sábado, 31 de março de 2012

vozdemulher

Vanessa Amorosi, "The Simple Things"

Biblioteca Pública do Paraná abre inscrições para oficina de cartum


A Biblioteca Pública do Paraná está com inscrições abertas para a primeira edição da Oficina BPP de Ilustração. O quadrinista André Dahmer, autor da tirinha “Os Malvados”, trabalhará o gênero Cartum, no período de 25 a 27 de abril. Os interessados devem se inscrever até o dia 20 de abril. As primeiras 30 pessoas que enviarem e-mail para oficina@bpp.pr.gov.br com o assunto ”oficina de Cartum” serão selecionadas.
Ainda neste ano, a Biblioteca promove outras quatro oficinas de ilustração. Em junho, é a vez do cartunista Allan Sieber trabalhar o tema Roteiro para Quadrinhos. Em agosto, Rafael Campos Rocha fala sobre Ilustração Editorial. A oficina de Tiras, com Benett, será em outubro, e a de Cartaz, com Ricardo Humberto, em novembro.

O CARTUNISTA - Carioca, nascido em 1974, André Dahmer já teve suas criações publicadas no Jornal do Brasil, Folha de São Paulo, no portal G1 e nas revistas Piauí e Caros Amigos. O humor negro como crítica politicamente incorreta aos dias de hoje é uma constante em seu trabalho, especialmente em “Os Malvados”, sua tirinha mais conhecida.
Além desta, outro personagem notório é Emir Saad, um ditador sádico e egocêntrico que governa o fictício reino do Ziniguistão. Entre um personagem e outro, Dahmer se coloca como personalidade autobiográfica e satiriza suas próprias memórias e paranoias.

Secretaria da Cultura do Paraná abre inscrições para a terceira edição da Conta Cultura

A Secretaria de Estado da Cultura lança a terceira edição da Conta Cultura. Empreendedores culturais podem inscrever projetos previamente aprovados na Lei Rouanet e na Lei do Audiovisual, com o objetivo de ampliar o acesso à cultura paranaense por parte da população do Estado. As inscrições podem ser feitas até 19 de maio. O regulamento está disponível no site http://www.cultura.pr.gov.br/
O objetivo da Conta Cultura é facilitar a parceria entre empreendedores e empresas interessadas em patrocinar projetos culturais. Copel, Sanepar, Compagás, Agência de Fomento do Paraná, Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e Elejor - Centrais Elétricas do Rio Jordão S.A. irão destinar recursos do imposto de renda para projetos paranaenses, conforme previsto nas metas de governo para a área da cultura. Podem participar pessoas físicas ou jurídicas, estabelecidas ou domiciliadas no Paraná.
Na Conta Cultura, a Secretaria fica responsável por avaliar, selecionar e dar o aval para os projetos selecionados receberem o patrocínio. O valor que cada apoiador destina à Conta Cultura é previamente estipulado e o repasse do dinheiro é feito diretamente pelas empresas aos empreendedores culturais com projetos selecionados.
Proponentes que tiveram trabalhos recomendados para receber patrocínio na segunda edição da Conta Cultura de 2011 estão impedidos de inscrever projetos neste edital. Quem foi contemplado na primeira edição, também no ano passado, só poderá participar da Conta Cultura 2012 mediante a apresentação do Relatório de Atividades referente à execução do projeto, de acordo com o item 7 do regulamento.

2011 – As duas edições da Conta Cultura realizadas no ano passado propiciaram o atendimento de 63 projetos culturais de diversas regiões do Paraná, viabilizados com recursos de cerca de R$ 4,6 milhões, disponibilizados pelas empresas parceiras.

Livros de Harry Potter são disponibilizados em formato e-book

(Reuters) - Os livros best-sellers de J.K. Rowling da série "Harry Potter" estão disponíveis pela primeira vez no formato e-book no novo site dedicado às aventuras do garoto mágico.
As sete histórias, que venderam estimadas 450 milhões de cópias em todo o mundo e produziram oito filmes bem sucedidos para o cinema, estão à venda no site Pottermore, elaborado por Rowling.
A loja online (shop.pottermore.com) é rede varejista exclusiva para os e-books e audiobooks digitais de Harry Potter que foram lançados apenas em inglês. Edições em francês, italiano, alemão e espanhol são esperadas nas próximas semanas e em mais outras línguas na sequência.
O site principal da Pottermore é esperado para funcionar no início de abril, vários meses depois do anunciado anteriormente devido a problemas técnicos. Designers esperam permitir aos leitores explorar elementos do mundo de Harry Potter que não apareceram nos livros e a interagir com as histórias e personagens.
O website gratuito, em parceria com a Sony, é um dos vários empreendimentos lançados por Rowling e seus parceiros comerciais para manter a mágica de Harry Potter viva e a continuidade dos lucros. Rowling, que recentemente anunciou que se voltará à ficção para adultos, resistiu por muito tempo em transformar as histórias de Harry Potter em formato digital, mas por fim decidiu que o progresso tecnológico não poderia ser impedido.
O lançamento do e-book levanta questões sobre infrações de direitos autorais da propriedade de Potter, apesar de que os organizadores estão usando uma combinação de técnicas de marca d'água para proteger contra cópias ilegais.

sexta-feira, 30 de março de 2012

vozdemulher

Regina Spektor, "All the Rowboats"

Fim de semana com teatro para a garotada

Espetáculos de teatro de bonecos garantem diversão para a criançada, neste fim de semana. No Teatro de Bonecos Dr. Botica (Shopping Estação), a atração é a peça “Maria das Cores e seus Amores”, com sessões às 15h e às 17h de sábado e domingo (31 e 1º). No Teatro do Piá (Praça Garibaldi), o cartaz é a montagem “O Malefício da Mariposa”, às 11h de domingo (1º).
Uma grande aventura, repleta de surpresas e fantasias, é o que promete “Maria das Cores e seus Amores”, que tem roteiro, direção e interpretação de Olga Romero. Os bonecos, confeccionados por Marilda Kobachuk e Bernardo Grillo, apresentam à plateia a história de Maria, uma mulher que coleciona cores de todas as tonalidades.
As relações afetivas permeiam o espetáculo “O Malefício da Mariposa”, texto de Federico Garcia Lorca, encenado pela Cia.Ave Lola Espaço de Criação/Aspart. Com direção geral de Ana Rosa Tezza e direção de arte a cargo de Cristine Conde, a montagem mostra um inusitado universo, no qual os insetos amam e sofrem de maneira muito parecida a dos humanos. Os cenários, figurinos e bonecos são criações da companhia, e no elenco estão Alessandra Flores, Janine de Campos e Val Salles.
Os espetáculos no Teatro de Bonecos Dr. Botica custam R$ 15 e R$ 7,50 (estudantes, idosos e crianças de até 5 anos). No Teatro do Piá a entrada é franca.

Monumentos curitibanos ficarão apagados por uma hora neste sábado

A Prefeitura de Curitiba participará neste sábado (31) da Hora do Planeta 2012 – ato de combate ao aquecimento global, promovido pela Rede WWF desde 2006 em todo o mundo. Cinco monumentos de Curitiba ficarão apagados durante uma hora, entre 20h30 e 21h30.
O objetivo da campanha é incentivar a reflexão sobre o desperdício no consumo de recursos naturais do planeta. É um chamado para economizarmos energia elétrica, água, gerarmos menos lixo e praticarmos outras atitudes que poupem recursos ambientais dos quais somos usuários.
Os monumentos que serão apagados em Curitiba são: Teatro Paiol, Estufa do Jardim Botânico, fonte de Jerusalém da Praça Pedro Gasparello, fonte da Praça Santos Andrade e fachada do Paço Municipal. A Urbs vai apagar a iluminação do relógio da Rodoferroviára.
No país, o WWF-Brasil é responsável pelo movimento. “A Hora do Planeta é um gesto de engajamento, no qual cada um deve fazer a sua parte para um futuro melhor. Será uma demonstração da nossa paixão pelas pessoas, pela solução, pela conservação do planeta e, principalmente, pelo futuro e pela vida”, afirma a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias.
Qualquer pessoa pode aderir ao movimento. Basta apagar as luzes no dia e hora da ação. Quem quiser assinar o compromisso em nome do combate ao aquecimento global, pode se registrar no site do WWF-Brasil – http://www.horadoplaneta.org.br/.

Vila Verde terá sessão especial de cinema neste sábado

Os moradores da Vila Verde, na CIC, terão a oportunidade de assistir, neste sábado (31), ao filme “Vila Verde – Satyros”, que registra o trabalho do grupo teatral Satyros naquela comunidade. O filme, dirigido por Evaldo Mocarzel, integra a série Teatro sem Fronteiras, produzida pelo Canal Brasil. A sessão acontece às 15h, no Teatro Peça por Peça, localizado na rua Emílio Romani, 316 , com a presença do diretor e de artistas do grupo Satyros.
A sessão faz parte da mostra de cinema Palco e Plateia, promovida pela Cinemateca em parceria com Festival de Teatro de Curitiba. A mostra leva para as telas filmes de diretores que tomam como essência o desafio de capturar experiências teatrais. Um dos destaques da mostra é a série Teatro sem Fronteiras, feita a partir de espetáculos de teatro experimental desenvolvidos em São Paulo, Rio Branco, Recife e Curitiba. O filme em questão teve sua produção na Vila Verde, em Curitiba, onde Evaldo Mocarzel capturou em suas lentes o trabalho teatral exercido pelo grupo Os Satyros em toda a comunidade.

Espaço Itaú de Cinema reabre complexo no Shopping Crystal

O Espaço Itaú de Cinema do Shopping Crystal, em Curitiba, reabrirá para o público nesta sexta-feira, com cinco salas, sendo duas Vips. As cinco salas contam com equipamentos de projeção de última geração - projetor digital Christie, com som Dolby Digital, bilheteria informatizada, lugares numerados e uma programação diferenciada no modelo que conjuga filmes comerciais com filmes independentes. As poltronas do cinema são de couro ecológico, possuem assento basculante e encosto fixo.
As salas Vips (4 e 5) possuem uma arquitetura especial, com poltronas executivas e área de espera exclusiva. Essas salas estão disponíveis para agendamento de eventos, comemorações de aniversários entre outros. A área de convivência do Espaço Itaú de Cinema foi pensada para funcionar como um verdadeiro ponto de encontro cultural, voltado para o entretenimento e o convívio. Uma mesa comunitária será a principal estrela do espaço, que também oferecerá acesso à internet, bombonière e cafeteria com mesas e cadeiras.
Com estas mudanças, fortalecemos ainda mais este importante ponto cultural de Curitiba. Modernizamos, mas sem perder a tradição, qualidade e a programação que alia cinema nacional e filmes de arte a sucessos blockbuster, principais características do Espaço Itaú de Cinema. Acreditamos na cultura e na educação como alicerces de transformação social, o que nos faz, cada vez mais, promover e investir em projetos como este”, diz Fernando Chacon, diretor executivo de Marketing do Itaú Unibanco.
Além da programação usual, o Espaço Itaú de Cinema do Shopping Crystal dará continuidade aos projetos Escola no Cinema, Clube do Professor, Sessão Popular, entre outros, como vinha fazendo desde a inauguração do complexo, em 2004.
Em sua reabertura, o Espaço Itaú exibe os filmes “A Separação” (Oscar de melhor filme estrangeiro 2012), “Habemus Papam”, “Pina” (em 3D), “Fúria de Titãs 2” e a animação “O Lorax - Em Busca da Trúfula Perdida”.

Homenagem a Lala Schneider no aniversário de Curitiba

Um dos símbolos do teatro paranaense, a atriz Lala Schneider, falecida em 2007, recebe uma homenagem de Curitiba, quando a cidade comemora o aniversário de 319 anos. Neste sábado (31), às 12h, o prefeito Luciano Ducci e o governador Beto Richa inauguram na Praça Santos Andrade um monumento que eterniza a contribuição da atriz para a cultura brasileira. Ele leva a assinatura dos artistas Alfi Vivern e Maria Inés Di Bella.
Localizada bem em frente ao Teatro Guaíra, a obra revela o rosto de Lala Schneider em forma de máscara, saindo de um bloco bruto de granito de sete toneladas que, na parte superior, transforma-se em estrela. A máscara, feita em bronze, pesa 270 quilos e capta a emoção da atriz que conquistou plateias no teatro, na televisão e no cinema.
É uma estrela que nasce do granito bruto, simbolizando todos os desafios que essa artista venceu”, destaca Alfi Vivern, ao falar sobre a mensagem da escultura. Para elaborar a obra, Alfi e Maria Inés Di Bella mergulharam na rica trajetória de Lala Schneider, reconhecida como primeira-dama do teatro paranaense. Os artistas plásticos argentinos, que escolheram Curitiba para viver, já integram a história cultural do Paraná. Maria Inés Di Bella aqui chegou em 1978 e tem esculturas espalhadas por diversas cidades brasileiras.
A artista é responsável por vários trabalhos que marcam a paisagem curitibana, entre elas o monumento de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, instalado na Rua Barão do Cerro Azul, ao lado da Catedral Basílica de Curitiba. Alfi Vivern, no Brasil desde 1972, dirigiu o Museu de Arte Contemporânea do Paraná, de 2007 até 2010. Com várias exposições individuais e coletivas no Brasil e exterior, possui obras em países como Egito, Emirados Árabes, Bélgica, Espanha, França, Colômbia, Peru, México, Estados Unidos, Argentina, Turquia, Alemanha, Itália, Coreia e China.


A atriz – Nascida em 23 de abril de 1926, em Irati (PR), Lala Schneider subiu pela primeira vez ao palco em 1950, na peça "O Poder do Amor", no Teatro do Sesi. Atriz de teatro, televisão, cinema, diretora e professora de interpretação, Lala figurou entre as melhores atrizes do Brasil. Lala Schneider atuou em 99 peças, nove filmes e oito novelas, durante 52 anos de carreira artística.
Na Rede Globo, fez participações em novelas como “Lua cheia de amor” e “Felicidade”, além da minissérie “Tereza Batista”. A artista conquistou 16 prêmios, entre eles o Troféu Gralha Azul na categoria Melhor Atriz, em duas ocasiões: na edição 1984/1985, com “Colônia Cecília”, e em 1992/1993, com “O Vampiro e a Polaquinha”. No cinema, trabalhou principalmente com cineastas paranaenses.
A atriz esteve em “Guerra dos Pelados”, “Aleluia Gretchen” e “Making of Curitiba”, de Sylvio Back; “O Cerco da Lapa”, de Berenice Mendes; e “Maré Alta”, de Egídio Élcio, entre outros. Seu último trabalho local foi o filme "Mistéryus", baseado em contos de Valêncio Xavier. Em homenagem à atriz, o diretor João Luiz Fiani inaugurou um teatro em Curitiba, em 1994, com o nome de Fundação Teatro Lala Schneider.
Em 2004, Lala Schneider recebeu do Centro Cultural Teatro Guaíra a Medalha Comemorativa dos 50 anos do Guairinha (Auditório Salvador de Ferrante), homenagem concedida às personalidades que fazem parte da história do teatro paranaense. A artista faleceu em 28 de fevereiro de 2007.

Germano Mathias faz show no aniversário de Curitiba

O espetáculo de Germano Mathias é o grande destaque do fim de semana, dentro das festividades do aniversário de 319 anos de Curitiba, que oferece atrações ao ar livre na Praça da Espanha, nas Ruínas de São Francisco e no Parque Lourenço. O sambista paulista, um dos ícones da música popular brasileira, apresenta-se às 18h desta sexta-feira (30), no Empório de Aniversário, que toma conta da Praça da Espanha.
A forma irreverente de cantar, imitando um trombone com a voz, é uma das marcas registradas de Germano Mathias, que lançou seu primeiro disco em 1956 e integrou o elenco da Rádio Tupi. O sucesso na rádio o credenciou a figurar no filme O Preço da Vitória (1956), de Oswaldo Sampaio, ao lado de Joel de Almeida, Inezita Barroso e outros atores e cantores consagrados.
Germano também ficou conhecido pela gravação de sambas de Zé Kéti – como Nega Dina, Malvadeza Durão – e Roberto Piva, entre eles o clássico Tem Que Ter Mulata. Entretanto, um de seus maiores sucessos foi Guarde a Sandália Dela, feito em parceria com Sereno. Com várias gravações ao longo da carreira, destacam-se os álbuns Samba é Comigo Mesmo (1971), Germano Mathias (1974) e Antologia do Samba-choro (1978), no qual divide as faixas com Gilberto Gil. No final dos anos 90, participou da antologia História do Samba Paulista, do selo CPC-Umes. Depois de gravar os CDs Talento de Bamba (2002) e Talento do Samba (2004), em 2005 lançou o disco Tributo a Caco Velho.
Perto de completar 78 anos, Germano Mathias continua fiel às suas origens, com velhos sucessos e novos sambas sincopados.

quinta-feira, 29 de março de 2012

vozdemulher


Kate Caberano, "She Will Be Loved"

Troféu Gralha Azul está com inscrições abertas para espetáculos

A 33ª edição do Troféu Gralha Azul, dedicado aos profissionais do teatro paranaense, já está com inscrições abertas para espetáculos. Os interessados devem ser cadastrar até o dia 29 de outubro no site do Teatro Guaíra (www.teatroguaira.pr.gov.br).
No ato do cadastro, que deverá ser feito no mínimo seis dias antes do início da temporada da peça, é necessário informar a data e os horários das apresentações para que sejam feitas as avaliações. Os espetáculos concorrentes deverão realizar pelo menos 12 apresentações em Curitiba, quando a companhia for da capital. Grupos com sede fora de Curitiba deverão fazer no mínimo quatro apresentações na capital – sempre contadas a partir da data em que foi realizada a inscrição.
A comissão julgadora desta edição é composta por 10 integrantes efetivos: Regina Razzolini, Debora Walz. Carine Piassetta, Edson Bueno, Fernando de Proença, Fernando Cardoso, Pagu Leal, Paulo Vinícius, Ricardo Westphalen e Cássia Gomes. As diretrizes gerais seguidas na avaliação são as de excelência artística do espetáculo e atuação dos integrantes do elenco.

Banhistas e ondas 'dançam' em série de fotos submarinas

Um fotógrafo australiano especializado em fazer imagens de surfistas e mergulhadores retratou pessoas comuns nadando embaixo de ondas.
Recentemente, Mark Tipple havia fotografado surfistas caindo de suas pranchas. As fotografias eram tiradas debaixo das ondas, capturando o momento em que o surfista mergulhava no mar. Na nova série de fotos, Tipple registrou banhistas mergulhando sob as ondas.
"Nas fotos anteriores, eu estava mais sob a influência do surfe. Quando eu comecei [o trabalho], eu estava a procura de um lado diferente do surfe que não estava sendo visto antes, mas agora o meu foco são nadadores, já que para mim é mais interessante ver as pessoas embaixo d'água sem as pranchas de surfe", disse Tipple à BBC Brasil.
Tanto as imagens dos nadadores quanto as dos surfistas fazem parte de um projeto batizado de theunderwaterproject.com.

MON tem visita guiada à exposição “Poty, de todos nós” e outras atividades neste domingo

Um dos destaques da programação do Museu Oscar Niemeyer no próximo domingo, 1º de abril, é a visita guiada à exposição “Poty, de todos nós”, que está em cartaz no salão principal, o Olho. A partir das 15 horas, a arte-educadora e artista visual Telma Richter conduzirá os visitantes interessados pela mostra que conta com 800 itens, desde desenhos que Poty realizou na infância à ilustrações de livros, incluindo bilhetes que o artista enviava para a sua esposa, Célia. Às 11 horas, Yuri Fernando da Rosa coordena a visitação à mostra “Os Caprichos”, de Goya. A entrada é franca, e os ingressos serão distribuídos na bilheteria até às 17h30.
O público tem a oportunidade de participar das oficinas de desenhos que o artista visual Luiz Carlos Brugnera vai ministrar às 14h, 15h15 e 16h30, no Setor de Ação Educativa, no subsolo do museu. As oficinas integram o projeto Artistas do Acervo, agora bimestral, que exibe obras e audiovisual sobre a trajetória do artista convidado.

Dança, música e outras mostras – Haverá performances de dança dentro da Sala 7, das 15 às 16 horas, e das 16 às 18 horas, no vão livre, na parte externa. O grupo Chorudito apresenta-se no primeiro piso, a partir das 14h15. Também é possível conferir outras mostras em cartaz, entre as quais a recém-inaugurada “Jorge Zalszupin: Arquitetura, design e reedição” e ainda “Antanas Sutkus: um olhar livre”, “MAP: início do acervo MON” e “Mulheres no acervo”.

Festa de aniversário de Curitiba continua neste fim de semana

As festividades do aniversário de 319 anos de Curitiba continuam neste fim de semana, com shows ao ar livre na Praça Espanha, nas Ruínas de São Francisco e no Parque Lourenço. A maratona de shows começa na sexta-feira (30) à noite na Praça Espanha, prossegue durante todo o sábado (31) com espetáculos de chorinho, jazz e MPB, e continua pela madrugada, nas Ruínas, com grupos de rock e música eletrônica. No domingo (1º), o Parque São Lourenço sedia o programa Música nos Parques.
O Empório de Aniversário na Praça Espanha tem início às 20h de sexta-feira (30) com o show da Orquestra À Base de Corda e seu convidado especial, o compositor e multi-instrumentista André Abujamra. Sábado (31), a partir das 13h, o palco da praça abriga shows de Daniel Migliavacca (chorinho), Milk’n Blues, Quarteto de Jazz Cigano, Saul e Amigos, encerrando com o Baile de Gafieira da Orquestra À Base de Sopro e Roseane Santos.
A festa continua na madrugada, mas transfere-se para as Ruínas de São Francisco. Das 21h30 às 4h da manhã tem show com os curitibanos Gaiteiros do Lume, Crocodila, DJ Apple, Giovani Caruso e o Escambau, DJ Sandra Carraro, Blindagem, DJ Alejandro Barguero, Colaterall, DJ Chris Kelly, Confraria da Costa, DJ Alejandro Bargueno, Locomotiva Duben e Cassim.
O programa Música nos Parques também está no roteiro de aniversário. Domingo (1º) à tarde, a partir das 15h30, no Parque São Lourenço, a animação fica por conta do grupo Siricutico, com um repertório especial para o público infantil. O Siricutico apresenta canções populares, do universo lúdico e musical das crianças. Em seguida, a Banda Nêgomundo se apresenta pelo programa Fora do Eixo. Durante os shows serão promovidas atividades recreativas para crianças e famílias: book crossing (intercâmbio de livros), pintura infantil, mesas de jogos e varal das artes com poesias de José Geraldo e gravuras de Gilberto Oliveira.
Confira a programação completa do aniversário de 319 anos de Curitiba: http://bit.ly/HoOAfa

quarta-feira, 28 de março de 2012

vozdemulher


Julia Duncan, "Breakout"

Peça espanhola abriu o Festival de Curitiba

A premiada peça espanhola Los Pájaros Muertos abriu a 21ª edição do Festival de Teatro de Curitiba, na noite desta quarta-feira, no Largo da Ordem. O espetáculo traz uma proposta ambiciosa: com música, dança e teatro, conta a história de um dos maiores artistas do século 20, Pablo Picasso, em meio a um século movimentado na Espanha (franquismo, guerras, produção intelectual).
Picasso viveu 92 anos. O diretor e coreógrafo da peça, Marcos Morau, resumiu toda essa riqueza cultural em um espetáculo de 50 minutos. “Essa é a graça da arte: dá para sintetizar tudo”, diz ele. “É um bombardeio de ideias. E aí acaba”.
O bombardeio proposto por Morau é deliberadamente exagerado. “Fomos muito atrevidos”, diz. Tanya Beyeler, atriz e assistente de direção, antecipa que histrionismo e hiper-realismo permeiam toda a apresentação. “É quase caricato. A força das imagens foi o modelo encontrado pela produção para retratar a grandeza do pintor".
O nome do espetáculo, Los Pájaros Muertos (“os pássaros mortos”), é uma alegoria à longevidade do pintor, que ao longo da vida viu muitos de seus amigos partirem. O espetáculo foi premiado no maior evento de teatro de rua da Espanha, o Festival de Carrega, em San Miguel.
O que a produção espanhola espera do público curitibano? “Todo dia eu me pergunto: o que eles vão achar disso tudo?”, confessa o diretor. “Trouxemos a figura de Picasso...” O resto fica por conta da plateia.
Acompanha a programação do festival pelo site: http://www.festivaldecuritiba.com.br/busca

Versão 3D melhora experiência de "Titanic", diz James Cameron

(Reuters) - O cineasta James Cameron, diretor de "Titanic", disse que a versão em 3D do seu sucesso de 1997, lançada para coincidir com o centenário do naufrágio retratado no filme, "amplia" a experiência do original.
Ele rejeitou as críticas de que o relançamento em 3D do filme, previsto para 6 de abril nos cinemas dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha, seja uma forma de faturar em cima da efeméride. Em 15 de abril, o acidente em alto mar que resultou em mais de 1.500 mortes completará 100 anos.
"Acho que (o 3D) o torna mais imersível", disse Cameron a jornalistas na noite de terça-feira no tapete vermelho do Royal Albert Hall, em Londres, palco da pré-estreia. "Ele meio que amplia a experiência para o nível 11, em vez do 10".
"Titanic", com Kate Winslet e Leonardo DiCaprio, faturou mais de 1,8 bilhão de dólares nas bilheterias globais.
Questionada sobre como se sentia ao ver os momentos mais íntimos do filme em três dimensões, Winslet respondeu: "Ah, terrível! Você não se sentiria assim? Eu não vou olhar. Espero estar no bar a essa altura, ou no chão!"
DiCaprio não foi à sessão, porque está nos Estados Unidos rodando um novo filme de Quentin Tarantino, "Django Unchained".
A versão em 3D de “Titanic” estreia no Brasil no dia 13 de abril.

Música, teatro e dança na Rua 24 Horas nesta quinta

A Rua 24 Horas vai comemorar o aniversário da cidade, nesta quinta-feira (29), com música, teatro e dança. Com uma decoração especial para festejar os 319 anos de Curitiba, a Rua vai brindar os curitibanos com uma programação cultural que começará ao meio dia e se prolongará ao longo da tarde.
Endereço de referência na cidade, a Rua 24 Horas é também um dos destaques do novo roteiro turístico Curta Curitiba a Pé, lançado nesta quarta-feira (28), pelo prefeito Luciano Ducci. O roteiro traz um mapa com indicações para três tipos de passeios pela região central, que podem ser feitos em agradáveis caminhadas.
Neste dia 29 de março, balões e tecidos coloridos, que atraem a atenção de quem passa, enfeitam a 24 Horas para a festa da cidade que a Rua ajudou a tornar conhecida mundo afora. A programação começará às 12h com apresentação da Orquestra Noah.
Na sequência, às 14h, será a vez do espetáculo “Entre Tantas Coisas”, da Companhia de Teatro Cena Hum, que integra a grade do Festival de Teatro de Curitiba O público será presenteado ainda com uma apresentação de Tango, com o Estúdio Flor de Lotus e em seguida, com uma serenata fechando a programação do dia, a cargo da agência Let’s Mídia.

Pesquisa revela que brasileiro lê, em média, quatro livros por ano

(Abr) – O brasileiro lê em média quatro livros por ano e apenas metade da população pode ser considerada leitora. É o que aponta a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, divulgada nesta quarta-feira (28) pelo Instituto Pró-Livro. O estudo realizado entre junho e julho de 2011 entrevistou mais de 5 mil pessoas em 315 municípios.
Em 2008, o instituto divulgou pesquisa semelhante que apontava a leitura média de 4,7 livros por ano. Entretanto, a entidade não considera que houve uma queda no índice de leitura dos brasileiros, já que a metodologia da pesquisa sofreu pequenas alterações para torná-la mais precisa.
De acordo com o levantamento, o Brasil tem hoje 50% de leitores ou 88,2 milhões de pessoas. Se encaixam nessa categoria aqueles que leram pelo menos um livro nos últimos três meses, inteiro ou em partes. Entre as mulheres, 53% são leitoras, índice maior do que o verificado entre os entrevistados do sexo masculino (43%).
Ao perguntar para os entrevistados quantos livros foram lidos nos últimos três meses, período considerado pelo estudo como de mais fácil para lembrança, a média de exemplares foi 1,85. Desse total, 1,05 exemplar foi escolhido por iniciativa própria e 0,81 indicados pela escola.
Entre os estudantes, a média de livros lidos passa para 3,41 exemplares nos últimos três meses. Os alunos leem 1,2 livro por iniciativa própria, divididos entre literatura (0,47), Bíblia (0,15), livros religiosos (0,11) e outros gêneros (0,47).
De acordo com o estudo, a Bíblia aparece em primeiro lugar entre os gêneros preferidos, seguido de livros didáticos, romances, livros religiosos, contos, literatura infantil, entre outros.

Morre no Rio de Janeiro, aos 88 anos, Millôr Fernandes

(ABr) - Depois de várias internações, o humorista e escritor Millôr Fernandes, de 88 anos, morreu ontem (27) à noite em casa, em Ipanema, na zona sul do Rio, de falência múltipla dos órgãos e parada cardíaca. Millôr era também desenhista, dramaturgo, jornalista, e tradutor.
Nascido no bairro do Méier, na zona norte do Rio, o escritor gostava de contar que o sonho de sua mãe, de ter um filho chamado Milton, foi transformado por um erro do tabelião, no cartório, quando o pai foi registrá-lo. Em vez de Milton Viola Fernandes, ele foi foi registrado como Millôr.
Amanhã (29), a partir das 10h, o corpo será velado no Cemitério Memorial do Carmo, no Caju, zona portuária, do Rio. Em seguida, será cremado, como ele havia recomendado à família e a amigos.
Millôr escreveu seu primeiro livro aos 10 anos, depois não parou mais. Trabalhou em jornais e revistas. Na revista O Cruzeiro, durante anos a principal do país, ele assinou a coluna Pif-Paf.
Foi um dos fundadores do jornal O Pasquim, que se tornou emblema da crítica à ditadura (1964-1985). Como autor, escreveu peças de teatro, textos de humor e poesia, além de fazer exposições. Traduziu obras clássicas de Sófocles, Shakespeare, Molière, Brecht e Tennessee Williams.

terça-feira, 27 de março de 2012

vozdemulher


Maria Rita, "Inquieta, Tonta e Encantada"

Curitiba festeja aniversário com show de Toquinho na Boca Maldita

Uma das grandes atrações da programação de aniversário de Curitiba será o show do compositor Toquinho, na próxima quinta-feira, 29 de março, ao meio-dia, na Boca Maldita. Toquinho apresentará os seus maiores sucessos e estará acompanhado da cantora paulistana Anna Setton, com quem tem realizado shows pelo Brasil. Além de Toquinho, músicos curitibanos se reúnem para interpretar a canção “Ai, ai, ai”, do compositor Mauro Barbosa, em homenagem à cidade.
Toquinho também virá a Curitiba para comemorar os 40 anos do Teatro do Paiol. O compositor foi o primeiro a cantar no Paiol, ao lado de Vinícius de Moraes e Marília Medalha, numa noite memorável de inauguração. Agora, o espetáculo promovido pela Fundação Cultural de Curitiba, no coração da cidade, aberto a toda a população, serve para trazer as lembranças dos principais momentos da história daquele espaço, considerado um marco histórico e cultural de Curitiba.
O próprio Teatro do Paiol será palco de algumas comemorações. Na noite de quarta-feira (28) será aberta a exposição comemorativa dos 40 anos do teatro, com uma retrospectiva dos seus espetáculos mais importantes. Será apresentado, em seguida, o espetáculo Cine Re-sonar, que mescla música instrumental com imagens históricas de Curitiba e dos shows realizados no Paiol.
Na quinta-feira (29), além da festa na Boca Maldita, ao meio-dia, a Camerata Antiqua de Curitiba estreia a sua temporada de concertos com uma apresentação gratuita, às 20h, na Capela Santa Maria. Neste dia também acontece o passeio fotográfico pelos parques de Curitiba com idosos, moradores das regionais Portão e CIC.
As festividades continuam nos dias 30 e 31, com o Empório de Aniversário na Praça Espanha. Às 20h de sexta-feira, a Orquestra À Base de Corda toca com André Abujamra. No sábado, das 13h às 20h, estão programados os shows de Daniel Migliavacca (chorinho), Milk’n Blues, Quarteto de Jazz Cigano, Saul e Amigos, encerrando com às 20h30, com o Baile de Gafieira da Orquestra À Base de Sopro e Roseane Santos.
A festa continua na madrugada, mas transfere-se para as Ruínas de São Francisco. Das 21h30 às 4h da manhã tem show com os curitibanos Gaiteiros do Lume, Crocodila, DJ Apple, Giovani Caruso e o Escambau, DJ Sandra Carraro, Blindagem, DJ Alejandro Barguero, Colaterall, DJ Chris Kelly, Confraria da Costa, DJ Alejandro Bargueno, Locomotiva Duben e Cassim.
Sábado (31), às 19h, a cidade presta uma homenagem à atriz Lala Schneider, com a inauguração de um monumento na Praça Santos Andrade, em frente ao Teatro Guaíra. As comemorações encerram domingo com shows a partir das 15h30, no Parque São Lourenço, pelo programa Música nos Parques. Apresentam-se o Grupo Siricutico e a Banda Nêgomundo.

Secretaria da Cultura promove mostra inédita da obra de Poty Lazzarotto no MON

No dia 29 de março é aniversário de Curitiba e de Poty Lazzarotto. A cidade completa 319 anos e o artista, se estivesse vivo, faria 88. A Secretaria de Estado da Cultura do Paraná (SEEC) celebra a data com a inauguração, a partir das 19 horas, da exposição “Poty, de todos nós”, que tem curadoria de Oswaldo Miranda, o Miran. A mostra conta com o patrocínio da Volvo e da Copel e a entrada durante a inauguração é gratuita.
A mostra, que ocupará o salão principal do MON, o Olho, reúne um pouco de tudo da vasta produção de Poty. Dos desenhos de infância, passando pelo material que ele produziu durante a temporada em que estudou na Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro, até gravuras e outros conteúdos que ele realizou ao longo de seu percurso.
Entre os cerca de 800 itens, há materiais que nunca foram apresentados ao público, a exemplo de fotos que registram o convívio de Poty com a família e bilhetes e recados bem-humorados que o artista fazia para se comunicar com a sua esposa, Célia. A exposição também abre espaço às ilustrações feitas por Poty, para obras literárias, e para o trabalho que ele realizou com murais e vitrais. Além de estudos pouco conhecidos, como a viagem que realizou ao Xingu e os esboços para o desenvolvimento do livro “Curitiba, de nós”.

Artista múltiplo - O secretário da Cultura, Paulino Viapiana, afirma que a exposição “Poty, de todos nós” vai evidenciar ao público a multiplicidade do trabalho de Poty Lazzarotto. “São poucos os artistas que conseguem transformar sua arte em algo inesgotável. Não apenas pela perenidade de suas obras, mas pelas múltiplas formas de se olhar para elas. É este caráter perene que encontramos na obra de Poty Lazzarotto. Sua arte está nos museus, nas ruas, nas fachadas, nas praças, nos livros. Técnicas, muitas. Estilo, único. Traços impecáveis e singulares”, diz Viapiana.
Já a diretora do MON, Estela Sandrini, lembra que essa exposição marca o encontro de dois artistas expressivos do Paraná, Poty e Oswaldo Miranda, o Miran, que assina a curadoria da mostra. “É a partir desse encontro, da obra de Poty com o olhar do Miran, que também teremos a oportunidade de encontrar toda a genialidade de Poty, o ser simples, o simples no ser”, diz Estela.
Miran conta que essa experiência de curador evidenciou, para ele, entre outras descobertas, o poder de síntese do Poty. “Sempre pensei que ele atingia aquele ponto de estilização, assim, de imediato. Mas não. Realmente tinha muito estudo e sua técnica se aprimorava a cada desenvolvimento. Poty não era um artista acomodado ao estilo que conquistou”, afirma Miran.
O Museu Oscar Niemeyer fica na rua Marechal Hermes, 999, Centro Cívico e está aberta à visitação de terça a domingo das 10 às 18 horas. Os ingressos custam R$ 4,00 e R$ 2,00 (meia). No primeiro domingo de cada mês a entrada é gratuita.

Curitiba elege representantes para conferência regional de cultura

A Fundação Cultural realiza, no dia 16 de abril, das 9h às 20h, no Memorial de Curitiba, a eleição para escolha de delegados, representantes da cidade de Curitiba, para a Conferência de Cultura da Regional de Curitiba. Organizada pela Secretaria de Estado da Cultura, a conferência regional será realizada em Araucária, em data a ser definida, com a finalidade de eleger um membro para o Conselho Estadual de Cultura.
As inscrições para candidatos a delegados e eleitores estão abertas e podem ser feitas pelo site da Fundação Cultural de Curitiba (www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/eleicao). Qualquer pessoa domiciliada em Curitiba pode participar do procedimento como eleitor. Basta fazer o seu cadastro no site até o dia 10 de abril, preenchendo o formulário eletrônico como “eleitor”, e comparecer no dia da eleição portando um documento de identificação (com foto).
Para candidatar-se como delegado é necessário preencher a ficha de inscrição no site até 29 de março, reunir os documentos e comprovações exigidos, e entregá-los no protocolo geral da FCC (Rua Engenheiros Rebouças, 1732 – Rebouças). Entre os requisitos para a candidatura de delegado estão: ser domiciliado ou residente em Curitiba; comprovar atuação na área cultura e ser reconhecido pela comunidade local como participante, organizador ou incentivador da cultura; e encontrar-se inscrito no Cadastro de Agentes Culturais do Estado do Paraná (site www.cultura.pr.gov.br). Outras informações sobre a habilitação estão no edital nº 042/12 da FCC.
A lista dos candidatos habilitados a participar do processo eleitoral será divulgada no dia 3 de abril. Serão eleitos, na etapa municipal, seis delegados e quatro suplentes. O Conselho Estadual de Cultura foi instituído recentemente, em janeiro, pela Lei 17.063/2012.

Camerata Antiqua abre temporada 2012 com concerto no aniversário de Curitiba

A abertura da temporada 2012 de apresentações da Camerata Antiqua de Curitiba, patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo, integra as comemorações dos 319 anos da cidade e também é voltada à Semana Santa. Nesta quinta-feira (29), às 20h, a Capela Santa Maria (rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro) abriga o pré-lançamento do concerto “A Paixão de Bach”, sob a regência do maestro mineiro Luís Otávio Santos. Na ocasião, será executada a versão reduzida do programa, com entrada franca. O espetáculo completo acontece às 20h de sexta-feira (30) e às 18h30 de sábado (31), com ingressos a R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada).
A “Paixão Segundo São João”, escrita por Johann Sebastian Bach (1685 – 1750), estreou na Sexta-feira Santa de 1724, na igreja luterana de Leipzig (Alemanha). A peça, considerada pelos estudiosos da música universal como uma das maiores obras corais de Bach, mostra que o compositor escrevia para alimentar o espírito. Ao longo dos séculos, a composição teve formas diversas de interpretação, mas, neste concerto, a Camerata Antiqua resgata os padrões estéticos do barroco.
“Na música antiga, a interpretação é mais retórica, mais eloquente. E a Camerata sempre teve um olhar atento para essas obras”, ressalta o regente Luís Otávio Santos, que contará com cantores convidados para o espetáculo. No papel principal do Evangelista atuará o tenor americano David Munderloh e, como Jesus, estará no palco o barítono austríaco Norbert Steidl.
A obra é uma representação dramática do texto contido no Evangelho de João, emoldurada por dois corais – na abertura e no final – e dramatizada de forma reflexiva em recitativos, corais e árias. O tenor é o narrador – a voz do evangelista João. Os demais solistas cantam as palavras de Jesus, de Pilatos, de Pedro e de outros personagens que participam da história. Bach dá às palavras do coro configurações mais elaboradas do que nos recitativos solos.
A Paixão Segundo São João é triste, emocional, intensa e meditativa. A profundidade da obra é alcançada a partir de sua sutileza. Por mais difícil que fosse trabalhar dentro dos limites do texto de João, Bach foi capaz de criar uma obra em movimento, com unidade musical e fortes traços psicológicos, além de profundamente espiritual.

Quatro novas exposições na Casa Andrade Muricy

A Casa Andrade Muricy abriga quatro novas exposições a partir de 29 de março. São trabalhos que percorrem diferentes vertentes das artes plásticas, com objetos em cerâmica, tecido e ferro. As mostras “(im)permanências”, “Adentros”, “Articulações: Poéticas do Corpo” e “Passatempo” ficam em cartaz até 3 de junho, com entrada franca.

(im)permanências - José Antonio de Lima busca a perenidade da forma no espaço. Os papéis, tecidos e materiais vulneráveis, geralmente utilizados pelo artista, dão lugar aos metais, alumínio latão e ao ferro galvanizado. Nada se perdeu no processo contínuo de seu trabalho. Se por um lado ele obedece às exigências de sua obra, por outro recusa o discurso retórico. O que lhe interessa é a simplicidade das modulações do espaço entre os cheios e os vazios, dada pelo tecido tensionado nas estruturas do ferro. A exposição “(im)permanências” acaba de chegar da Finlândia, onde foi apresentada na AVA Galleria, em Helsinque. A curadoria é de Fernando Bini.

Adentros - O trabalho (foto) de Bernadete Amorim desvenda um universo de continentes, que se relacionam em si e com o espaço em escala humana. Elementos que escapam de teoremas construtivos e resgatam a instabilidade, a moleza e a flexibilidade dos corpos. São Instalações em tecido e pelúcia de cores vibrantes, que fazem o visitante permear de maneira lúdica no espaço com grandes objetos suspensos, cada qual com um comportamento próprio, incorporado por meio de suas aberturas variadas e de seus interiores surpreendentes.
São corpos moles, gordos e macios, que se estendem preguiçosamente no espaço e dele fazem um labirinto delirante, móbile gigantesco, mas estático. Os quinze objetos de pelúcia possuem 1,60 cm de diâmetro e larguras diferentes, carregando em si um interior forrado com malha furada e que se revela, pelas aberturas, ora de forma tímida, ora de forma escancarada. Assim, os corpos, de pele pesada e macia, com seus internos cheios de dobras, ondas e esconderijos delicados, estão pendurados por fios coloridos, aguardando demoradamente para serem descobertos.

Articulações: Poéticas do Corpo - A exposição apresenta o percurso poético da artista Silvia Tagusagawa com esculturas em cerâmica, que fazem parte da pesquisa de mestrado em Poéticas Visuais da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (2010). A temática explorada é a imagem do corpo, a visão em relação a ele próprio e como percebe o do outro. Não é uma descrição fiel, como num desenho de anatomia, mas um conjunto de fragmentos, cortes, formas e detalhes modelados a partir de reflexões sobre o corpo.

Passatempo - Nesta mostra coletiva, três artistas experimentam, a partir da cerâmica, contaminações de meios e materiais contemporâneos. Amanda Gallego é graduada em Escultura e já participou de exposições no Museu Alfredo Andersen e na Casa Andrade Muricy. Em 2010 recebeu Menção Honrosa no Salão Nacional de Cerâmica. A artista visual Patrícia Tristão tem formação técnica em cerâmica e também foi premiada no Salão Nacional de Cerâmica. A terceira escultora da exposição “Passatempo”, Regina Costacurta, realizou estudos sobre técnicas de cerâmica em Buenos Aires e participou de coletivas em museus da Secretaria de Estado da Cultura.

Serviço de meteorologia do Paraná registra elevada quantidade de raios

O serviço de meteorologia do Paraná (Simepar) considerou elevada, e segundo o meteorologista Lizandro Jacóbsen, chegou a impressionar, a quantidade de raios que o Sistema de Detecção de Descargas Atmosféricas registrou na noite desta segunda-feira (26). Choveu em praticamente todas as regiões. No final da madrugada, a frente fria que atingiu o Estado se deslocou em direção à Região Sudeste. Porém, um declínio acentuado nas temperaturas é esperado a partir da noite de hoje (27).
Amanhã (28), o dia deve apresentar temperaturas bastante baixas, podendo gear em várias regiões.
Segundo boletim do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram), a previsão é que a chuva continue, no próximo trimestre, no oeste e meio-oeste catarinense.

segunda-feira, 26 de março de 2012

vozdemulher


Fafá de Belém, "O Meu Nome é Ninguém"

Curta Curitiba a Pé é o novo roteiro turístico da cidade

Em comemoração aos 319 anos da cidade, a Prefeitura lançará nesta quarta-feira (28), às 8h30, no Paço Municipal, um novo roteiro turístico, o Curta Curitiba a Pé. O mapa foi elaborado pelo Instituto Municipal de Turismo e Fundação Cultural de Curitiba com indicações para três tipos de passeios pela região central, que podem ser feitos em agradáveis caminhadas.
"Muitos lugares do Centro da cidade e do Setor Histórico de Curitiba guardam curiosidades que podem ser descobertas em um simples passeio a pé pelos visitantes e também pelos moradores da cidade", diz o prefeito de Curitiba, Luciano Ducci. "Com este tipo de ação fortalecemos a cultura e o patrimônio na cidade e descobrimos o quanto ela é encantadora".
A presidente do Instituto Municipal de Turismo, Juliana Vosnika, lembra que o roteiro também foi criado para incrementar o comércio na região central. "O Curta Curitiba a Pé é um roteiro alternativo para levar turistas ao Centro e movimentar o comércio e os serviços locais".
O texto do mapa, assinado por Maí Nascimento Mendonça, mostra aspectos de várias épocas da cidade, que nasceu em 1693. O mapa é dividido em três tipos de roteiros e será distribuído nos dez Postos de Informação Turística (PITs) de Curitiba.
Leia mais: http://bit.ly/GUbgRH

Governo anuncia medidas para popularizar o cinema

(ABr) - O governo federal quer popularizar o cinema em áreas onde a população tem pouco ou nenhum acesso a esse tipo de entretenimento. Nesta segunda-feira (26), a presidenta Dilma Rousseff publicou no Diário Oficial da União mensagem instituindo o Programa Cinema Perto de Você, destinado à ampliação, diversificação e descentralização do mercado de salas de exibição cinematográfica no Brasil e a estimular a exibição de filmes nacionais.
Por meio do programa, serão disponibilizadas linhas de crédito e de investimento para implantação de complexos de exibição e medidas tributárias de estímulo à expansão e à modernização do parque exibidor de cinema.
O governo criou, também, o Regime Especial de Tributação para Desenvolvimento da Atividade de Exibição Cinematográfica (Recine). Dessa forma, suspende a exigência de diversos tributos para estimular a aquisição de máquinas, aparelhos, instrumentos e equipamentos novos, destinados a complexos de exibição ou cinemas itinerantes.
Leia mais: http://bit.ly/H6nXsA

Novo álbum de Madonna divide a crítica

(Reuters) - Aos 53 anos, Madonna continua ligada à dance music - e à polêmica - no seu novo álbum, "MDNA", com faixas aceleradas para tocar nas pistas de dança.
O nome do álbum causou controvérsia por parecer uma alusão a MDMA, o princípio ativo do ecstasy. O clipe de "Girl Gone Wild", segundo single de "MDNA", foi proibido para menores de 18 anos no YouTube.
Nas imagens em preto e branco do clipe, a cantora aparece se contorcendo e se esfregando com homens em trajes sumários, num estilo semelhante ao da época de "Erótica", quando o clipe de "Justify My Love" foi banido da MTV, em 1990.
Madonna diz que o título do seu 12º álbum de estúdio tem três significados - uma abreviação do seu nome, uma sigla de "Madonna DNA" e uma referência ao ecstasy e à euforia que a droga causa em seus usuários.
Mas alguns críticos não ficaram exatamente eufóricos com o que ouviram, apesar de Madonna ter reunido uma grande seleção de produtos de dance music, incluindo o DJ Benny Benassi, a dupla LMFAO e seu premiado produtor William Orbit.
Leia mais: http://bit.ly/GVDOOR

Massa de ar chega ao Sul e favorece primeira geada do outono

(ABr) – Uma massa de ar frio chega à Região Sul e causa declínio acentuado de temperaturas de quarta (28) para quinta-feira (29). De acordo com o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram), o ar frio e seco vai favorecer a formação da primeira geada do outono nas áreas altas do planalto sul e meio oeste de Santa Catarina, com mínimas de 2 graus Célsius (°C) a 6°C.
O meteorologista Fernando Mendes, do serviço de meteorologia do Paraná (Simepar), disse que a frente fria chega amanhã (27) ao Paraná, quando as chuvas devem ser significativas, inclusive na capital. As baixas temperaturas contrastam com o calor que atinge o estado hoje (26), com os termômetros acima de 30°C no norte do Paraná.
Para o Rio Grande do Sul, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê chuva hoje no sul do estado e névoa úmida e seca no decorrer do dia nas demais regiões, com temperatura variando entre 11°C e 30°C.

Ferreira Gullar vence primeira edição do Prêmio Moacyr Scliar

(ABr) – O poeta Ferreira Gullar, por sua obra Em Alguma Parte Alguma, foi o vencedor da primeira edição do Prêmio Moacyr Scliar, criado pelo governo gaúcho e concedido pelo Instituto Estadual do Livro (IEL) do Rio Grande do Sul.
A cerimônia de premiação será na próxima quinta-feira (29), às 18h30, no Espaço Cultural Eliseu Visconti, da Fundação Biblioteca Nacional (FBN), no Rio de Janeiro. O evento terá as presenças do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, do secretário de Cultura do estado, Luiz Antonio de Assis Brasil, e do presidente da FBN, Galeno Amorim.
O Prêmio Moacyr Scliar, que homenageia o escritor gaúcho falecido em fevereiro de 2011, tem como objetivo contemplar os melhores livros das categorias poesia e conto, publicados no Brasil, em língua portuguesa, de 1º de janeiro a 31 de dezembro dos dois anos anteriores à cada premiação. O escritor escolhido recebe R$ 150 mil e a editora, R$ 30 mil. O livro vencedor terá direito ainda a uma edição especial de 5 mil exemplares, que serão distribuídos nas bibliotecas públicas e pontos de cultura do Rio Grande do Sul.
A primeira edição do prêmio é dedicada à poesia. Segundo o IEL, as categorias poesia e conto foram privilegiadas em vista da grande quantidade de prêmios já instituídos para a categoria romance. A cada edição, uma das duas categorias será contemplada, de forma alternada.
Nascido em 1930, em São Luiz (MA), Ferreira Gullar, pseudônimo de José Ribamar Ferreira, é poeta, ensaísta, crítico de arte, autor teatral e tradutor. Em 1959, foi um dos fundadores do movimento neoconcretista. Com 17 livros de poesia publicados, recebeu diversos prêmios, entre eles o Camões, em 1910, e o Jabuti, no ano passado.

Comissão da Câmara dos Deputados discutirá proibição da transmissão de MMA na TV

(Ag. Câmara) - A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática vai realizar audiência pública para discutir Projeto de Lei 5534/09, que veda a transmissão de lutas marciais não olímpicas pelas emissoras de televisão. Os autores dos requerimentos, deputados Sibá Machado (PT-AC) e Emiliano José (suplente), se dizem preocupados com a violência das lutas e com uma possível ofensa aos direitos humanos. A data da audiência ainda não foi marcada.
Sob um sentido muito amplo, continua de pé a ideia de que precisamos educar contra a barbárie, para que não estimulemos a humanidade a repetir violências”, defende Machado. De acordo com Emiliano José, a busca incessante pelo lucro, pelo espetáculo e pelo sadismo traz de volta a barbárie do passado, sem muitas diferenças.
Ele afirma que as lutas marciais não olímpicas provocam uma remissão quase automática ao Coliseu Romano, a mais famosa das arenas onde lutavam os gladiadores. “Um tinha que vencer, o outro seria morto ou chegaria a ferimentos que o impossibilitavam de lutar. Neste caso, à vista da reação dos espectadores, e por decisão do presidente dos jogos, o ferido podia ser morto, ou continuar vivo. No mais das vezes, era morto, para delírio dos que assistiam”, descreve o deputado.
Segundo Machado, a educação não é atribuição exclusiva da escola e sim de um conjunto de instituições. “A televisão, por seu enorme poder, é parte do esforço educacional, até por atribuição constitucional”, afirma Emiliano José. Segundo ele, inúmeros especialistas e entidades, dentre as quais a Associação Médica Britânica e a Associação Médica do Canadá, condenam esse tipo de luta. A entidade canadense, acrescenta o deputado, vem tentando banir o MMA do país.

domingo, 25 de março de 2012

a arte do encontro


Mart'nália e Paulinho Moska, "Entretanto"

Morre em Lisboa o escritor italiano Antonio Tabucchi

O escritor italiano Antonio Tabucchi, considerado uma das maiores referências literárias da Europa, morreu em Lisboa neste domingo (25) aos 68 anos de idade.
Tabucchi estava internado no hospital da Cruz Vermelha por conta das sequelas de uma longa doença.S egundo sua viúva, Maria José Lancastre, o funeral será realizado na próxima quinta-feira (29) na capital portuguesa.
Nascido em Pisa em 1943, possuía desde 2004 a nacionalidade portuguesa. Foi professor de Literatura Portuguesa em célebres universidades dos EUA e da França e era considerado um dos maiores especialistas da obra do poeta português Fernando Pessoa.
O escritor foi colaborador do jornal italiano Il Corriere della Sera, do francês Le Monde e do espanhol El País. Iniciou sua carreira em 1975 com o romance “Piazza Italia”, ao qual se seguiram várias antologias de contos. Consagrou-se definitivamente com “Requiem - Uma Alucinação” (1991) e, sobretudo, com “Afirma Pereira” (1996), obra ambientada na ditadura de Salazar, em Portugal, e que foi levada ao cinema por Roberto Faenza com Marcello Mastroianni no elenco.
O compromisso civil e a aura de mistério que predominam em seu estilo literário se encontram em suas últimas grandes obras: “A Cabeça Perdida de Damasceno Monteiro”, (1996), “Tristano Morre” (2004) e “Está a fazer-se cada vez mais tarde” (2001). Seu último romance foi “Racconti con Figure”, publicado em 2011.
Tabucchi foi reconhecido pela crítica literária como um mestre das narrações breves. Fazia parte do Parlamento Internacional de Escritores, uma associação de solidariedade com escritores politicamente perseguidos.
Autor de uma obra traduzida para quarenta idiomas e ganhador de vários prêmios internacionais, seu nome foi cogitado ao prêmio Príncipe de Astúrias e ao Nobel de Literatura.

Sérgio Vilas-Boas coordena Oficina de Jornalismo Literário na BPP

Dos dias 9 a 12 de abril, a Biblioteca Pública do Paraná promove a segunda edição da Oficina BPP de Criação Literária de 2012. O escritor e jornalista Sergio Vilas-Boas falará sobre Jornalismo Literário, gênero em que é um dos maiores especialistas do país. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 30 de março. Para participar é preciso enviar um breve currículo e um texto, de até 30 linhas, respondendo a seguinte pergunta: “O que eu penso do jornalismo atual?”, para o e-mail oficina@bpp.pr.gov.br. O resultado será divulgado até o dia 4 de abril, por e-mail, no facebook e no twitter da Biblioteca.

O autor – Sérgio Vilas-Boas é jornalista, escritor e professor especializado em Narrativas do Real. Foi editor e repórter especial de cadernos de cultura de diversos jornais. Venceu, em 1998, o Prêmio Jabuti na categoria Reportagem com “Os estrangeiros do trem N”. Também esteve entre os fundadores da Academia Brasileira de Jornalismo Literário (ABJL), da qual foi diretor e professor de 2005 a 2011. Em novembro de 2011, lançou o livro perfil “Doutor Desafio” (Manole/UniAlgar), sobre a trajetória do empresário mineiro Luiz Alberto Garcia.

Orquestra da PUCPR dedica concerto à cidade de Curitiba

Na próxima quarta-feira (28), os solistas da Orquestra de Câmara da PUCPR apresentam o "Concerto das Estações: Verão" em homenagem ao aniversário de 319 anos Curitiba. A entrada é franca e o início está previsto para as 19h. A apresentação inaugura oficialmente o Círculo de Estudos Bandeirantes - na rua XV de Novembro, 1050, Centro -, como espaço cultural. A regência do concerto é do maestro Paulo Torres, que vai apresentar com violino, entre outras peças, "Verão", de Antonio Vivaldi.

sábado, 24 de março de 2012

do "Bailão do Ruivão"


Nando Reis, "Gostava Tanto de Você"

Cenas rurais paranaenses em exposição na Sala do Artista Popular

A Sala do Artista Popular abre espaço para a mostra “Poesia rural”, do artista Marcelo Schimaneski. A exposição com 15 telas em estilo naïf – arte produzida sem preparação acadêmica – que representam cenas rurais, será aberta no dia 27 de março. Com muitos detalhes, as obras retratam áreas de plantações e casas de madeira típicas do Paraná, além da árvore símbolo do Estado, as araucárias.
As paisagens campestres e a vida no campo são cenas da infância vividas pelo artista, que nasceu e mora em Ponta Grossa. Em 1989, sofreu um acidente de carro em que fraturou a coluna e ficou com limitações do pescoço para baixo. Com fisioterapia diária recuperou o movimento dos braços e mãos, dedicando-se à pintura desde então.
O trabalho de Schimaneski é feito com cores fortes em técnica óleo sobre tela. Participou de mais de 30 exposições, coletivas e individuais, e foi premiado em diversos salões de arte, como a Bienal Naïfs do Brasil – maior bienal no estilo naïf, sendo selecionado entre mais de 1,2 mil participantes de todo o mundo.
A Sala do Artista Popular fica na rua Saldanha Marinho, s/nº, anexo à Secretaria de Estado da Cultura, no Centro e funciona de segunda a sexta-feira, das 10 às 18 horas.

No aniversário de Curitiba, idosos fotografam a cidade

No dia 29 de março, aniversário de Curitiba, um grupo de aproximadamente 90 idosos, moradores dos bairros Portão e CIC, farão um passeio de ônibus pela cidade, com paradas em parques e pontos turísticos para tirar fotografias e fazer caminhadas. Os ônibus saem às 14h do Parque Cambuí (Portão) e do CRAS Vila Verde (Rua Emílio Romani, 2637 – CIC), e passam pela Praça do Japão, Museu Oscar Niemeyer, Bosque Alemão e Parque Tanguá, onde acontece um piquenique de confraternização.
O passeio fotográfico completa as atividades da oficina de fotografia “Aprender a Ver”, destinada especialmente a idosos que queiram aprimorar a técnica. A oficina será realizada de 26 a 28 de março, na Associação Curitibana da Melhor Idade (Portão), com orientação do fotógrafo Bruno Stock. Os participantes terão aulas teóricas e práticas, que abordam história da fotografia, noções de enquadramento, composição, angulação e iluminação.
As vagas para a oficina já estão preenchidas, mas ela não é requisito para participar do passeio fotográfico do dia 29. Quem quiser se integrar ao passeio, deve se inscrever nos núcleos regionais da Fundação Cultural de Curitiba no Portão e CIC, e depois se apresentar no local de embarque com sua câmera fotográfica. A atividade é gratuita.

Placas refletivas em veículos serão obrigatórias a partir de 1º de abril

O uso de placas e tarjetas refletivas em carros e motos será obrigatório a partir do dia 1º de abril, em todo o País. A determinação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) vale para veículos novos que forem emplacados pela primeira vez e para usados que forem transferidos de município.
No Paraná, segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), são emplacados, em média, 30 mil veículos todos os meses. Em 2011, a autarquia registrou 377 mil emplacamentos.
De acordo com coordenador de veículos do Detran, Cícero Pereira da Silva, a medida deve facilitar a fiscalização e aumentar a segurança no trânsito, já que a película especial que reflete a luz favorece a visibilidade em dias chuvosos ou à noite. “A mudança ajuda na identificação e também permite visualizar melhor a distância dos demais veículos”, explica.
A regra já estava em vigor para motos e motocicletas, mas agora altera também os tamanhos das placas destes veículos. A altura passará dos atuais 13,6 cm para 17 cm e o comprimento de 18,7 cm para 20 cm. Com isso, o tamanho de letras e números (com exceção da cidade de origem) vai de 4,2 cm para 5,3 cm de altura, quase do tamanho das placas de automóveis.
Os motoristas flagrados com o modelo antigo, nos casos previstos pela lei, serão punidos com multa e pontuação na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por infração média, além de apreensão do veículo até a devida adequação.

sexta-feira, 23 de março de 2012

vozdemulher


Fátima Guedes e Simone, "Eu"

Livro de sucesso entre adolescentes, “Jogos Vorazes” chega aos cinemas

“Jogos Vorazes” leva aos cinemas os livros de Suzanne Collins, a trilogia homônima de sucesso mundial. A história se passa num futuro distante, depois da extinção da América do Norte, quando sua população é dividida em 12 distritos.
Todos os anos nas ruínas de onde outrora fora a América do Norte, a nação de Panem força cada um de seus doze distritos para enviar um menino e uma menina para competir nos Jogos Vorazes. Parte entretenimento, parte tática de intimidação do governo, os Jogos Vorazes são um evento televisionado em que os "Tributos" devem lutar um contra o outro até que um sobrevivente permanece.
Como represália por um levante contra a capital, a cada ano os distritos são forçados a enviar um menino e uma menina entre 12 e 18 anos para participar dos Jogos Vorazes. As regras são simples: os 24 tributos, como são chamados os jovens, são levados a uma gigantesca arena e devem lutar entre si até só restar um sobrevivente. O vitorioso, além da glória, leva grandes vantagens para o seu distrito.
O destaque do elenco é Jennifer Lawrence, jovem atriz indicada ao Oscar por “Inverno da Alma”. Gary Ross (“Seabiscuit”) dirige, a partir de um roteiro da escritora Suzanne Collins e Billy Ray (“Intrigas de Estado”).
Veja o trailer: http://bit.ly/tjG382

Domingo: bolo no Barigui e festa nas regionais

A grande festa de aniversário dos 319 anos de Curitiba será neste domingo (25), no Parque Barigui, com um presente gigante para a cidade: um bolo de 500 quilos, que será cortado pelo prefeito Luciano Ducci, às 15h, e distribuído à população. No sábado e no domingo, haverá festa nas Regionais.
A massa de pão-de-ló do bolo gigante, produzido pelo 12º ano consecutivo pelo Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Paraná, em parceria com o Moinhos Anaconda, ficou pronta nesta sexta-feira (23).
"O bolo fica maior a cada ano. Tem que ser grande para que ninguém fique sem provar e festejar o aniversário da cidade"´, diz o presidente do sindicato da panificação, Vilson Felipe Borgmann.
A receita do bolo também tem quantidades generosas de ingredientes. São 100 kg de farinha de trigo, 90 kg de açúcar, 2 mil ovos, 7 kg de emulsificante, 4,2 kg de fermento, 67 kg de frutas, 130 litros de chantilly e 60 litros de calda.
A massa assada do bolo será transportada até o Parque Barigui em um caminhão. O bolo será montado no local, com recheio de frutas, calda e cobertura de chantilly. A estimativa é que renda 6 mil pedaços, distribuídos com a ajuda da Guarda Municipal.
A festa de aniversário no parque começará às 10h e terminará às 18h. Na programação, além do bolo gigante, teatro da Guarda Municipal, apresentação da banda Confraria da Costa, show Passarinha, com Jô Nunes, grupo folclórico ítalo-brasileiro, banda Carenagem, Jazz Cigano, Raul Aguilera e Dante Pippi, Roda de Choro do Conservatório de MPB e banda Lenda Zero.
Veja a programação completa: http://bit.ly/GKT3GM

Cinemateca apresenta mostra especial para comemorar aniversário de Curitiba

A Cinemateca de Curitiba promove, de 26 a 30 de março, a Mostra Especial Comemorativa do Aniversário de Curitiba. Serão exibidos filmes de diretores paranaenses que retratam aspectos da história, da sociedade e da cultura curitibana. Fazem parte da mostra as produções “Belarmino e Gabriela”, de Geraldo Pioli, “O Preço da Paz”, de Paulo Moreli, “O Sal da Terra”, de Elói Pires Ferreira, “Dois Sacos de Lixo”, de Yanco del Pino, e “Lance Maior”, de Sylvio Back.
A programação escolhida presta uma homenagem a Curitiba. Todos os filmes contam histórias de pessoas que de alguma maneira fizeram parte da construção desta cidade”, explica a coordenadora da Cinemateca, Solange Stecz, responsável pela seleção dos filmes. “A mostra é também uma oportunidade para o público conhecer essas obras valorizando nossas produções”, diz.
O documentário “Belarmino e Gabriela”, de Geraldo Pioli, tem o circo como cenário para as histórias de Salvador Graciano e Júlia Alves (Nhô Belarmino e Nhá Gabriela), que formaram uma das duplas caipiras mais populares do Paraná. Eles são representados no filme por vários personagens e também pelos seus filhos Ivan e Rui, e pela neta Júlia.
A superprodução “O Preço da Paz”, de Paulo Moreli, retrata momentos da vida do Barão do Serro Azul, um dos personagens da Revolução Federalista e da história política de Curitiba. Fazem parte do elenco Giulia Gam, Herson Capri, Lima Duarte e Camila Pitanga.
A história de “O Sal da Terra”, de Eloi Pires Ferreira, narra o dia-a-dia de três personagens que têm suas vidas cruzadas – o padre, os caminhoneiros Miguel e Romeu e um andarilho. Na trama eles expõem seus dilemas particulares. Em “Dois Sacos de Lixo”, Yanco Del Pino reproduz trechos de filmes encontrados no lixo do Canal 4 em Curitiba. O longa-metragem aguça a curiosidade do público ao mostrar imagens da vida de importantes personalidades da sociedade curitibana.
O reconhecido cineasta catarinense Sylvio Back, que desenvolveu parte de sua carreira no Paraná, e o seu primeiro longa-metragem “Lance Maior”, também estão na mostra. Com Reginaldo Farias e Regina Duarte, o filme foi realizado em Curitiba e lançado nacionalmente em 1968. A ação é centrada em personagens jovens, de camadas sociais diferentes, na Curitiba da época. A descoberta amorosa, a Universidade, as baladas, o emprego, a família, a luta pela sobrevivência são temas discutidos por Back nesse filme.

Prefeitura instala painéis de trânsito do Anel Viário

A Prefeitura começou a instalar os painéis de mensagens variáveis do Anel Viário. Os equipamentos ficarão na rua Desembargador Motta, entre a Desembargador Isaias Bevilaqua e a Padre Agostinho, no bairro Bigorrilho; na rua Mauá, entre a Doutor Goulin e a Simão Bolivar, no Alto da Glória, e na Brigadeiro Franco, entre a Chile e a Baltazar Carrasco dos Reis, no Água Verde.
Os painéis fazem parte do Sistema Integrado de Mobilidade (SIM), uma das obras de infraestrutura de Curitiba para a Copa do Mundo de 2014. Ao todo, o Anel Viário terá 14 painéis de mensagens variáveis. A previsão é que até o final do mês de junho todos estejam em funcionamento. Os painéis são de LED e medem 4 metros por 1,20 metro. Os painéis servirão para orientar os motoristas que transitarem pelas ruas do Anel Viário.
As informações serão colocadas em tempo real e vão avisar sobre acidentes e congestionamentos que existam nas vias. Nestes casos, as mensagens também poderão orientar caminhos alternativos para os motoristas desviarem. Os equipamentos também poderão passar mensagens institucionais do município.
Veja mais: http://bit.ly/GKwZSv

quinta-feira, 22 de março de 2012

tudo a ver com o dia...


Zé Ramalho, "Planeta Água"

Guaíra apresenta musical infantil premiado com o Gralha Azul

O musical infantil “A fabulosa cozinha de Pierre” é o próximo espetáculo do projeto Teatro para Piás e Gurias, do Centro Cultural Teatro Guaíra. A peça será encenada neste domingo (25), às 11 horas, no Teatro José Maria Santos. Menores de 12 anos não pagam entrada. Para os demais o ingresso custa R$ 5,00.
Premiada com o Troféu Gralha Azul 2011 na categoria Revelação Cenário, a peça, que tem direção de Simone Hidalgo, conta a história de Pierre, um cozinheiro de sucesso que, com o passar dos anos, perdeu seu dom de cozinhar e deixou de acreditar na magia. Mas os tempos mudaram e ele precisa usar todo o seu potencial e se superar para preparar uma deliciosa receita e ganhar o maior concurso de todos os tempos, o “Le Grand Chef”.

A Cinemateca exibe os melhores vídeos de 2011 do Festival Permanente do Minuto

A Cinemateca de Curitiba exibe nesta sexta-feira (23) a seleção dos melhores filmes do Festival do Minuto, em três sessões: às 16h, 18h e 20h.
Nesta seleção foram escolhidos 36 filmes, incluindo três produções de curitibanos: “Copos”, de David Dvisant, “Melancolia”, de Silvia Angelica C. dos Santos e “Aracaturra”, de Davi Dornellas.
O Festival do Minutoacontece desde 1991, selecionando e exibindo vídeos de até 60 segundos de duração, produzidos por amadores e profissionais. Atualmente, o Festival do Minuto é permanente e online, ou seja, recebe vídeos diariamente e oferece prêmios aos melhores vídeos mensalmente. Uma vez por ano são selecionados os melhores vídeos – dentre os milhares recebidos – para exibição em todo o Brasil.
Cineastas e profissionais de renome do audiovisual brasileiro já participaram com seu filme do Festival do Minuto. A Cinemateca de Curitiba fica na rua Carlos Cavalcanti, 1174.

Whitney Houston se afogou após consumir cocaína, diz laudo de autópsia

(Reuters) - A cantora Whitney Houston morreu em decorrência de um afogamento acidental, causado pelo uso da cocaína e por uma doença cardíaca, disseram autoridades de Los Angeles na quinta-feira.
Houston, 48 anos, foi encontrada morta na banheira de um quarto de hotel de Beverly Hills em 12 de fevereiro.
O exame toxicológico também revelou sinais de consumo de maconha, um ansiolítico, um relaxante muscular e um anti-histamínico, sem que isso tenha contribuído com a morte.
Não houve sinal de crime ou sabotagem, segundo os legistas.
Houston, conhecida por sucessos como "I Will Always Love You", tinha um longo histórico de problemas com drogas, inclusive cocaína.

Segurança de urna eletrônica é violada em teste no Tribunal Superior Eleitoral

(ABr) – Uma equipe de professores e estudantes da Universidade de Brasília (UnB) conseguiu violar o sistema das urnas eletrônicas usadas pela Justiça Eleitoral. O fato ocorreu durante uma série de testes públicos feitos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) esta semana, em parceria com profissionais e estudantes da área.
Durante a simulação, o grupo da UnB conseguiu descobrir quais foram os candidatos votados em determinada urna, mas não chegaram aos autores dos votos, o que significa que o sigilo do voto não foi quebrado. De acordo com o TSE, os nove grupos que participaram dos testes receberam o código-fonte usado nas urnas, dado que facilitou a atuação dos hackers durante teste, e que não é liberado para o público em geral.
O presidente do TSE, ministro Ricardo Lewandowski, disse hoje (22) que os eleitores podem ficar tranquilos, pois o sistema é confiável. “O objetivo do teste é esse mesmo, ver como aprimorar o sistema. Em uma situação real, seria impossível violá-lo sem o código-fonte”.
De acordo com o secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Dutra Janino, o resultado do teste foi uma “contribuição extremamente positiva” e algo já esperado. A secretaria informou que o resultado será usado para o aperfeiçoamento do sistema eletrônico de votação, já que este é o objetivo da simulação promovida pelo TSE.

No primeiro aniversário de morte de Elizabeth Taylor, canal TCM exibirá doze filmes da atriz

Doze filmes de Elizabeth Taylor serão exibidos nos dias 24 e 25 de março no canal por assinatura TCM, em homenagem à atriz, que morreu aos 79 anos em 23 de março de 2011. Taylor morreu depois de passar seis semanas internada com insuficiência cardíaca. Nascida na Inglaterra, filha de pais americanos, ela começou a carreira em Hollywood aos 9 anos e, antes dos 30, já havia se tornado a primeira atriz da história a ganhar um milhão de dólares (por "Cleópatra"). Ela ganhou Oscars de melhor atriz por "Quem tem medo de Virgínia Woolf?" (1966) e "Disque Butterfield 8" (1960).

Veja a programação:

Sábado, 24 de março14h – "A Força do Coração" (Lassie come home, 1943)
15h35 – "Ivanhoé, o Vingador do Rei" (Ivanhoe, 1952)
17h30 – "cleópatra" (idem, 1963)
22h – "Quem Tem Medo de Virginia Woolf?" (Who´s afraid of virginia woolf?, 1966)
0h30 – "A Árvore da Vida" (Raintree county, 1957)

Domingo, 25 de março14h – "A Mocidade É Assim Mesmo" (national velvet, 1944)
16h10 – "O Pai da Noiva" (father of the bride, 1950)
17h50 – "Quatro destinos" (little women, 1949)
20h – "Disque butterfield 8" (Butterfield 8, 1960)
22h – "Gata em Teto de Zinco Quente" (Cat on a hot tin roof, 1958)
0h05 – "De Repente, no Último Verão" (Suddenly, last summer, 1959)
02h15 – "O Pai da Noiva" (Father of the bride, 1950)

quarta-feira, 21 de março de 2012

vozdemulher


Rosa Passos, "Outono"

Senna, 52

Nesta quarta-feira, 21 de março, Ayrton Senna completaria 52 anos de idade. Para celebrar a data, nada como esta pintura do ucraniano Oleg Konin, intitulada “Formula Alone”. A imagem retrata a cena que todos os fãs de automobilismo gostariam de ver naquele fatídico 1º de maio de 1994. Infelizmente, apenas um quadro.

Pinturas e desenhos nas novas mostras do Museu Alfredo Andersen

A partir de sexta-feira (23), o Museu Alfredo Andersen (rua Mateus Leme 336) apresenta duas novas exposições. Uma delas, “Transeuntes”, do artista plástico Odil Miranda Ribeiro, tem como foco as características e signos da sociedade. São telas produzidas a partir de fotos de pessoas em situações cotidianas. Já a mostra “Masa” faz uma retrospectiva do trabalho do artista japonês Masanori Fukushima, morto em 2008. As obras ficam expostas até 6 de maio e a entrada é gratuita.

Transeuntes - Odil Miranda Ribeiro nasceu em São Paulo, em 1961. Aproximou-se das artes atuando profissionalmente como fotógrafo e diretor de arte em agências de publicidade, funções que exerceu até meados dos anos 90, quando foi morar na Europa. De volta ao Brasil, paralelamente a outras atividades profissionais, Ribeiro frequentou o curso superior de Pintura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Em 2009, durante o período em que viveu no México, frequentou o ateliê de pintura na “Casa de la Cultura Jesús Reyes Heroles”, sob orientação do Maestro Pedro Hernandes, que foi assistente do artista plástico mexicano Diego Rivera.
A exposição “Transeuntes” traz um pouco desse cotidiano de transformações da cidade para a sala de exposição. Com uma obra de característica fortemente realista, o artista desenvolve sua poética em torno da construção da identidade coletiva de regiões urbanas.

Masa - Masanori Fukushima (1931-2008), mais conhecido como Masa, nasceu em Kobe, Japão. Antes de tornar-se pintor, dedicava-se ao ensino das ciências sociais na Universidade de Takushoku, em Tóquio, onde lecionou durante 30 anos e publicou diversos livros na área.
Entretanto, foi no Brasil que ele desenvolveu trabalhos como artista plástico, nos quais conseguiu explorar, experimentar e criar técnicas. O Museu Alfredo Andersen teve importante papel no crescimento do artista, por ter sido onde ele estudou e ensinou. A mostra “Masa” apresenta o resultado dessa segunda fase da sua vida, com uma pequena retrospectiva desde a fase inicial, mais figurativa, até o final, com características gestuais, muito ligadas ao trabalho de caligrafia japonesa que desenvolvia. A exposição também contempla os desenhos de Masa, quando ele fazia uma espécie de documentação dos espaços que frequentava.

Monumentos curitibanos ficarão apagados por uma hora no dia 31

A Prefeitura de Curitiba participará no sábado (31/3) da Hora do Planeta 2012 – ato de combate ao aquecimento global, promovido pela Rede WWF desde 2006 em todo o mundo. Cinco monumentos de Curitiba ficarão apagados durante uma hora, entre 20h30 e 21h30.
O objetivo da campanha é incentivar a reflexão sobre o desperdício no consumo de recursos naturais do planeta. É um chamado para economizarmos energia elétrica, água, gerarmos menos lixo e praticarmos outras atitudes que poupem recursos ambientais dos quais somos dependentes.
Os monumentos que serão apagados em Curitiba são: Teatro Paiol, Estufa do Jardim Botânico, fonte de Jerusalém da Praça Pedro Gasparello, fonte da Praça Santos Andrade e fachada do Paço Municipal.
No país, o WWF-Brasil é responsável pelo movimento. “A Hora do Planeta é um gesto de engajamento, no qual cada um deve fazer a sua parte para um futuro melhor. Será uma demonstração da nossa paixão pelas pessoas, pela solução, pela conservação do planeta e, principalmente, pelo futuro e pela vida”, afirma a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias.
Qualquer pessoa pode aderir ao movimento. Basta apagar as luzes no dia e hora da ação. Quem quiser assinar o compromisso em nome do combate ao aquecimento global, pode se registrar no site do WWF-Brasil – www.horadoplaneta.org.br.

No Conservatório de MPB, curso de produção de trilhas sonoras com André Abujamra

O Conservatório de MPB de Curitiba (rua Mateus Leme, 66) recebe nos dias 27, 28 e 29 de março, das 14h30 às 17h, o compositor e multi-instrumentista André Abujamra para ministrar o curso de produção em trilhas sonoras. As inscrições podem ser feitas no local e custam R$ 20,00. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3321-3315.
O músico paulista tem uma carreira de destaque na cena musical brasileira. Montou com Mauricio Pereira a banda Mulheres Negras, integrou a banda Karnak e atualmente desenvolve carreira solo. Seu segundo CD, Mafaro, foi lançado em 2010.
André Abujamra é também responsável pela trilha sonora de mais de 40 filmes nacionais e internacionais. Assinou as trilhas de importantes produções, entre elas “Carlota Joaquina, a princesa do Brasil” (1995), de Carla Camurati, “Matadores” (1997), de Beto Brant, “Bicho de sete cabeças” (2000), de Laís Bodanzky, “Domésticas” (2001), de Fernando Meirelles, “Carandiru” (2003), de Hector Babenco, “Os 12 trabalhos” (2006), de Ricardo Elias, e “Quero” (2007), de Carlos Cortes. Seus últimos trabalhos foram as trilhas sonoras de “O contador de histórias” (2009), de Luiz Villaça, e “Do começo ao fim”, de Aluízio Abranches.

Disney perde US$ 200 mi com o filme “John Carter: Entre Dois Mundos”

(Reuters) - A Walt Disney Co. anunciou que terá um prejuízo de 200 milhões de dólares devido ao fracasso de bilheteria do filme “John Carter: Entre Dois Mundos”, que narra as aventuras de um herói da Terra em Marte.
"Diante da resposta que teve 'John Carter' nos cinemas, calculamos que o filme provocará um prejuízo operacional de cerca de 200 milhões de dólares no nosso segundo trimestre fiscal, que termina em 31 de março", informou a Disney.
"John Carter", lançado em 9 de março, arrecadou apenas 30,1 milhões de dólares em sua primeira semana na América do Norte, e somente 13,5 milhões no final de semana passado, segundo a Exhibitor Relations.
Mundialmente, o filme obteve 184 milhões de dólares desde o lançamento.
Os números são ruins para uma superprodução de 250 milhões de dólares, sem contar com o investimento em divulgação.
"Apenas o estúdio terá um prejuízo de entre 80 e 120 milhões no segundo trimestre", destaca a nota.
As aventuras do capitão John Carter são baseadas na série de Edgar Rice Burroughs - criador de Tarzan - escrita há um século.
É o primeiro filme não-animado de Andrew Stanton, um veterano da Pixar com dois Oscar ("Procurando Nemo" e "Wall-E") e seu protagonista, Taylor Kitsh, é um ator canadense pouco conhecido.

vozdemulher


"...tua pele um bourbon me aquece como eu quero..."
Ângela Rô Rô, "Outono"

terça-feira, 20 de março de 2012

A cruzada de pernas mais famosa do cinema completa 20 anos

(Omelete) - Há 20 anos, em 20 de março de 1992, estreava Instinto Selvagem (Basic Instinct), filme de Paul Verhoeven com roteiro de Joe Eszterhas, que tornou Sharon Stone uma das maiores estrelas daquela década.
O suspense erótico sobre as investigações para encontrar um assassino em São Francisco, cuja arma era um picador de gelo, chamou atenção pelo estilo, ótimo elenco e a ousadia no uso do sexo. Em especial, duas cenas entraram para a história do cinema: a cruzada de pernas fatal de Sharon Stone e o beijo lésbico na pista de dança (entre ela e Leilani Sarelle), mas todas as sequências sexuais chocaram o público na época - da abertura ao encontro derradeiro dos protagonistas.
Na trama, um detetive vivido por Michael Douglas, ao lado do parceiro (George Dzundza), vai à cidade litorânea da Califórnia para interrogar a namorada da vítima do assassino do picador de gelo, a supersexy e rica personagem interpretada por Sharon Stone, que havia publicado um romance em que um assassinato idêntico fora criado. A mulher não demora a começar a tentar o detetive, que se descontrola perante a femme fatale. Sobra até para a psicóloga da polícia (Jeanne Tripplehorn), de quem o policial, que tenta se livrar de seus vícios, é paciente.
As histórias dos personagens de Douglas, Stone e Tripplehorn se misturam e a desconfiança é crescente, tudo engedrado pela bela e manipuladora protagonista, papel que definiu a carreira de sua intérprete.
Relembre a polêmica cena: http://bit.ly/kG3wIg

Exposição retrata reconstrução da região Leste do Japão

Um ano após o Japão ter sido atingido por terremotos e tsumani, o Museu Paranaense (rua Kellers, 289) recebe a exposição “Renascimento do Japão: Obrigado, Brasil!”, a partir do dia 23 de março. Para abrir a mostra o artista plástico Titi Freak ministra a palestra “Arte, um caminho para a reconstrução”, para se inscrever é preciso enviar um e-mail para: cultura@cl.mofa.go.jp, informando nome e telefone.
Com painéis de fotos que apresentam a região leste do país antes, durante e depois das tragédias, a exposição retrata os contínuos esforços para a recuperação dos locais prejudicados e, ao mesmo tempo, desvenda os atrativos do lugar. As fotos mostram como as cidades ficaram devastadas pela tragédia natural e as respectivas reconstruções de cada região. A exposição apresenta, também, imagens dos encantos da região de Tohoku, sua culinária regional, paisagem, artesanato e arquitetura, proporcionando um panorama de vários aspectos da cultura japonesa.
Na abertura, o artista plástico Titi Freak conta um pouco de sua experiência na região. Em dezembro de 2011 ele passou 10 dias pintando as moradias temporárias na cidade de Ishinomaki, na província de Miyagi, levando um pouco de alegria à comunidade atingida pelos desastres naturais. Além disso, ele também realizou um workshop de pintura com os habitantes do local. Na palestra, será abordada a vivência que o artista teve com a comunidade e a escolha dos temas das pinturas, que ganharam um tom leve, diferente das características das obras do grafiteiro, conhecido pelo traço forte e pelo tom visceral da street art.

O artista – Titi Freak (pseudônimo de Hamilton Yokota) nasceu em São Paulo, no ano de 1974. Começou a trabalhar com histórias em quadrinhos aos 13 anos e durante sete anos desenhou para os estúdios de Mauricio de Sousa, Disney e Marvel. Entre 1994 e 1995, começou a desenvolver ilustrações para a MTV Brasil e, em 1996, fez seu primeiro desenho em grafite nas ruas paulistanas. Depois disso, colaborou com diversas empresas de porte internacional, entre elas Nike, Adidas e Converse. Tem como um dos focos de sua produção artística a fusão entre o Ocidente e Oriente.

Radio Swing faz uma viagem pelos anos de ouro da música

A Caixa Cultural apresenta o espetáculo "Rádio Swing", uma viagem musical e visual pelas décadas douradas da música no Brasil e nos Estados Unidos, dos anos 30 a0s anos 70. Mark Lambert é acompanhado pelo time de craques da Orquestra Radio Swing.
No roteiro estão o swing do Harlem, o samba-canção de Porto Alegre e o maxixe de Carmem Miranda. Os caminhos são o Morro da mangueira, a vila e a Broadway. Os ritmos e cenários são compostos pelos foxtrots, gafieras, rumbas, lindy hop, cigarettes, alfinetes de gravata, boleros e suspensórios, com trilha sonora composta por canções de Noel Rosa, Cole Porter, Waldir Azevedo, Benny Goodman, Tom Jobim, Luiz Gonzaga, Duke Ellington e Heitor Villa-Lobos, entre outros grandes nomes.
O show destaca as diferenças e as semelhanças dos dois maiores países do continente americano, recriando no palco uma época em que gangsteres brindavam com estrelas do cinema, presidentes frequentavam teatro de revista, casais dançavam de rosto colado e a radio emitia o som que ditava as ondas. Os arranjos superpõem estilos aparentemente diversos, numa mistura especial de harmonia europeia com ritmos africanos.

Mark Lambert - O músico norte-americano, radicado no Brasil há 8 anos, é guitarrista, cantor, compositor e arranjador, especializado em blues, jazz, pop, mpb e música clássica. A ideia desse show surgiu após uma pesquisa de quase 15 anos em busca das raízes das músicas populares brasileira e americana. Lambert possui um estilo conhecido como jump swing, uma mistura de humor e jazz, que teve Ray Charles e Luois Prima como grandes representantes.

Oficina - A Caixa Cultural promove uma oficina de jazz, que faz parte do projeto "Radio Swing", no dia 24 de março, das 14 às 16h. Na oficina, serão abordados os instrumentos básicos do jazz (sax, piano, baixo, etc.) pelos músicos Jessé Sadoc, Marcelo Martins, Julio Merlino, Wanderson Cunha, Vitor Gonçalves, Jefferson Lescowich, Jimmy Duchowny, Alma Thomas e pelo próprio Mark Lambert. Gratuita, a oficina é aberta a músicos, estudantes e público em geral. São apenas 15 vagas disponíveis e as inscrições devem ser encaminhadas para o e-mail caixacultural08.pr@caixa.gov.br.

O show "Radio Swing" acontece no Teatro da Caixa (Conselheiro Laurindo, 380) na sexta-feira (23) e sábado (24), às 20h e no domingo (25), às 19h. Os ingressos custam R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia e clientes Caixa).