praça da Espanha, no Bigorrilho, acontecerá a abertura do Natal Batel Soho, às 18h. Na Boca Maldita, no Centro, haverá a estreia do Natal do Palácio Avenida, o mais tradicional espetáculo de Natal de Curitiba, às 20h10.
"Curitiba se consolida como a capital brasileira do Natal com espetáculos para todos os públicos feitos com a participação da iniciativa privada e do poder público", diz a presidente do Instituto Municipal de Turismo, Juliana Vosnika. Em dezembro, 350 mil turistas são esperados em Curitiba, boa parte atraída pela programação de Natal. Eles deixarão na cidade cerca de R$ 290 milhões.

Atrações - No Natal Batel Soho, o Papai Noel chegará às 18h e às 20h será inaugurada a decoração da praça, com luzes e fogos de artifícios. A praça da Espanha receberá seis torres de luzes e em tons de dourado, branco e vermelho. Das 19h30 às 21h acontecerão pequenos shows musicais. Os restaurantes e cafés do circuito oferecerão uma taça de espumante para os clientes que pedirem pratos selecionados por eles para a data. Neste ano, o tema do espetáculo no Palácio Avenida é “Vem Sonhar com a Gente”. As apresentações das crianças do coral do Palácio Avenida vão até 16 de dezembro, sempre às sextas-feiras, sábados e domingos, das 20h10 às 21h. As 160 crianças são de 12 casas lares locadas em Curitiba e Região Metropolitana.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

voz de mulher

Stacey Kent, "So Nice"

Hoje tem Stacey Kent no Teatro Positivo

Stacey Kent, uma das vozes do jazz mais destacadas da atualidade, vem ao Brasil para quatro apresentações no mês de novembro. Famosa por suas interpretações arrebatadoras e pelas releituras em francês de clássicos da MPB como “Samba da Benção” (“Samba Saravah”) e “Águas de Março” (“Les Eaux des Mars”), Stacey tem sido aclamada internacionalmente por crítica e público. Já gravou oito álbuns de estúdio e o recém-lançado “Dreamer in Concert”, que captura sua irresistível performance ao vivo. A escala em Curitiba será nesta quinta-feira (29), às 21h30, em única apresentação no Teatro Positivo Grande Auditório.
Nesta passagem pelo Brasil ela será acompanhada pelo saxofonista Jim Tomlinson - com quem é casada há 21 anos - e pelo Trio Corrente, formado por Fábio Torres (piano), Paulo Paulelli (baixo) e Edu Ribeiro (bateria). Instrumentistas consagrados, os três já tocaram ao lado de artistas como a cantora Rosa Passos, o saxofonista cubano Paquito D’Rivera e o guitarrista Mike Stern. Agora, encontram na voz de Stacey uma parceria perfeita para seu jazz original.
Natural de New Jersey (EUA), Stacey Kent desde a infância era fascinada por comédias musicais, pelos grandes mestres do jazz e por cantores pop, como Neil Young e Cat Stevens. Quando cursava uma pós-graduação em literatura no New York Sarah Lawrence College, Stacey conheceu seu futuro marido - o produtor e saxofonista Jim Tomlinson. Os dois faziam testes na prestigiada Guildhall School of Music and Drama.

Amor e Preconceito sobem ao palco da Caixa Cultural

A Caixa Cultural Curitiba apresenta, na próxima sexta-feira (30) até domingo (2), o espetáculo “Agreste Malvarosa”, uma fábula sobre a ignorância, o preconceito e o amor incondicional. Escrita por Newton Moreno e dirigido por Ana Teixeira e Stephane Brodt, a peça deseja propor, ao público, um diálogo com questões fundamentais de nossa época, abordando a homossexualidade e a homofobia, e levando ao público emoção e reflexão.
A história começa com um flerte no meio da cerca, no qual um casal de lavradores, no sertão, descobre o amor. Porém, depois de 22 anos, durante o velório do marido, descobrem que o “marido” é uma mulher, gerando levantes de repulsa e homofobia. Poderia ser mais uma história de amor, não fosse a crueldade despertada pela descoberta reveladora.
O autor construiu o texto partindo de sua pesquisa sobre orientação sexual de mulheres lavradoras do interior de Pernambuco, mulheres que desconheciam seu corpo e sua sexualidade. “Agreste Malvarosa” recorre a um dos elementos do imaginário sertanejo: a figura da mulher que se traveste de homem, e aborda a reflexão sobre até onde essas mulheres tinham consciência de seus corpos, de suas cascas e de sua transgressão.
Em cena, duas atrizes narram e representam as personagens desta história, montando e desmontando a cena com o mesmo domínio que assumem a passagem narrador-personagem / personagem-narrador. As atrizes criam a ambiência do espetáculo e introduzem o sertão assim como fazem os repentistas, gerando uma aproximação entre público e plateia, com a atmosfera da “contação” de histórias.
O espetáculo, por intermédio da relação de amor inusitada entre duas pessoas, pretende criar uma esfera de magia, onde o aspecto lúdico convidará os espectadores a participar daquele universo, rompendo preconceitos, distinções e ideias sobre a realidade.
O Teatro da Caixa está situado na rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro. As apresentações acontecem sexta-feira e sábado às 20h e domingo às 19h e os ingressos custam R$ 10,00 e R$ 5,00 (meia e clientes Caixa).

Álbum "21", de Adele, chega aos 10 milhões de cópias nos Estados Unidos

(Reuters) - O álbum "21", da premiada cantora de soul Adele, chegou nesta quarta-feira à marca dos 10 milhões de exemplares vendidos nos Estados Unidos, fazendo da artista a primeira britânica a conquistar um disco de diamante no mercado norte-americano, segundo a Nielsen SoundScan.
Incluindo sucessos como "Someone Like You" e "Rolling in the Deep", o álbum foi o mais vendido de 2011, e no começo deste ano rendeu seis prêmios Grammy à cantora.
Esse foi o terceiro álbum a superar a marca dos 10 milhões em 2012. Os outros foram "Hybrid Theory", do Linkin Park, e "Confessions", de Usher. Mas, segundo a Nielsen, há uma década nenhum álbum atingia essa marca em menos de dois anos após o lançamento.
"Que honra incrível", disse Adele em nota. "Um enorme, enorme obrigada a vocês, meus fãs americanos, por abraçarem esse disco num nível tão maciço".
"21" receberá a certificação da Associação da Indústria Fonográfica da América, entrando para o ranking de álbuns de artistas como Michael Jackson, Beatles e Madonna.
A cantora de 24 anos faz sucesso atualmente também com o single "Skyfall", canção oficial do homônimo filme do personagem James Bond. O single já vendeu mais de 2 milhões de cópias neste ano.

Galeria de Luz estreia na próxima terça-feira

A Galeria de Luz, principal atração de Natal da Prefeitura, será acesa na próxima terça-feira, 4 de dezembro, na rua XV de Novembro. Formada por arcos repletos de lâmpadas coloridas, a Galeria terá um desenho ainda mais impactante que em 2011, quando foi vista por cerca de 700 mil pessoas.
A Galeria de Luz será acesa após a apresentação do espetáculo Sobre Anjos e Luz. Na montagem, ao ar livre, os bailarinos "voarão" sobre o público, com ajuda de cabos de aço.
"É um espetáculo gratuito para que todos os moradores de Curitiba possam celebrar o espírito do Natal e para que mais turistas venham à cidade nesta época que já é bastante procurada por visitantes", diz o prefeito Luciano Ducci
Em dezembro, 350 mil visitantes são esperados na cidade. "A Galeria de Luz, ao lado dos demais espetáculos desta época, tornou-se um consistente produto turístico para fortalecer Curitiba como a capital do Natal no Brasil", afirma a presidente do Instituto Municipal de Turismo, Juliana Vosnika.

Espetáculo “Rumo à Terra” no Sesc da Esquina

O espetáculo “Rumo à Terra”, que será apresentado no Sesc da Esquina nos dias 30 e 1º (20h) e dia 2 (19h), é uma adaptação da obra “Folhas de Relva” do poeta Walt Whitman. A encenação fala sobre a vida, morte, liberdade, homem, mulher, animais, natureza, a equivalência das coisas, contradições e os valores eternos. O grupo utilizou a linguagem do Bufão, uma máscara ancestral, para transportar os poemas para o palco. As declarações à humanidade vêm permeadas de tudo aquilo que faz do poeta um ser profético e mundano, vivo e contemporâneo, traduzido pelo desatino e pela lucidez, as atmosferas preferidas pelos bufões, onde é possível viver e libertar a alma.
"Rumo à Terra” tem adaptação e direção de Fátima Ortiz, que também está no elenco, ao lado de Alexandre Bonin, Pedro Bonacin e Vanessa Corina
O Teatro do Sesc da Esquina está situado na rua Visconde do Rio Branco, 969 e os ingressos custam R$ 12,00 (inteira), R$ 6,00 (meia) e R$ 3,00 (comerciários).

Restaurador italiano Nicholas Castelli ministra curso na Biblioteca Pública do Paraná

No mês de dezembro, a Associação dos Amigos da Biblioteca Pública do Paraná traz a Curitiba o restaurador Nicholas Castelli. Nascido em Turin, Itália, Castelli ministra uma palestra e um curso de restauração e conservação de livros. A realização dos eventos está sujeita a um número mínimo de inscrições para o curso prático.
A palestra, com o tema “Para Uma Melhor Conservação e Conscientização de Uso dos Livros nas Bibliotecas”, terá tradução simultânea e acontece no dia 10, das 9h às 12h, no auditório Paul Garfunkel, com entrada franca. Durante a palestra, Castelli falará sobre a sensibilização e utilização consciente dos livros, voltada para a preservação. Também serão discutidos temas como ações de sensibilização para a utilização adequada dos livros, manuseamento correto e agentes nocivos de degradação.
Já o curso “Trabalhos de Restauro e Conservação de Papel” acontece entre 10 e 13. Entre as atividades práticas, o curso prevê a análise dos principais problemas na forma de livros e documentos em papel. O alunos também poderão levar documentos com perdas (amarelados, rasurados, etc.), que terão seus problemas discutidos e analisados por Castelli. Outros tópicos a serem vistos, são: “o problema das etiquetas”, “Biodegradação de arquivamento”, “Xilófagos e insetos”, etc.
Inscrições e informações: até 4 de dezembro de 2012. Contato: Bety de Luna (41) 3221-4988/ betyluna@bpp.pr.gov.br

terça-feira, 27 de novembro de 2012

uma música

Eduardo Dussek, MR "Eu Velejava em Você"

O autêntico tango argentino no palco do Positivo

Nesta sexta-feira (30), às 21h, a magia do tango chega a Curitiba, mais exatamente no palco do Teatro Positivo – Grande Auditório. O espetáculo Sangre de Tango, dirigido por Manuel Ortiz, é um passeio pela história do patrimônio cultural da humanidade. Olhares, sentidos, técnicas e paixão compõem uma performance, mostrando desde a origem do tango até a sua consagração. O show representa cenas do passado, resgata a tradição argentina e transporta o telespectador a uma viagem no tempo.
Na virada do século XX, os gaúchos da República Argentina viajavam até Buenos Aires para desfrutar do tango nos bailes. Para participar, alugavam seus trajes nos subúrbios e portos da cidade, depois disputavam e cortejavam as mulheres. Nessa época, imperava o desejo, o contato corporal e os movimentos sensuais. Sob a mistura das influências do gaúcho e o portenho surgiu o “compadrito”, homem rústico, astuto e conquistador, que dançava tango.
O espetáculo, que foi criado por Ortiz em 1998, já foi apresentado em casas renomadas, como El Vidou de Lãs Luces, Cambalache, Teatro Santa Maria, em Congresso realizado no hotel Sheraton e Congresso Episcopal realizados pelo Vaticano. O show de tango também foi convidado pela Casa de La Provincia, de Buenos Aires, a se apresentar para representantes do governo argentino e da ONU (Organização das Nações Unidas).
Os ingressos para o espetáculo "Sangre de Tango" custam R$ 115,00 (plateia inferior) e R$ 85,00 (plateia superior).

Revista “Arte e Letra: Estórias” chega à 19ª edição‏

A editora Arte & Letra promove nesta quarta-feira (28) evento de lançamento da 19ª edição da revista de literatura “Arte e Letra: Estórias” na Caixa Cultural, em Curitiba (PR). O evento, às 19h30, terá ainda bate-papo com o editor da revista, Thiago Tizzot, e o jornalista, tradutor e escritor Irinêo Baptista Netto, autor do conto “Agora”, que integra a nova edição. A conversa sobre publicações literárias, abordando os desafios de se criar e manter uma revista voltada à literatura, será mediada pela jornalista e tradutora Mariana Sanchez.
A edição S da revista traz contos do inglês Graham Greene; do norte-americano H. P. Lovecraft; do chileno Manuel Rojas; e dos curitibanos Luiz Andrioli e Irinêo Baptista Netto, entre outros. Fotografias do curitibano Nego Miranda ilustram o novo volume da publicação trimestral da editora Arte & Letra.
Com uma seleção eclética e plural de autores, a edição S da revista - que é contada com as letras do alfabeto, de A a Z, em vez dos tradicionais números - apresenta escritores consagrados do gênero, autores importantes ainda pouco conhecidos no Brasil e novos prosadores, entre eles Henry Lawson, H.P.Lovecraft, Alfred Jarry, Graham Greene e Manu Causse.
A Caixa Cultural está situada na rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro. A entrada é franca e mais informações podem ser obtidas pelo telefone 2118-5111.

Livro do papa reafirma "nascimento virginal" de Jesus

(Reuters) - O papa Bento 16 publicou a última parte de sua trilogia sobre a vida de Jesus Cristo, com uma narrativa sobre a primeira infância dele, na qual reafirma com força a doutrina do nascimento virginal como uma verdade "inequívoca" da fé.
O livro é intitulado "As Narrativas da Infância - Jesus de Nazaré" e está sendo publicado simultaneamente em 21 línguas. Deve tornar-se um best-seller internacional, como os volumes anteriores.
Dividida em prefácio, quatro capítulos e um epílogo, a obra expõe e analisa as narrativas do nascimento de Jesus até sua apresentação no templo, aos 12 anos de idade.
Os dois volumes anteriores trataram da vida adulta de Jesus e seus ensinamentos públicos.
Uma seção do livro tem como título: "Mito ou Verdade Histórica?"
A Igreja ensina que Jesus era o filho de Deus e não foi concebido por uma relação sexual, mas pelo poder do Espírito Santo, uma das partes da divina trindade.
Em linguagem simples, Bento 16 diz que a história do nascimento virginal não é apenas uma reelaboração de antigas lendas gregas ou egípcias e conceitos arquetípicos, mas algo totalmente novo na história.
"É somente a palavra criativa de Deus que propicia algo novo. Jesus, nascido de Maria é integralmente homem e integralmente Deus, sem confusão e sem separação...", escreveu o pontífice.
O papa diz no livro que os católicos deveriam ver a crença no nascimento virginal e a ressureição de Jesus como "pontos cruciais da fé" porque "são sinais inegáveis o poder criativo de Deus".

Dalton Trevisan é um dos vencedores do 10º Prêmio Portugal Telecom de Literatura em Língua Portuguesa

O escritor paranaense Dalton Trevisan venceu, na categoria Conto, o 10º Prêmio Portugal Telecom de Literatura em Língua Portuguesa. Valter Hugo Mãe ganhou o prêmio como melhor Romance, enquanto Nuno Ramos, Poesia. A cerimônia de entrega do Prêmio ainda consagrou o português Valter Hugo Mãe. O escritor e poeta foi agraciado com o Grande Prêmio, escolhido entre os vencedores das três categorias da edição 2012. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (26), no Auditório do Ibirapuera, em evento que contou com a presença dos autores e de outras personalidades da Cultura brasileira.
O curitibano Dalton Trevisan, vencedor da categoria Conto com a obra O anão e a ninfeta, tem mais de 40 livros publicados, em 50 anos de carreira. Já conquistou o Prêmio Portugal Telecom em 2003, com o livro Pico na veia, e em 2007, com a obra Macho não ganha flor. Em 2012 o escritor foi eleito por unanimidade o vencedor do Prêmio Camões, principal reconhecimento da literatura em língua portuguesa, criada em 1988 por Brasil e Portugal. O escritor ainda venceu quatro vezes o prêmio Jabuti, entre 1960 e 2011.
Nascido em Angola, em uma cidade chamada Henrique de Carvalho, Valter Hugo Mãe foi premiado por seu último livro, A máquina de fazer espanhóis, segundo título de ficção mais vendido em 2010 em Portugal. Trata-se do quarto volume de uma tetralogia formada pelos romances: O nosso reino (2004), O remorso de baltazar serapião (2006, vencedor do Prêmio Saramago) e O apocalipse dos trabalhadores (2008).
Um dos mais importantes nomes da arte contemporânea brasileira, Nuno Ramos é autor de livros de contos, ficção, poesia e ensaios biográficos, e foi premiado por sua obra Junco. Formado em filosofia, o artista multimídia foi o ganhador do prêmio Portugal Telecom em 2009, com Ó. Nuno Ramos atualmente está com uma instalação no Rio de Janeiro na qual mostra diversos objetos pessoais, e outros coletados aleatoriamente, que serão todos destruídos ao final da exposição.

Cursinho Solidário bate novo recorde de aprovações na 1ª fase do vestibular da UFPR

O Cursinho Solidário, projeto da ONG Formação Solidária, bateu novo recorde de aprovações na primeira fase do vestibular da UFPR, com um crescimento de mais 50% em relação ao último vestibular, onde foram aprovados 50 alunos; esse ano foram aprovados 77 alunos, nos mais diversos cursos, como Administração, Direito, Engenharias Mecânica, Elétrica, Pedagogia, Farmácia, Ciências Contábeis e Biológicas entre outros.
Durante o ano foram atendidos 240 alunos, sendo 180 alunos nas dependências do Colégio Estadual Professora Luiza Ross e 60 alunos nas dependências da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, para atender as duas turmas ao longo do ano, contamos com a colaboração de 80 professores voluntários.

Inscrições para 2013 - Já estão abertas as inscrições do processo seletivo para o pré-vestibular promovido pela ONG Formação Solidária para o preenchimento de 240 vagas disponíveis para o Cursinho Solidário 2013, sendo 180 vagas para a turma do Colégio Estadual Professora Luiza Ross, no Boqueirão e outras 60 vagas na turma da UTPFR, no Rebouças.
O cursinho é gratuito, os alunos custeiam apenas os valores referentes ao material didático. Os candidatos podem se inscrever até o dia 29 de janeiro de 2013 pelo site www.formacaosolidaria.org.br. O valor das inscrições é de R$ 35,00. Mais informações através do telefone 3234-2363.
O processo seletivo será dividido em duas etapas. A primeira delas é a aplicação de uma prova objetiva com 48 questões, que vai avaliar o desempenho escolar do candidato nas disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Física e Química. A segunda etapa é composta pela avaliação socioeconômica do candidato através de questionário, documentos comprobatórios e entrevistas individuais. Para ser classificado, o aluno deve comprovar renda de até um salário mínimo por pessoa da família, além de ter cursado todo o ensino médio em instituição pública de ensino ou ser bolsista em instituição particular. O intuito é dar a jovens e adultos de baixa renda a oportunidade de ter uma educação de qualidade visando à aprovação nos melhores vestibulares do país.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Odair José faz show de gravação de DVD no Teatro Guaíra

Odair José se apresenta no Guairão nesta terça-feira (27), às 21h, para a gravação do DVD “Praça Tiradentes”. O cantor escolheu a cidade para a gravação do show após o sucesso de sua primeira apresentação no projeto Quadra Cultural, em 2010.
Além de democratizar o acesso a atividades culturais, o projeto Quadra Cultural tem inserido o bairro São Francisco na agenda cultural de Curitiba, ao receber nomes importantes como Dona Ivone Lara, Rolando Boldrin, Germano Mathias, Irmãs Galvão, entre outros.
A exemplo do ocorrido no show de Rolando Boldrin, realizado no Guairão em 2011, um grupo de idosos, dos asilos São Vicente de Paulo e Recanto do Tarumã, será convidado para acompanhar a apresentação de Odair José. A novidade deste ano fica por conta de 50 jovens de escolas públicas da cidade, com idade entre 10 e 12 anos, que também poderão assistir ao show gratuitamente.
Ícone da música brega nos 1980 com músicas como “Pare de tomar a pílula”, Odair José alcançou status de cult ao revisitar o início da carreira em novos projetos. Seu último trabalho, o CD “Praça Tiradentes”, conta com produção e letras de Zeca Baleiro, Chico César, Carlinhos Brown, além de composições de Arnaldo Antunes. Entre as faixas, destaque para a canção “E depois volta pra mim”, um tributo à ex-garota de programa Bruna Surfistinha, assinada pelo próprio Odair José em parceria com Baleiro.
Os ingressos para o show de Odair José custam R$ 70,00 e R$ 35,00 (meia-entrada conforme previsto em lei). Informações: 3304-7982.

Oficina de Música de Curitiba oferece novidades para 2013

A Oficina de Música de Curitiba, um dos patrimônios culturais da cidade, chega a sua 31ª edição em 2013, com uma novidade para os participantes. Além das aulas com professores consagrados nos cenários nacional e internacional, os alunos contarão com o projeto Digitópia, que consiste em um conjunto de vários computadores de livre acesso, no qual as pessoas são provocadas a criar ou ouvir música com a utilização de vários softwares.
Essa é apenas uma das inovações que integram uma intensa programação preparada para o período de 9 a 29 de janeiro. Serão 99 professores vindos de todo o Brasil e de 17 países como Suíça, Portugal, França, Itália, Alemanha e México, responsáveis por 92 cursos nas fases erudita e popular. Já estão previstos aproximadamente 85 espetáculos, levando ao público o talento de artistas de várias partes do mundo. As inscrições para os cursos estarão disponíveis no site da Oficina de Música a partir do dia 1º de dezembro.
O respaldo como um dos eventos mais importantes na formação e aperfeiçoamento musical da América Latina garante a realização da Oficina de Música de Curitiba por tantos anos”, ressalta Janete Andrade, diretora artística da Oficina de Música. Como ex-aluna das primeiras edições da Oficina – ao lado de outros músicos que hoje desenvolvem carreiras vitoriosas –, Janete vê com grande satisfação o desdobramento e a consolidação da iniciativa.
Saiba mais:

Mostra experimental no Teatro José Maria Santos

Até dia 9 de dezembro, o público curitibano vai conhecer o trabalho de novos dramaturgos e diretores locais, integrantes do Núcleo de Dramaturgia SESI/PR – Teatro Guaíra, sob a coordenação de um dos mais importantes diretores teatrais do Brasil, Roberto Alvim. A mostra – que acontece no Teatro José Maria Santos (Treze de Maio, 655, Centro) - realiza durante duas semanas exibições de oito espetáculos, lançamento de um livro, além de leituras dramáticas e um workshop de dramaturgia.

Carteira de Habilitação será renovada automaticamente no Paraná

A partir do ano que vem, motoristas paranaenses que precisem renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) não precisarão ir até o Departamento de Trânsito do Estado para repetir o processo de biometria, fotografia e agendamento de exame médico. Quando a CNH estiver para vencer, o motorista receberá pelos Correios um aviso. Poderá agendar a consulta médica pela internet e, depois de concluído o processo, receberá o documento em casa.
O novo sistema está em fase final de implantação e a previsão é que esteja disponível no início do próximo ano. Segundo o Detran, em 2013 cerca de 527 mil renovações, quase 64% do total previsto para o ano, serão feitas de forma não presencial. A estimativa é que nos próximos três anos, 1,4 milhão de pessoas deixem de ir a uma unidade do Detran e recebam a CNH em casa.
Ao reduzir o número de atendimentos nas unidades do Detran, o novo sistema agilizará também o atendimento de outros serviços que exijam a presença do motorista e não possam ser feitos online. “Hoje, com o Detran Fácil, oferecemos quatro serviços pela internet e a ideia é ampliar esse número. Assim, garantimos facilidade e comodidade aos usuários, sem filas ou deslocamentos”, disse o diretor-geral do órgão, Marcos Traad.

Sala do Artista Popular abre nova exposição

Abre nesta terça-feira (27) a exposição “Do Tridimensional de Ivete Iucksch Campos às Cores de Fredy Meirelles”, na Sala do Artista Popular (SAP). A mostra traz esculturas em argila de Ivete Iucksch e desenhos de Fredy Meirelles. A exposição permanece até 28 de fevereiro e a entrada é grátis.
Ivete Iucksch nasceu em Ortigueira, em 1942. Após vários anos trabalhando na lavoura, mudou-se para a capital paranaense na década de 1970. A relação de Ivete com a arte começou inicialmente com a literatura. Em 2008 lançou um livro contando um pouco de sua história. Há três anos descobriu no trabalho com argila uma terapia, e desde então vem produzindo esculturas. Para criar uma peça ela se inspira nas próprias experiências e coisas que a rodeiam.
O trabalho de Fredy Meirelles reflete a preocupação com o universo feminino, simbolizando a vida, a alegria e a esperança por meio de desenhos feitos com a técnica de arte naïf. Meirelles, que nasceu em Curitiba em 1991, busca em grandes mestres como Miró, Picasso e Kandiski a inspiração para sua produção. Além do trabalho com artes plásticas, a dança e o teatro também fazem parte da vida do artista.
A Sala do Artista Popular fica na rua Saldanha Marinho, s/nº (anexo à Secretaria de Estado da Cultura, Centro) e está aberta à visitação pública de segunda a sexta-feira, das 10 às 18 horas, com entrada gratuita.

Nova Cultura lança livro sobre os Beatles em Curitiba

The Beatles, a mais famosa banda de rock acabou em 1970, mas as canções e a imagem do quarteto britânico sobreviveram e até hoje tocam corações e alimentam discussões sobre o motivo da separação.
Nesta terça-feira (27) às 19h30, por exemplo, será a vez do jornalista Roberto Muggiati, o escritor e professor Wella, Paulo Juk, da banda Blindagem, e Renato Scaramella Jr., da banda Os Metralhas, receberem o público na Livraria Cultura do Shopping Curitiba para um bate-papo sobre o assunto. O encontro é promovido pela Editora Nossa Cultura, que está lançando o livro “A Batalha pela Alma dos Beatles”, do jornalista inglês Peter Dogget.
Em 512 páginas, Dogget percorre e documenta a história pessoal e corporativa dos Beatles, desde as alturas de 1967, passando pelo implacável declínio dos meses finais, até os infindáveis desdobramentos posteriores - as batalhas das famílias de Lennon e McCartney, os conflitos existenciais de George Harrison, os esforços de Richard Starkey contra o alcoolismo, as relações mutáveis entre os quatro ao lutarem para afirmar suas identidades fora dos Beatles, e a transformação de sua empresa multimidiática, a Apple Corps, de fortaleza da contracultura a leviatã corporativo.

sábado, 24 de novembro de 2012

uma música

Luiz Melodia, MR "Quase Fui Lhe Procurar"